Como funciona o campeonato mundial?

Como funciona o campeonato mundial?

GMKrikor
GM GMKrikor
17/09/2017, 16:58 |
7

Essa é uma pergunta muito comum que recebo, seja de enxadristas ou não. O ciclo dos campeonatos do mundo já obedeceu a diferentes formatos, passando por muitas transformações. Com a Copa do Mundo em andamento, achei uma oportunidade boa para levantar esse tema. Vamos tentar resumir o passado e o presente de uma maneira prática:

 

O primeiro campeão mundial oficial foi o austríaco Wilhelm Steinitz, em 1886. Até 1993, vimos 13 campeões incontestáveis se revezando no trono (Alekhine reconquistou o título uma vez, e Botvinnik, duas)

  1. Wilhem Steinitz, 1886-1894
  2. Emanuel Lasker, 1894-1921
  3. José Raul Capablanca, 1921-1927
  4. Alexander Alekhine, 1927-1935
  5. Max Euwe, 1935-1937
  6. Alexander Alekhine, 1937-1946
  7. Mikhail Botvinnik, 1948-1957 (início da administração da FIDE)
  8. Vasily Smyslov, 1957-1958
  9. Mikhail Botvinnik, 1958-1960
  10. Mikhail Tal, 1960-1961
  11. Mikhail Botvinnik, 1961-1963
  12. Tigran Petrosian, 1963-1969
  13. Boris Spassky, 1969-1972
  14. Bobby Fischer, 1972-1975
  15. Anatoly Karpov, 1975-1985
  16. Garry Kasparov, 1985-1993

Nessa época, ocorreu a divisão do título, com a criação da PCA/Braingames:

  1. Garry Kasparov, 1993-2000
  2. Vladimir Kramnik, 2000-2006

E a continuação de ciclos paralelos da FIDE:

  1. Anatoly Karpov, 1993-1998
  2. Alexander Khalifman, 1999-2000
  3. Viswanathan Anand, 2000-2001
  4. Ruslan Ponomariov, 2002-2003
  5. Rustam Kasimdzhanov, 2004-2005
  6. Veselin Topalov, 2005-2006

Em 2006, o título foi unificado outra vez, chegando aos dias atuais:

  1. Vladimir Kramnik, 2006-2007
  2. Viswanathan Anand, 2007-2013
  3. Magnus Carlsen, 2013 - ?

Todas essas informações (e outras bem mais específicas) podem ser encontradas no Wikipedia.

Vamos falar um pouco mais do formato atual (quem sabe em uma outra postagem, podemos fazer uma viagem ao passado?):

Para facilitar a compreensão, vamos fazer a ordem inversa do processo através de perguntas:

  • Magnus Carlsen, o atual campeão mundial, enfrentará o desafiante em um match de 12 partidas pelo título, em 2018. 
    • Quem será esse desafiante?
      • O jogador que ganhar o título do torneio de Candidatos de 2018 (10 a 28 de março, em Berlin). 
        • Quem participa do torneio de Candidatos?
  • Oito jogadores:
    1. O perdedor do último match pelo título mundial (Sergey Karjakin);
    2. Os dois primeiros colocados da Copa do Mundo de 2017;
    3. Os dois jogadores com a maior média de rating, de janeiro a dezembro de 2017 (no momento, Fabiano Caruana e Wesley So)
    4. Os dois jogadores com a melhor pontuação no circuito Grand Prix 2017 (no momento, Shakhriyar Mamedyarov e Alexander Grischuk, ainda falta uma etapa)
    5. Um jogador indicado pela organização, acima de 2725 em qualquer lista de 2017.

A Copa do Mundo é a única maneira dos jogadores que não sejam da elite entrarem nesse ciclo. O que nos leva à última informação importante - como são definidas as 128 vagas da Copa do Mundo? vamos lá:

  • Atual campeão mundial;
  • 4 semifinalistas da última Copa do Mundo de 2015;
  • 2 campeões mundiais juvenis (sub-20) de 2015 e 2016;
  • 19 maiores médias de rating entre fevereiro de 2016 e janeiro de 2017;
  • 23 primeiros do Europeu Individual de 2016;
  • 22 primeiros do Europeu Individual de 2017;
  • 4 primeiros do Continental das Américas de 2016;
  • 6 primeiros (normalmente são 4) do Continental das Américas de 2017;
  • 5 primeiros do Campeonato Asiático de 2016;
  • 5 primeiros do Campeonato Asiático de 2017;
  • 2 primeiros do Campeonato Africano de 2017;
  • 25 vagas dos Torneios Zonais ao redor do mundo;
  • Primeiro colocado na ACP Tour que ainda não estiver classificado;
  • 5 indicações do Presidente da FIDE;
  • 4 indicações do Organizador.

Sobre o Campeonato mundial feminino:

A primeira campeã foi a russa Vera Menchik em 1927, e até hoje já vimos 16 jogadoras com o título (Xie Jun reconquistou o título uma vez, e Hou Yifan, duas vezes)

  1. Vera Menchik, 1927-1944
  2. Lyudmila Rudenko, 1950-1953
  3. Elisaveta Bykova, 1953-1956
  4. Olga Rubtsova, 1956-1958
  5. Elisaveta Bykova, 1958-1962
  6. Nona Gaprindashvili, 1962-1978
  7. Maia Chiburdanidze, 1978-1991
  8. Xie Jun, 1991-1996
  9. Susan Polgar, 1996-1999
  10. Xie Jun, 1999-2001
  11. Zhu Chen, 2001-2004
  12. Antoaneta Stefanova, 2004-2006
  13. Xu Yuhua, 2006-2008
  14. Alexandra Kosteniuk, 2008-2010
  15. Hou Yifan, 2010-2012
  16. Anna Ushenina, 2012-2013
  17. Hou Yifan, 2013-2015
  18. Mariya Muzychuk, 2015-2016
  19. Hou Yifan, 2016-2017
  20. Tan Zhongyi, 2017 - ?

O formato atual do Campeonato mundial feminino é alvo de crítica por algumas jogadoras, notadamente pela jogadora número 1 do mundo, a chinesa Hou Yifan, que já conquistou o título em três ocasiões. Hoje em dia, nos anos ímpares, é disputada a Copa do Mundo feminina de xadrez, que define a campeã mundial, e nos anos pares, um match é realizado entre a campeã e a vencedora do GP da FIDE. Hou Yifan decidiu não participar mais do ciclo em forma de protesto, e o match de 2018 deverá ser entre a atual campeã Tal Zhongyi, e a vencedora do GP 2015-16, Ju Wenjun, ambas chinesas.

 

E aí, ficou alguma dúvida sobre os campeonatos mundiais? Deixa aí nos comentários!

 

Links úteis: