So Apodera-se da Liderança nos Campeonatos de Xadrez dos EUA

So Apodera-se da Liderança nos Campeonatos de Xadrez dos EUA

É Wesley So o jogador mais forte do mundo?

Ele tem uma grande montanha a escalar chamada Carlsen, mas cada dia ele torna o seu caso um pouco mais atraente embora ele nunca o dissesse em voz alta. 

Recapitulando: ele não perdeu uma partida clássica desde 7 de Julho de 2016. Ele venceu o Sinquefield Cup, o Clássico de Xadrez de Londres, o Tata Steel, e tão recentemente como na semana passada, ele foi nomeado o jogador mais valioso (MVP) do PRO Chess League. Agora nos Campeonatos dos EUA, ele encontra-se claramente em primeiro lugar.

Foto Principal cortesia de Lennard Ootes para o Chess Club and Scholastic Center de Saint Louis.

Ele tomou a dianteira na ronda quatro com uma vitória interessante contra o GM Alexander Onischuk que provou ser a única partida decisiva dessa ronda. Apesar de uma partida acidentada contra o numero três do mundo Fabiano Caruana na ronda três, So foi característico do ano passado: jogo suave e preciso e uma disposição paciente para ganhar os pontos como estes se apresentem.

Um empate na ronda cinco contra o GM Yaroslav Zherebukh manteve So em primeiro lugar, mas também quis dizer que ele tinha atualmente perdido uma fração de um ponto de rating. As margens são escassas acima de 2800!

Entretanto, Caruana continua a jogar xadrez poderoso em geral sem acumular nenhuma pontos completos. Ele aplicou pressão a ambos Nakamura e So (mas sofreu na ronda contra Xiang), e ele estava provavelmente a vencer o seu final de torre contra Onischuk na ronda cinco, mas ele ainda está em 50 porcento.

null

Foto cortesia de Austin Fuller para o Chess Club and Scholastic Center de Saint Louis.

Enquanto o estatuto de So no topo esteve incontestado depois da ronda cinco, a ronda teve ação abundante com três partidas fascinantes e decisivas. Talvez a melhor tenha sido o estrangulamento posicional do GM Gata Kamsky's ao Campeão Mundial de Juniores o GM Jeffery Xiang.

null

Foto cortesia de Austin Fuller para o Chess Club and Scholastic Center de Saint Louis.

Ray Robson também colocou o seu voto para brilhantismo (embora um pouco imperfeito) com uma abordagem mais agressiva contra o GM Alexander Shabalov. Como notaram os anfitriões, podes ter a certeza que Robson estava indo bem porque ele tinha mais tempo de sobra do que o seu adversário.

Uma partida que conteve bastante interesse, mas também algumas falhas, foi o duelo entre o GM Varuzhan Akobian e Sam Shankland em que Akobian pareceu perto de vencer a partida logo após a abertura. Depois de alguns erros, Shankland podia ter empatado miraculosamente num final de torres, mas ele rejeitou a linha chave. Certo de que tinha perdido, ele disse num post-mortem, "O computador estava errado. Este tinha as Brancas a ganhar. Nós verificámos."

null

Foto cortesia de Austin Fuller para o Chess Club and Scholastic Center de Saint Louis.

null

null

Gráficos courtesia de Spectrum Studios.

Campeonatos de Senhoras dos EUA: As 'Três Grandes' partilham a Liderança

Depois da ronda cinco, a GM Irina Krush, a IM Anna Zatonskih e IM Nazi Paikidze, as três favoritas em pré-torneio, todas têm 3,5/5 e uma fatia da liderança. No entanto, todas percorreram diferentes percursos para a vitória. Por exemplo, Krush perdeu na ronda quatro contra Jennifer Yu depois de avaliar erradamente uma transição de final de partida, mas ela venceu na ronda cinco depois da sua oponente, a WIM Emily Nguyen, ter feito o mesmo.

null

Foto cortesia de Austin Fuller para o Chess Club and Scholastic Center de Saint Louis.

Zatonskih e Paikidze ambas derrotaram a WFM Apurva Virkud em rondas quatro e cinco respetivamente enquanto Paikidze também venceu uma boa partida contra a WFM Carissa Yip na ronda cinco.

null

Foto cortesia de Austin Fuller para o Chess Club and Scholastic Center de Saint Louis.

Talvez a partida mais interessante da ronda cinco na divisão das senhoras tivesse sido Yu vs WGM Anna Sharevich. Múltiplas partidas na seção das senhoras tem sido divididas em fases prolongadas, e esta foi semelhante. Sharevich teve uma posição de abertura esmagadora, e depois ela permitiu uma quase fortaleza antes de concluir as coisas num final de partida instrutivo.

null

Foto cortesia de Austin Fuller para o Chess Club and Scholastic Center de Saint Louis.

null

null

Gráficos cortesia de Spectrum Studios.

Reportagens anteriores:

Mais de NM SamCopeland
6 Equipas Qualificadas Para o PRO Chess League; Tu Escolhes Mais 2!

6 Equipas Qualificadas Para o PRO Chess League; Tu Escolhes Mais 2!

Aronian Não Consegue Quebrar Ding na Final da Taça do Mundo Partida 1

Aronian Não Consegue Quebrar Ding na Final da Taça do Mundo Partida 1