PRO Chess League Anuncia Equipas Retornando, Novo Sistema de Qualificação

PRO Chess League Anuncia Equipas Retornando, Novo Sistema de Qualificação

Demasiada excitação não é normalmente um problema no mundo do xadrez, mas o ano inaugural do Professional Online Rapid (PRO) Chess League lutou exatamente com esse "problema." Em ano dois, a liga (que é em parte propriedade do Chess.com) anunciou algumas mudanças estruturais.

A liga mundial beneficiou de ter os dois jogadores mais cotados do mundo nas finais no princípio deste ano, mas muito antes dos Saint Louis Arch Bishops vencerem o torneio, 47 outras equipas abrangeram um contingente considerável dos cinco-continentes. Praticamente todos os grupos respeitáveis de jogadores puderam participar neste experiência nascente.

null

Todas as oito equipas finais receberam um registo automático para a época de 2018 do PRO Chess League, incluíndo os vencedores. Os Saint Louis Arch Bishops são vistos aqui a celebrar no piso superior do Chase Park Plaza Hotel.

Oferecer cobertura de todos esses jogadores e seguir todas essas partidas tornou-se muito difícil, e por isso a PRO Chess League irá ser reduzida em um terço. Em vez de 48 equipas em quatro divisões de 12, o segundo ano irá ter somente 32 equipas, distribuídas de novo por quatro divisões.

O Comissário da Liga IM Greg Shahade declarou que o primeiro ano tinha sido um pouco "demasiado grande e caótico" quando ele anunciou as mudanças.

Em comparação, 32 equipas é cerca do tamanho das quatro ligas de desportos maiores nos EUA, mas ainda consideravelmente maior do que muitas ligas de futebol nacionais tais como a English Premier League ou a German Bundesliga.

Falando de futebol, a PRO Chess League irá utilizar alguns procedimentos daquele desporto, mais especificamente as regras de promoção e rebaixamento. A imitação não é exacta uma vez que não existe uma "segunda liga" para onde rebaixar as equipas, nem de onde extrair equipas. Em vez disso, Shahade explicou que 24 equipas irão obter uma qualificação automática para a época de 2018, enquanto todas as outras serão convidadas para competir nos oito lugares restantes.

null

Todos os jogadores no estandarte em cima tiveram as suas equipas a qualificarem-se para o segundo ano!

Shahade listou os critérios para qualificação automática, que foi baseada numa combinação destes factores:

  • Classificação final em 2017
  • Desempenho nos canais sociais
  • Entusiasmo da direcção da equipa
  • Comercialização dos jogadores

Shahade disse que as últimas oito equipas que se qualificaram na última época ficaram qualificadas automaticamente de acordo com o seu primeiro critério.

Daí, ele passou para os outros três atributos.

null

Os Reykjavik Puffins estão de volta, ajudados por um dos mais populares comunicados sociais da época, "The Puffins, the Puffins..."?

"Foi uma decisão difícil para nós," disse Shahade. "Nós tínhamos bem mais do que 24 equipas que teríamos gosto em ter de volta e desejamos que elas joguem nas eliminatórias." (Mais sobre isso em baixo.)

Como tal, estas duas dúzias de equipas ficaram qualificadas e serão convidadas para jogar no segundo ano:

Divisões Central e do Leste

Norway Gnomes (2017 runner-up)

Stockholm Snowballs

Marseille Migraines

Gorky Stormbringers

London Lions

London Towers

Delhi Dynamite

Amsterdam Mosquitoes

Reykjavik Puffins

Riga Magicians

Ljubljana Direwolves

Cannes Blockbusters

null

Infelicidade para os Mumbai Movers: Eles foram aos playoff e perderam por uma pequena margem na primeira rodada para os eventuais finalistas, os Norway Gnomes. Agora eles terão de se qualificar  para jogar na segunda época.

Divisões do Atlântico e do Pacífico

Saint Louis Arch Bishops (campeões de título)

Montreal Chessbrahs

Webster Windmills

Buenos Aires Krakens

San Jose Hackers

Dallas Destiny

San Diego Surfers

Montclair Sopranos

Pittsburgh Pawngrabbers

Miami Champions

Rio Grande Ospreys

Las Vegas Desert Rats

null

Os Toronto Dragons perderam pela margem mais pequena na rodada-um dos playoff (8.5-7.5). Isso quer dizer que eles terão também de se qualificar para jogar na próxima época.

As outras 24 equipas do primeiro ano, assim como quaisquer outros grupos novos que desejem competir, são elegíveis para uma qualificação para o torneio. Isso irá determinar seis dos restantes oito lugares abertos. Shahade disse que ele conta com a participação de mais de 24 equipas uma vez que tem havido interesse de novos mercados. 

O torneio, que irá ser disputado em dois "ciclos," está agendado tentativamente para os Sábados em Outubro (com os horários exatos para determinar). Aqui está uma visão geral do formato, que irá recorrer duas vezes -- uma vez para as equipas das Américas e uma para as equipas da Europa/Africa (equipas da Ásia ou Austrália podem ser inseridas em qualquer uma delas da maneira que acharem mais conveniente para a sua zona horária):

Rodada Preliminar

  • 15-rodadas do formato Suíço
  • 3+2 controle de tempo
  • Cada equipa submete um alinhamento de quatro jogadores que obedece às restrições de rating da PRO Chess League (ler A.2 nas regras oficiais)
  • Após 15 rodadas, as pontuações dos quatro jogadores de cada equipa são adicionados, e as equipas com pontuações mais altas qualificam-se para os confrontos de eliminação-única na rodada de nocaute

Rodada de Nocaute

  • Confrontos Individuais que seguem exatamente o formato padrão da PRO Chess League (15+2 controle de tempo, formato de Scheveningen)
  • As três equipas com as melhores pontuações da rodada-um jogam com as três equipas com classificações mais baixas dessa rodada; o vencedor qualifica-se oficialmente para a 2018 PRO Chess League
  • A equipa com a melhor pontuação pode escolher o seu oponente de entre as três equipas com pontuações mais baixas
  • A equipa com a segunda melhor pontuação escolhe dos restantes dois oponentes, enquanto que a terceira classificada emparceira automaticamente com a equipa restante
  • A equipa com a melhor pontuação irá jogar de brancas no tabuleiro um vs confronto do tabuleiro um

Desta forma, três equipas qualificam-se para a época em cada um dos dois ciclos.

Uma vez que 24+6=30, como se irá então decidir quem vão ser as duas equipas finais? Serão os adeptos a escolher! Em cada ciclo, haverão três equipas que passam da rodada preliminar mas que perdem nos confrontos individuais. Essas três equipas serão imediatamente colocadas num quadro da página inicial do Chess.com, e os fãs irão decidir qual das três eles gostariam mais de ver na liga em 2018. 

Isso dá também início ao sistema regular de promoção e "rebaixamento" (como lhe chamam nas ligas de futebol Americano e futebol). No fim da época de 2018, as duas equipas que ficarem no fundo de cada divisão (um total de oito equipas) perderão automáticamente a qualificação para 2019. 

null

Os processos de qualificação/rebaixamento da liga terão uma parecença vaga com a de muitas ligas nacionais de futebol na qual o campeão do mundo se sentiria também em casa. | Foto Maria Emelianova

Ao contrário das ligas de futebol, as equipas não podem ser desprovidas durante a próxima época inteira uma vez que elas seriam então capazes de se qualificar atravês de um sistema semelhante como o de cima (o processo portanto parece-se com o do golfe onde aqueles fora da lista de prêmios principais podem ir para a "Escola-Q" no fim da época). 

"Desta maneira irá haver não só uma luta para a qualificação dos playoff em cada época, mas também uma batalha para evitar ser uma das duas equipas no fundo da tabela em cada divisão," disse Shahade.

Shahade disse que uma lista completa de regras e procedimentos será publicada em breve.


Gostarias de receber mais conteúdo de xadrez em Português? Segue estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez
Mais de FM MikeKlein
Olimpíadas de Xadrez: China Conquista Ouro Duplo

Olimpíadas de Xadrez: China Conquista Ouro Duplo

Carlsen, Caruana, Aronian Ganham Todos Títulos na Sinquefield Cup Playoff Abandonado

Carlsen, Caruana, Aronian Ganham Todos Títulos na Sinquefield Cup Playoff Abandonado