Surpresa na Copa do Mundo: Carlsen, Kramnik, Nakamura Eliminados

Surpresa na Copa do Mundo: Carlsen, Kramnik, Nakamura Eliminados

Um enorme choque foi sentido ontem na Copa do Mundo da FIDE, já em que alguns dos maiores nomes no torneio foram eliminados: Magnus Carlsen, Vladimir Kramnik e Hikaru Nakamura.

Carlsen não conseguiu bater Bu, e está fazendo as malas. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Os outros jogadores que deixaram a Copa do Mundo depois de ontem foram Alexander Onischuk, Vladislav Artemiev, Paco Vallejo e Yuryi Kuzubov. Anton Kovalyov já tinha deixado Tbilisi antes de ontem.

Bu Xiangzhi, Peter Svidler, Vassily Ivanchuk, Daniil Dubov, Wesley So, Vladimir Fedoseev, Maxim Rodshtein e Wang Hao avançaram para a quarta rodada sem precisar de um tiebreak.

Um jogador que perdeu antes de ontem igualou a pontuação: Maxim Matlakov, vs Levon Aronian. Dos 16 confrontos nesta rodada, oito foram a tiebreak.

2017 Copa do Mundo | Rodada 3 Resultados

Fed Jogador Fed Jogador Classical Rapid Blitz Score
Carlsen (2827) Bu Xiangzhi (2714) 0-1, ½-½ ½-1½
Onischuk (2682) Svidler (2756) ½-½, 0-1 ½-1½
Lenderman (2565) Vachier-Lagrave (2804) ½-½, ½-½ 1-1
Grischuk (2788) Navara (2720) ½-½, ½-½ 1-1
Ivanchuk (2727) Kramnik (2803) ½-½, 1-0 1½-½
Giri (2777) Sethuraman (2617) ½-½,½-½ 1-1
Aronian (2802) Matlakov (2728) 1-0, 0-1 1-1
Artemiev (2692) Dubov (2666) ½-½, 0-1 ½-1½
Vallejo (2717) So (2792) 0-1, ½-½ ½-1½
Nepomniachtchi (2741) Jobava (2702) ½-½, ½-½ 1-1
Nakamura (2781) Fedoseev (2731) ½-½, 0-1 1-1
Rodshtein (2695) Kovalyov (2649) 1-0, 1-0* 2-0
Caruana (2799) Najer (2694) ½-½, ½-½ 1-1
Li Chao (2745) Rapport (2675) ½-½, ½-½ 1-1
Wang Hao (2701) Kuzubov (2688) ½-½, 1-0 1½-½
Ding Liren (2771) Vidit (2702) ½-½, ½-½ 1-1

"Ele sobreviveu Como Odisseu contra os Laestrygonios." (Homer, A Odisséia)

Anish Giri morreu mil mortes ontem. Várias vezes ele esteve quase para desistir da sua partida com S.P. Sethuraman, e dizer adeus à Copa do Mundo. Ele já tinha planejado a primeira coisa que iria fazer: ir ao quarto do seu 'segundo' o GM Erwin l'Ami. Não o seu próprio, onde a sua esposa e filho estavam esperando Erwin do lado de fora.

"Eu quero ficar sozinho," disse Giri.

null

S.P. Sethuraman eliminou Harikrishna e esteve muito perto de eliminar Giri. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Mas o Holandês não desistiu. Ele manobrou o seu barco através de todos os perigos, desperdiçou um empate forçado durante o trajeto, navegou mais longe, e um pouco mais longe do que o necessário com o seu porto seguro já a vista, mas no fim chegou.

"Eu fiz bagunça na abertura," disse Giri. Ele também não viu 24.Tg3 e 25.Txg6, mas por essa altura ele já não tinha fé na sua posição. A partir desse momento foi o modo de sobrevivência para o Holandês. Por causa da agitação ele deixou de ver uma troca de damas ao lance 64, mas ele obteve o empate necessário um pouco mais tarde de qualquer modo.

null

Anish "Odisseu" Giri enquanto "bagunçava a abertura." | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Hoje Giri e Sethuraman irão jogar um tiebreak para um confronto na rodada quatro contra Vassily Ivanchuk, que derrotou Vladimir Kramnik ontem de peças pretas. Kramnik, que venceu a Copa do Mundo em 2013, em Tromsø, (batendo Ivanchuk 1,5-0,5 pelo caminho!) desta vez não conseguiu lidar um o imprevisível Ucraniano.

"Ele jogou de uma forma muito agressiva com 13.h4 e 14.c4," disse Ivanchuk. "Isso me deuum certo contra-ataque, mas a posição era muito complicada. Eu não sei onde é que ele fez um erro, ou onde eu cometi um erro. Foi uma grande luta."

null

Kramnik jogou agressivamente, mas Ivanchuk achou uma boa resposta. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Ivanchuk sugeriu uma alternativa para o seu oponente ao lance 21, porque foi nesta que Kramnik tinha sacrificado um peão que ele nunca veria de volta. O vencedor não teve a certeza a partir de quando ele passou a vencer.

null

A velha regra ainda se aplica para O Poderoso Chuky: em uma dia bom ele pode bater qualquer um, com qualquer uma das cores. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

null

Kramnik oferecendo a sua mão. Após assinar as planilhas, Kramnik apertou mãos de novo com Ivanchuk, mostrando ainda mais respeito e desejando sorte no resto do torneio. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

A entrevista do Chess.com com Ivanchuk.

Ele pode ser o melhor jogador no mundo, mas bater um Bu Xiangzhi em boa forma de peças pretas acabou por ser uma missão impossível. Magnus Carlsen não conseguiu ontem igualar a pontuação, teve que se contentar com um empate e está fora da Copa do Mundo.

null

Ironicamente, ele tinha declarado antes do torneio que ele gosta do facto de ser uma mistura de clássicas, rápidas e blitz. Carlsen nunca teve a oportunidade de jogar rápidas ou blitz. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

O campeão do mundo gastou quase dois minutos no seu segundo lance. Como lidar com o ultra-sólido 1.Cf3 e6 2.c4 se precisas de uma vitória? A maioria dos jogadores têm dificuldade em empatar contra este sistema.

Bom, Carlsen igualou rapidamente em uma semi-Eslava mas não mais do que isso. O controle de Bu da coluna-d e da sétima fileira significou o controle da partida. Uma impressionante pequena vitória para o jogador Chinês, que é o primeiro a derrotar Carlsen em uma "confronto" desde Gata Kamsky em 2007. Isso foi também em umaa Copa do Mundo.

null

Carlsen aceita um empate, e está de fora. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Outro resultado inesperado ontem foi a derrota de Hikaru Nakamura e uma saída prematura da Copa do Mundo. Inesperada para todos menos para Vladimir Fedoseev: "Não é uma grande surpresa. Este ano eu estou a jogar um xadrez fantástico!"

Outro grande mestre Americano "provavelmente esqueceu a sua análise da abertura," de acordo com Fedoseev, que tinha surpreendido o seu oponente com os Quatro Cavalos, algo que ele nunca joga.

"Foi difícil para ele se lembrar, e ele decidiu jogar alguma opção dinâmica mas eu estava melhor preparado e ele obteve uma posição ruim," disse Fedoseev. O seu treinador Alexander Khalifman, que venceu o Campeonato Mundial de Nocaute da FIDE em 1999, em Las Vegas, juntou-se ontem a ele e pode certamente dar bastantes conselhos.

A eliminação deve ter sido um pílula amarga para Nakamura, que passou a maior parte de 13 minutos a olhar para a sua planilha antes de abandonar.

null

null

Nakamura passou algum tempo a refletir no que tinha acontecido... | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

null

...antes de abandonar a sua partida... | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

null

...e trocar alguns sorrisos e algumas variantes. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

A entrevista do Chess.com com Fedoseev.

As derrotas de ontem dos jogadores de topo têm algumas consequências. Para começar, não irá haver um confronto para o terceiro e quarto lugares, agora que ambos Carlsen e Karjakin estão de fora. Para além disso, a luta para os 'Candidatos' permanece um assunto emocionante uma vez que So substituiu ontem Kramnik nos ratings médios.

Seria muito bem aceito para Kramnik se Caruana ou So alcançassem a final (os dois chegarem lá não é possível), de modo que eles não obtenham um lugar de rating. Alternadamente, eles podem ser bem sucedidos no torneio em tiebreak, desde que eles percam algum Elo clássico!  

Falando de perder pontos de rating clássicos...Neste momento os ratings em tempo real podem ser chamados o "Massacre de Tbilisi," com os 13 jogadores do topo no mundo todos a perder rating. E há um único jogador agora acima de 2800.

2700chess.com a 10 de Setembro de 2017, 18:42 GMT

null  

A derrota de um é o ganho de outro. Quantos mais favoritos forem eliminados da Copa do Mundo, mais forte será o torneio da Ilha do Homem do Chess.com. Por exemplo, Kramnik, Anand, Nakamura, Adams, Gelfand, Eljanov, Vallejo, Howell estão todos na lista, e podem agora jogar.

Especialmente depois de jogar uma partida tão boa antes de ontem, todos esperavam que Levon Aronian avançasse ontem para a rodada seguinte. Mas talvez fosse a qualidade dessa partida a razão porque Maxim Matlakov a podia aceitar: "Ontem Levon jogou brilhantemente. Em certo momento eu pensei que a minha posição era boa mas lance a lance [ele] me superou, em ambos os lados."

null

Matlakov precisava de vencer, e assim fez. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Ontem Matlakov jogou uma linha de tópico (7.Tb1) contra a Semi-Tarrasch que ele tinha também jogado recentemente em uma partida com Shimanov. Para mais, o seu bom amigo Svidler a usou para bater Hou Yifan no Grand Prix de Geneva.

"Eu sei que depois de alguns lances fortes a posição deve ser boa para as Pretas," disse Matlakov, que provavelmente quis dizer OK para as Pretas. "Levon é claro conhece estes lances portanto depois de 11.a4 [cxd4 12.cxd4] 12...Bd7 eu tenho de sacrificar o meu peão e após 15...exd5 16.exd5 Bb5 deve ser um empate mas talvez Levon me quisesse bater duas vezes."

null

Aronian tem hoje de jogar mais xadrez na sua batalha com Matlakov. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Naquele que foi um dia bom para a nova geração do xadrez Russo, dois expoentes foram emparceirados um contra o outro: Danill Dubov vs Vladislav Artemiev. Após o empate na sua primeira partida tudo podia acontecer, porque o tabuleiro pegou fogo logo na abertura.

Foi a surpreendente novidade de Dubov 13.Bb5, reminescente da Variante de Gothenburg, que fez com que esta Najdorf com roques em lados opostos fosse um caso de ficar na beira do assento. Os computadores querem tomar imediatamente o bispo; Artemiev esperou alguns lances.

Um momento crítico foi o lance 20, quando Dubov se absteve de tomar em e8 e g4 que está perto de se igualar. A sua declaração após a partida explicou tudo: "Basicamente a minha estratégia para este confronto e para este torneio é de arriscar. Ele é um jogador extremamente talentoso. Você pode ver o que ele fez a Radjabov. A técnica dele é praticamente perfeita. Eu pensei que precisava de criar algumas posições extremamente complicadas, talvez até piores posições, para o fazer sentir desconfortável."

null

Daniil Dubov decidiu arriscar, e não só ontem. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

E definitivamente que ficou complicado. Durante bastante tempo Artemiev achou o seu caminho através de uma infinidade de possibilidades, e estava muito melhor, mas em dificuldades de tempo ele deixou tudo escapar. Dubov: "Obviamente eu tive muita sorte."

null

Artemiev desperdiçou um grande vantagem e acabou por perder. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Mais dois jogadores se qualificaram ontem, vencendo a sua segunda partida depois dum empate anteontem. Primeiro, houve Peter Svidler lentamente superando Alexander Onischuk. O início do final tinha damas e dois cavalos para ambos, e uma estrutura notável de peões: um duplo peão-e para ambos os lados. Mas por esta altura Svidler já tinha uma grande vantagem.

null

Peter Svidler, ainda em contenção para vencer uma segunda Copa do Mundo. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Sem receber muita atenção dos meios de comunicação, Wang Hao avançou também discretamente. O grande mestre Chinês, que eliminou Boris Gelfand na prévia rodada, derrotou Yuryi Kuzubov depois deste último tomar uma decisão extraordinária ao lance 26: O jogador Ucraniano deu um bispo por três peões.

Pareceu ser bastante interessante na medida que as Brancas ficaram com um peão de falange a2-b3-c4-d3-e4, que incluía dois peões passados. No entanto, Kuzubov pode ter subestimado o controle das Pretas sobre as casas-escuras. Os seus peões praticamente não  conseguiram se mexer durante o resto da partida enquanto que a peça extra de Wang fez a diferença.

null

Wang Hao também passou à rodada seguinte onde ele irá jogar o vencedor de Ding vs Vidit. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

null

Maxim Rodshtein assina a sua planilha sem fazer um lance e vence por 2-0. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

null

Em certo momento durante a rodada os campeões do mundo Carlsen and Kramnik, que passaram algum tempo fora, não conseguiam voltar a entrar. Entretanto a sua porta para a Copa do Mundo está firmemente trancada. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

null

Um jovem espectador desfrutando de xadrez ontem. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

null

Ivanchuk quase que parece James Bond nesta 'selfie', não é? | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Partidas de TWIC.

A Copa do Mundo acontece nos dias 3-27 de Setembro em Tbilisi, Georgia. Cada rodada consiste de duas partidas de clássicas (quatro na final), e possivelmente um tiebreak de rápidas e blitz ao terceiro dia. O fundo total de prêmios é de $1,6 milhões com um primeiro prêmio de $120.000. Além disso, os primeiros dois classificados ficarão apurados para o Torneio dos Candidatos de 2018.

O Chess.com transmite as partidas no Chess.com/Live. Além disso, você pode ver o comentário ao vivo no Chess.com/TV oferecido pelos Chessbrahs, que inclui alguns dos melhores comentadores no planeta: GM Eric Hansen, GM Robin van Kamen, GM Yasser Seirawan e o IM Aman Hambleton.


Relatórios anteriores:

Quer receber mais conteúdo de xadrez em Português? Siga estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez
Mais de PeterDoggers
Com Só 3 Vitórias em Tabuleiros a Rússia Lidera Equipas Europeias

Com Só 3 Vitórias em Tabuleiros a Rússia Lidera Equipas Europeias

Kramnik Sobre a Carta Coringa dos Candidatos: 'Muito Provavelmente a Minha Última Chance'

Kramnik Sobre a Carta Coringa dos Candidatos: 'Muito Provavelmente a Minha Última Chance'