Nakamura Não Para, Cruza o Oceano Para Vencer o Zurich Blitz

Nakamura Não Para, Cruza o Oceano Para Vencer o Zurich Blitz

O GM Hikaru Nakamura não pode parar de jogar xadrez. Nem o oceano não o consegue impedir.

Logo após a cerimónia de encerramento do campeonato dos EUA, ele participou na Terça-Feira Titulada do Chess.com a partir do aeroporto (e do avião!), depois levantou vôo e algumas horas depois de aterrar na Suíça ele venceu o torneio inaugural de Blitz do 2017 Korchnoi Zurich Chess Challenge.

Ele tenta vencer o evento principal pelo terceiro ano consecutivo.

null

A presença do GM Viktor Korchnoi está suspensa sobre o evento este ano. Ele esteve presente na cerimónia de abertura em 2016, o ano final da sua vida. O presidente da Federação Suíça de Xadrez Peter Wyss chamou à mudança de Korchnoi para a Suíça um "belo ímpeto" para a cultura do xadrez na sua nação. Korchnoi ainda vencia o campeonato Suíço aos 80 anos de idade.

Por sua própria admissão, Nakamura terá um ano de 2017 ainda mais ativo do que o do ano passado. Mas parece que o viajante inveterado só poderia ser interrompido hoje em dia por um vôo sobrevendido, o que não aconteceu, embora ele tivesse voado com a United!

"É simplesmente viajar, eu já faço isto desde os 12 anos de idade," disse ele ao Chess.com alguns dias antes. "Não deve fazer muita diferença."

E não fez.

Nakamura permaneceu invicto entre o plantel de oito jogadores com uma "modesta" pontuação vencedora +2, empatado com o GM Boris Gelfand mas vencendo em tiebreak para levar para casa um especial e inesperado "troféu Viktor 2017." O torneio não é um memorial, mas é dedicado ao homem que foi morar para a Suíça no fim da década de 1970. O GM Viktor Korchnoi faleceu em Junho de 2016.

null

A blitz de abertura contou somente para a posteridade para o ranking na evento combinado de Rápida/blitz (outro torneio de blitz de todos-contra-todos ira concluir o evento na Segunda-feira).

A tarde começou com uma faísca por um antigo campeão do mundo. O benfeitor do torneio, Oleg Skvortsov, anunciou publicamente que quer revolucionar o xadrez com o acelerar dos controles de tempo.

Ele colocou as suas próprias habilidades rápidas ao teste às 15:00 numa única partida de exibição contra o GM Viswanathan Anand. Skvortsov calcula o seu próprio rating como 2300, e previamente disse ao Chess.com que ele tem conseguido ocasionalmente vitórias inesperadas (depois de muitas partidas) em partidas informais contra alguns dos jogadores mundiais de elite. A partida foi jogada 30+10 para Skvortsov e 15+10 para Anand.

Ontem, Skvortsov não fugiu às complicações. Talvez, melhor dito, estas foram à procura dele.

null

Oleg Skvortsov reage ao inesperado sacrifício de dama do GM Viswanathan Anand.

O lance ...Qxg3+!! de Anand faz-nos pensar numa obra prima de Frank Marshall, um lance tão famoso que mesmos os ChessKids o conhecem. (Este repórter não viu nenhumas moedas de ouro sendo atiradas para o tabuleiro, embora Skvortsov esteja no negócio de pedras preciosas!).

null

Skvortsov e Anand no seu post mortem. Skvotsov disse ao Chess.com que ele viu um possível repetitivo com 19. Kg2 Bd5 20. Kh2 Be6, mas uma vez que empates são para ele talvez a coisa mais detestável no xadrez, ele escolheu continuar a jogar com 19. Bg5.

A partida atraiu até mais atenção depois de ter concluído. Não só debateram Skvortsov e Anand os lances finais, mas a eles se juntaram vários outros jogadores poderosos do xadrez.

null

Patricinador/jogador Oleg Skvortsov (de casaco azul) conversa com o GM Viswanathan Anand sobre a partida, enquanto o GM Jan Timman (na ponta esquerda) e o president da FIDE Kiran Ilyumzhinov (ponta direita) juntam-se também à discussão.

Pouco tempo depois da partida, os luminares na foto acima envergaram vestuário mais formal para o concerto anual. Skvortsov e a sua esposa Natalia investem bastante tempo planeando a música que abre o festival. Embora os quatro músicos tenham sido extravagantes na organização do programa de música, quando os arcos tocaram nas cordas a sua mestria foi evidente. O violinista Ilya Gringolts, violoncelista Boris Adriano, guitarrista moderno Dmitry Illarionov, e violista Leonard Schreiber entreterem por cerca de uma hora enquanto discursos de introdução preencheram as lacunas.

null

O concerto de abertura: Violista Leonard Schreiber (ponta esquerda) represente the performance opposite of Ilya Gringolts (ponta direita). O estilo de Schreiber é vigoroso e histriónico enquanto o de  Gringolts permaneceu mais em controle mas são ambos músicos de classe mundial e receberam o aplauso mais estrondoso durante o seu dueto.

Skvortsov recordou aos jogadores e à audiência o mantra de xadrez que o guia: Salvem o xadrez por favor, joguem para uma vitória," disse ele. "Como se costuma dizer, 'Bebam vinho, economizem água!'"

Bebendo o vinho metafórico cedo (e frequentemente -- somente um empate no total) esteve Gelfand. O Israelita começou com duas rápidas vitórias na ronda-robin 4+2 do evento. A primeira, contra o único jogador Suíço o GM Yannick Pelletier, foi particularmente agradável, mesmo com algumas imperfeições.

null

O GM Ian Nepomniachtchi (esquerda) e o GM Peter Svidler quase que não conseguem manter uma cara séria antes do início da ronda.

Gelfand venceu de novo na ronda dois para se tornar o líder exclusivo, mas depois defrontou Nakamura na ronda três. A velocidade e os bispos do Americano venceram depois de mais de 70 lances. As peças de Gelfand simplesmente não conseguiram achar uma maneira de agarrar o peão final de Nakamura.

A ronda quatro foi ativa. O GM Vladimir Kramnik e o GM Peter Svidler renovaram a sua amigável rivalidade de várias décadas. Num meio jogo igual, Svidler sofreu mais uma das incompreensíveis asneiras de "peça inteira" que ele tem lamentado recentemente na sua Entrevista em Podcast sobre Xadrez Perpétuo.

null

A competição e as festividades de abertura dentro do Hotel Savoy Baur en Ville, o mesmo local do ano passado. No entanto, todas a s partidas restantes serão jogadas na Kongresshaus Zurich, em conjunção com o evento aberto.

Também nessa ronda, Pelletier utilizou uma das mais fortes sequências que podes ver para suplantar o GM Ian Nepomniachtchi, um dos jogadores convidados para o Campeonato de Rápidas deste ano. Cada um dos doze lances do jogador Suíço de 21-32 foram capturas, xeques, ou ameaças. 

Lentamente, como a famosa raclette do país, a posição das Pretas derreteu debaixo da lâmpada de aquecimento.

Ainda na ronda quatro, Nakamura sobreviveu o que tinha parecido ser uma posição completamente desesperada contra o GM Grigori Oparin, que se qualificou para o evento ao ganhar o lugar automático disponível no torneio Nutcracker em 2016

Depois da partida, Nakamura disse pensar que a prisão invulgar como consequência de manter a torre na coluna-g não tinha sido grande coisa.

null

O antigo campeão do mundo GM Anatoly Karpov (esquerda) sentou-se ao lado do presidente da FIDE Kiran Ilyumzhinov para a blitz de abertura. Ilyumzhinov foi há dias despojado oficialmente dos seus poderes, e teve de regressar rapidamente a Zurique depois de deixar a reunião do conselho presidencial da FIDE de Atenas, em 10 de Abril.

Svidler tentou beber algum daquele vinho fortificado contra Pelletier. Parece que estavam todos ontem a tentar dar mate ao rei rocado do jogador da casa, mas Pelletier defendeu-se bem desta vez.

Gelfand ainda liderava por meio-ponto sobre Nakamura à entrada da ronda final. Depois do Americano apertar a mão de Anand e empatar um meio-jogo igual, tudo o que Gelfand pôde fazer foi segurar a sua pior posição contra Nepomniachtchi.

O peão extra do Russo foi convertido com uma técnica decente e um tardio mas compreensível deslize de Gelfand. Se o playoff do campeonato dos EUA nos ensinou alguma coisa, foi que os cavalos devem ser temidos quando os relógios ficam sem tempo.

O torneio de abertura contou para o ranking inicial do torneio, e os cobiçados lugares eram os primeiros quatro uma vez que ganham mais vezes com as Brancas do que com Pretas. Para além de Nakamura e Gelfand, o terceiro lugar foi Kramnik e o quarto foi Nepomniachtchi.

O evento de sete-rondas rápidas (45+30 e requerendo notação; um aumento de 40+10 do ano passado) irão atribuir dois pontos às vitórias. A primeira ronda é hoje à noite às 17:00 Central. A blitz que conclui o dia final do torneio irá contar um ponto para cada vitória. 

Para além da ronda-robin de xadrez rápido e blitz de encerramento do torneio, há também um torneio aberto que tem lugar paralelamente com o torneio por convite. Mais de uma dúzia de jogadores de 2600 irão competir, incluindo os GM Alexei Shirov ( vice-campeão do Nutcracker 2016), Alexander Motylev, Eltaj Safarli, Eduardo Itturizaga, e Loek van Wely.

Peter Doggers contribuiu para esta reportagem .

Desafio Aberto de Xadrez de Zurique | Blitz de Abertura

# Fed Name Rtg Perf 1 2 3 4 5 6 7 8 Pts SB
1 Nakamura,Hikaru 2865 2762 1 ½ ½ ½ ½ ½ 1 4.5/7 15.25
2 Gelfand,Boris 2745 2778 0 ½ 0 1 1 1 1 4.5/7 13.50
3 Kramnik,Vladimir 2744 2727 ½ ½ 1 0 ½ 1 ½ 4.0/7
4 Nepomniachtchi,Ian 2793 2670 ½ 1 0 1 1 0 0 3.5/7 13.25
5 Anand,Viswanathan 2766 2674 ½ 0 1 0 ½ ½ 1 3.5/7 11.50
6 Oparin,Grigoriy 2571 2651 ½ 0 ½ 0 ½ ½ 1 3.0/7
7 Svidler,Peter 2797 2568 ½ 0 0 1 ½ ½ 0 2.5/7 9.00
8 Pelletier,Yannick 2541 2652 0 0 ½ 1 0 0 1 2.5/7 8.00

Reportagens anteriores:

Mais de FM MikeKlein
Armenia Eagles Vencem PRO Chess League Em Triplo Prolongamento

Armenia Eagles Vencem PRO Chess League Em Triplo Prolongamento

Aronian Vence Gibraltar Chess Em Playoff

Aronian Vence Gibraltar Chess Em Playoff