Tudo é uma estrada ( Everything is a road )

aguima
aguima
Apr 30, 2010, 5:13 PM |
2

Tudo é uma estrada.
No fim de toda a estrada tem uma porta, e isso não é estranho.
Portas, assim como estradas, são coisas banais, ridiculamente simples, definitivas e irredutíveis, oferecem apenas duas opções: trilhá-las ou não; abri-las ou não.
Atrás de cada porta pode haver outra porta ou uma estrada, e isso também não é estranho. Ao contrário, é comum como existir a porta no fim da estrada, e existir outra porta ou uma estrada depois.
O que é absurdamente estúpido, triste e muito estranho é o fato de sempre, invariavelmente, existir apenas duas opções.

Everything is a road.
At the end of every road has a door and it isn´t unusual.
Doors and roads are trivial things, very simple, definitives and uncompromisings, and offer only two options: track them or not; open them or not.
Behind each door can have another door or a road, and it isn´t unusual too. Otherwise, it´s usual like the door at the end of the road, and have another door or a road after.
Absurdly stupid, sad and very unusual is always, invariably, have only two options.