Banido por trapaça, Igors Rausis participa de torneio com outro nome
Igors Rausis jogou no sábado usando um novo nome. Foto: I. Leitis/Valka.lv

Banido por trapaça, Igors Rausis participa de torneio com outro nome

PeterDoggers
PeterDoggers
|
3 | Jogadores de Xadrez

O IM Igors Rausis, que foi banido da FIDE e perdeu seu título de Grande Mestre depois de ser pego trapaceando, apareceu em um pequeno torneio rápido na Letônia no sábado. Ele estava jogando com um novo nome, mas retirou-se do torneio após protestos de um grande mestre letão.

O torneio de dois dias ocorreu neste fim de semana na cidade de Valka, a duas horas de carro a nordeste de Riga. Foi um evento comemorativo em homenagem ao jogador de xadrez letão, Vsevolods Dudzinskis, que faleceu em janeiro.

O evento foi relativamente pequeno, com apenas 37 participantes e um prêmio total de cerca de 1.000 euros. No sábado, houve um torneio rápido em que o vencedor recebeu 140 euros. No domingo, houve um torneio blitz com premiação de 100 euros para o primeiro lugar. O torneio de sábado teve oito rodadas com controle de tempo de 12’+5’’.

Foi só antes do início da terceira rodada que o GM Arturs Neiksans, o grande favorito e o único grande mestre no evento, percebeu que Igors Rausis também estava jogando. Ou melhor, Isa Kasimi, o novo nome que Rausis está usando agora. (Chess.com viu o seu novo passaporte, com o novo nome.)

Rausis Kasimi Valka
Rausis (no meio, com jaqueta marrom escuro) jogando na primeira rodada. Foto (cortada): I. Leitis/Valka.lv.

Embora as máscaras não fossem obrigatórias, alguns jogadores estavam usando e Kasimi começou a usar máscara a partir da segunda rodada (a foto acima é da primeira rodada). Neiksans disse que teve a impressão de que Kasimi estava tentando esconder sua identidade.

Em declarações ao Chess.com, Kasimi negou a acusação: "Sou uma figura conhecida no xadrez letão. Todos poderiam ter me reconhecido já na primeira rodada. Além disso, eu já tinha jogado dois torneios anteriores, um Fischer Random e um 'xadrez com dados', com meu novo nome".

Como Kasimi foi banido dos eventos da FIDE, Neiksans protestou. Ele pensou que os resultados do torneio seriam enviados à FIDE - mas acabou não sendo o caso.

"Antes de ir para Valka, confirmei duas vezes com a Federação de Xadrez da Letônia se o torneio valeria rating FIDE", disse Kasimi ao Chess.com. "Eles disseram que o torneio não estava registrado e, portanto, nunca será enviado para cálculo de rating."

Quando Neiksans questionou o organizador sobre a legitimidade da participação de Kasimi, ele decidiu chamar um dos árbitros principais da Letônia, que afirmou que era de fato legal que Kasimi jogasse. Neiksans continuou protestando até que Kasimi decidiu se retirar do torneio.

Neiksans escreveu uma postagem no Facebook em que pedia a opinião da Federação Internacional de Xadrez. O GM Hikaru Nakamura postou a postagem no Twitter, e logo depois o Diretor Geral da FIDE, Emil Sutovsky, respondeu.

Sutovsky confirmou que Kasimi foi autorizado a jogar o torneio, já que seu banimento se refere apenas a torneios da FIDE. O oficial da FIDE deu a entender que os organizadores locais deveriam banir o jogador dos seus torneios não-FIDE também: "Espero que os organizadores de tais torneios respeitem o espírito da decisão".

Neiksans disse ao Chess.com que o torneio era para ser registrado na FIDE, mas que o organizador não fez o registro a tempo. "Rausis encontrou uma brecha para jogar novamente", disse o grande mestre letão.

Embora reconheça que, legalmente, Kasimi tinha o direito de jogar, Neiksans considera isso moralmente errado: "Parecia que isso prejudicaria a memória de Vsevolods Dudzinskis, o meu antigo treinador, tendo um trapaceiro no seu primeiro memorial".

Kasimi disse ao Chess.com que mudou de nome no início deste ano por causa da foto nada lisonjeira que foi postada em várias publicações e nas redes sociais. Na foto, ele olha para o celular enquanto está sentado no vaso sanitário. A foto foi tirada durante uma partida em um torneio em Estrasburgo, em julho de 2019.

Igors Rausis toilet
A foto foi tirada em Estrasburgo e foi amplamente publicada.

Além do nome Rausis estar para sempre associado à foto, Kasimi disse que também mudou de nome porque sentia vergonha pela sua família. Ele agora usa o sobrenome da ex-mulher, com quem ele se dá bem.

Em dezembro de 2019, o jogador letão-tcheco de 59 anos foi destituído de seu título de GM e foi banido por seis anos pela Comissão de Ética da FIDE. Além do incidente em Estrasburgo, ele confessou ter usado seu telefone durante as partidas em dois casos anteriores e ter combinado antecipadamente o resultado de uma partida.

A comissão determinou que Rausis ainda pode jogar por correspondência ou xadrez online e também pode trabalhar como treinador particular, desde que não esteja envolvido em eventos oficiais da FIDE. Seu rating não foi alterado e ele manteve seus títulos de Mestre Internacional, Treinador FIDE e Árbitro Nacional.


Veja também:

Mais de PeterDoggers
Duda vence o Speed Chess Invitational e se classifica para o evento principal

Duda vence o Speed Chess Invitational e se classifica para o evento principal

O Gambito da Rainha: uma série da Netflix que dá destaque ao xadrez

O Gambito da Rainha: uma série da Netflix que dá destaque ao xadrez