Notícias
ACABADO DE SAIR: Dvorkovich Eleito Presidente da FIDE
Dvorkovich fazendo um curto discurso de vitória pouco depois de ter vencido as eleições.

ACABADO DE SAIR: Dvorkovich Eleito Presidente da FIDE

PeterDoggers
|
1 | Políticas do Xadrez

Arkady Dvorkovich foi eleito Presidente da FIDE para os próximos quatro anos na Assembleia Geral da Federação Mundial de Xadrez em Batumi, Georgia. Ele derrotou Georgios Makropoulos com 103 votos para 78 após Nigel Short ter retirado a sua candidatura ao último minuto.

As eleições presidenciais tiveram lugar no Sheraton Batumi hotel na Georgia, onde mais de 160 delegados se tinham reunido para a Assembleia Geral da FIDE. Primeiro, todos os três candidatos receberam a oportunidade de apresentar as suas equipas e os seus planos para a assembleia.

FIDE General Assembly 2018

A 89ª Assembleia Geral da FIDE hoje em Batumi.

Um sorteio tinha dado a Dvorkovich o número inicial. A árbitro internacional Carol Jarecki, que tinha sido nomeada como a presidente do comité de escrutínio, apresentou-o acidentalmente como o "grande mestre" Dvorkovich. A sua equipa incluía três GMs.

Lendo de um iPad, Dvorkovich começou por dizer que quer eliminar votos por procuração, e que planeia construir "uma instituição profissional, eficaz e transparente."

A sua mensagem incluiu um esforço por uma administração forte, financiamento a longo prazo através de patrocinadores corporativos, cortar os custos da FIDE, rever despesas, apoiar comissões, e resolver desigualdades com uma equipa de profissionais experientes.

Por último mas não menos importante, Dvorkovich prometeu um orçamento anual de 3 milhões de euros para países em desenvolvimento, e um orçamento total de 5 milhões.

null

Dvorkovich apresentando os seus planos para o futuro.

Dvorkovich não escondeu o seu entusiasmo quando se afastou do pódio, para apertar a mão dos membros da sua equipa, e dos outros dois candidatos antes de se sentar.

Nigel Short começou por recordar a todos das promessas falsas de Ilyumzhinov no seu discurso quatro anos antes. Short falou de um "potencial enorme" do xadrez que está a ser desperdiçado, e notou que 92% das receitas da FIDE vêm da comunidade xadrezista. "Vocês estão a ser ordenhados por uma administração muito medíocre. Isto é Makroeconomia."

Continuando duma forma determinada, Short criticou também fortemente a extensão do contrato com a Agon, as despesas de deslocação, e a falta de transparência em volta da situação bancária, chamando-a um "desgoverno numa escala enorme." Ele falou também duma "cultura aberta de intimidação."

E então, ele largou uma pequena bomba. Short anunciou o seu afastamento da corrida eleitoral, e o seu apoio por Dvorkovich.

Short mencionou os "muitos golos comuns," e assinalou a participação de Dvorkovich na organização da Copa do Mundo da FIFA na Rússia.

Ele terminou o seu discurso com a observação ´United, e não o Liverpool´, que era um trocadilho na direção de Malcolm Pein, que fazia parte da equipa de Makropoulos e é um ávido adepto do Liverpool.

O afastamento de Short não chegou como uma surpresa completa para aqueles que seguem de perto, tendo em conta a sua modesta campanha, e de abertamente tomar o partido de Dvorkovich durante as últimas semanas.

Não obstante, Short disse ao Chess.com que a decisão tinha apenas sido feita no dia anterior. "Nós tivemos uma reunião ontem de manhã. Nem todos partilharam a mesma opinião imediatamente, mas nós alcançámos um consenso. Muitas pessoas estavam a favor de mudança, e nós sabemos que muitos votaram por mim na primeira ronda, e Arkady na segunda. O pequeno perigo que havia é: se eu recebesse demasiados votos. Psicologicamente isto parece diferente depois da primeira votação. É basicamente um lance anti-Makro."

Short explicou que durante o período da campanha eles se encontraram mais do que uma vez, e descobriram que as suas ideias são muito semelhantes. Além disso, ele não tem sentimentos anti-Rússia tão fortes como outros—nota que a Federação Inglesa de Xadrez votou por Makropoulos em parte devido ao caso Skripal.

Short: "Bem, a Rússia não é provavelmente o meu país preferido do mundo, mas nós temos tido um presidente Russo [Ilyumzhinov - PD] por 23 anos. Mais preocupante para mim é o nepotismo, e eu podia usar outra palavra que começa com ´c´ sobre a presente administração. Eles são absolutamente incorrigíveis, e sórdidos."

Georgios Makropoulos foi o último a fazer o seu discurso, e este teve falta de vigor. Ele começou por declarar que ele não responderia a Short, mas acabou por o fazer ainda assim. Ele chamou ao afastamento de Short "desonesto" e resumiu realizações passadas tais como a organização das Olimpíades na década de 1980.

Qualquer que seja a opinião sobre o Grego de 65 anos, é evidente que ele tem dedicado a sua vida ao xadrez. "Dos três candidatos, eu sou o único que sabe o que as federações precisam" disse ele. Ele pediu por "dignidade e estabilidade dentro da família FIDE," mas com menos energia do que o habitual.

A votação foi feita com dois delegados ao mesmo tempo, mas ainda assim levou mais de 1,5 horas. A contagem levou outra hora mais ou menos.

Subitamente Jarecki regressou, e anunciou os números. Um voto foi declarado inválido uma vez que o comité não conseguiu estabelecer o voto. E depois, o resultado atual.

Makropoulos 78 votos. O aplauso já tinha começado. Dvorkovich: 103 votos. Mais, aplausos ruidosos, e Dvorkovich foi rapidamente rodeado por delegados dando-lhe os parabéns e os meios de comunicação rolando as suas câmeras.

Sentado ao lado do tesoureiro da FIDE Adrian Siegel, Makropoulos apertou também algumas mãos, e então o seu filho Iannis veio, e deu-lhe um abraço. Três décadas de trabalhar para a FIDE tinham chegado ao fim.

Dvorkovich é o sucessor do seu compatriota Ilyumzhinov, que foi presidente da FIDE entre 1995 e 2018. Inicialmente ele competia por outro termo, mas no fim de Junho ele desistiu, após a Rússia ter apoiado Dvorkovich.

Ilyumzhinov foi o líder com o segundo mais longo mandato na história da Federação Mundial de Xadrez. Alexander Rueb, o primeiro presidente da organização, manteve a posição durante mais dois anos, de 1924 até 1949.

Nas últimas eleições, em 2014, Ilyumzhinov derrotou Garry Kasparov convincentemente. Apenas um ano depois, problemas começaram quando ele foi colocado na lista de sanções do Departamento de Tesouro dos EUA por oferecer apoio ao governo da Síria.

O banco Suíço UBS fechou a conta da FIDE devido a isto, e então Makropoulos anunciou a sua candidatura para presidente da FIDE em Abril, desse modo afastando-se do presidente que ele tinha servido durante décadas.

Um nova era para o xadrez começa hoje—a era após-Ilyumzhinov. Recuperar uma conta bancária é um dos muitos problemas e desafios que a nova administração precisará de enfrentar.

Dvorkovich ticket

Da esquerda para a direita: Enyonam Sewa Fumey do Togo, a esposa de Dvorkovich Zumrud Rustamova, Dvorkovich, Zhu Chen, Bachar Kouatly, Mahir Mamedov. Julio Granda falta na foto porque ele teve de estar presente noutra reunião. | Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

Carol Jarecki

Carol Jarecki presidiu ao comité de escrutínio e anunciou os votos. | Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

Makropoulos and son

Makropoulos e o seu filho. | Foto: Maria Emelianova/Chess.com.


Gostarias de receber mais conteúdo de xadrez em Português? Segue estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez
Mais de PeterDoggers
Copa do Mundo da FIDE: Carlsen e Shankland vencem a primeira partida das quartas de final

Copa do Mundo da FIDE: Carlsen e Shankland vencem a primeira partida das quartas de final

Copa do Mundo da FIDE: Carlsen elimina Esipenko em um desempate épico

Copa do Mundo da FIDE: Carlsen elimina Esipenko em um desempate épico