Artigos
Artigos
As ideias mais interessantes de aberturas do Candidatos 2022

As ideias mais interessantes de aberturas do Candidatos 2022

GMRafpig
| 37 | Teoria de Aberturas

O Torneio de Candidatos da FIDE 2022 terminou recentemente com uma vitória convincente do GM Ian Nepomniachtchi. Os melhores enxadristas do mundo se preparam durante meses para um torneio tão importante e tentam encontrar novas ideias de aberturas. A questão para os jogadores amadores é: o que pode ser aprendido com essas batalhas de aberturas e como eles podem usar essas ideias em suas próprias partidas?

GM Ian Nepomniachtchi won the 2022 Candidates Tournament.
O campeão do Torneio de Candidatos 2022, GM Ian Nepomniachtchi. Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

Neste artigo, selecionei algumas variantes jogadas no Torneio de Candidatos que podem fazer parte do arsenal de qualquer jogador. Minhas sugestões precisavam atender aos seguintes requisitos:

  1. As linhas não podem ser teorias pesadas. Qual é o sentido de tentar aprender algo novo no lance 20 da Siciliana Najdorf? Eu quero algo que não seja muito difícil de aprender e que você possa começar a usar em suas partidas imediatamente.
  2. As linhas devem surpreender um pouco o seu oponente. Vamos levá-los para um território desconhecido.

É claro que o mundo inteiro viu as partidas do Candidatos, mas nem todos irão estudá-las a fundo. Por isso vou sugerir uma nova ideia em cada uma das linhas que proponho, para que você tenha a chance de surpreender seu oponente.


Uma nova ideia contra a Siciliana Taimanov

Na primeira rodada, o GM Richard Rapport optou por jogar a Taimanov, uma variante boa e confiável da Defesa Siciliana. O GM Jan-Krzysztof Duda jogou o surpreendente 5.Bf4!?, levando a uma posição quase sem teoria, um grande feito em qualquer variante da Siciliana.

Essa linha secundária funcionou muito bem, e Duda estava ganho desde a abertura. Isso é especialmente surpreendente, já que o próprio Rapport foi o único jogador de alto nível a tentar 5.Bf4!

Richard Rapport and Jan-Krzysztof Duda in the first round of the 2022 Candidates Tournament
Rapport e Duda jogaram uma partida interessante na primeira rodada do Candidatos. Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

Na análise abaixo, eu mostro possíveis melhorias para ambos os lados. Espero que essa linha se torne popular. Eu certamente vou tentar isso nas minhas partidas no Titled Tuesday – embora isso não tenha qualquer relevância para a futura teoria de abertura.

Cravando o Muro de Berlim

O que fazer contra a Defesa Berlinesa? Nenhum jogador de 1.e4 fica feliz em ver essa variante no tabuleiro. Não foi surpresa que tenha sido jogada em várias partidas durante o Candidatos.

Minha sugestão, mais uma vez, é jogar como Duda. Na sua partida da quarta rodada contra o GM Teimour Radjabov, ele novamente desenvolveu seu bispo no lance 5, desta vez uma casa mais acima na diagonal: 5.Bg5!?.

Duda-Radjabov Candidates Tournament 2022
O jogo de Duda deixou Radjabov desconfortável. Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

As Negras podem ficar nervosas quando seu cavalo de f6 está cravado. Duda conseguiu uma vantagem na abertura, e eu mostro mais opções para os dois lados na análise da partida.

Uma ideia fracassada da Catalã pode ser melhorada

Na sexta rodada do torneio, o GM Alireza Firouzja enfrentou o GM Fabiano Caruana e decidiu jogar uma linha secundária da Abertura Catalã, escolhendo o raro 6.Dd3. O GM Boris Gelfand tentou algumas vezes, então não pode ser ruim.

Caruana, que até aquele momento estava fazendo um torneio esplêndido, fez lances naturais, igualou sem problemas e venceu a partida de forma convincente. Mas o experimento de Firouzja não vale outra tentativa?

Nakamura diz "Vem cá, neném" para a Najdorf

O GM Hikaru Nakamura teve duas vitórias em duas partidas contra a Siciliana Najdorf usando um lance que costuma surpreender os simpatizantes desta magnífica variante. Depois de 6.Be3 e5, eles geralmente esperam o recuo do cavalo para b3, seguido de ataques em flancos opostos e muitas variantes memorizadas.

Mas e se você colocar o cavalo em outra casa – um lance igualmente venenoso, mas com menos teoria? Funcionou no Torneio de Candidatos e pode funcionar para você também, embora jogar como Nakamura seja um pouco difícil. Ainda assim, vamos dar uma olhada nestas duas partidas.

Hikaru Nakamura at the Candidates.
Depois de um lance incomum de cavalo, você só precisa jogar como Nakamura para vencer. Um pouco difícil, mas sempre se pode tentar, certo? Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

Na 10ª rodada contra o Firouzja, a posição entrou rapidamente em território desconhecido. Muitas ideias novas podem ser descobertas após o raro 7…Cc6. Sugiro uma ideia diferente para as Brancas no lance 9. As Negras precisam jogar com muita precisão para sobreviver.

Nakamura também venceu Duda na Najdorf na 13ª rodada. Ele decidiu repetir a variante e escolheu o moderno 8.h3 na linha principal, onde é possível iniciar um ataque brutal com g2-g4, e a partida pode sair do controle muito rapidamente. Uma nova ideia, uma surpresa para seu oponente e caos no tabuleiro? Eu gosto disso!

Apimentando a Italiana

A Abertura Italiana, especialmente a Giuoco Pianíssimo, com todas as suas manobras de peças e jogo posicional lento é uma das aberturas mais difíceis de entender. São tantas ordens de lance, tantos planos possíveis, que fica difícil saber o que é realmente bom.

Que tal simplificar um pouco o jogo das Negras? Vamos seguir os passos do grande especialista Caruana, abrir uma fileira perto do rei adversário e tentar atacar. Para ser sincero, essa estratégia não funcionou muito bem para o GM americano em sua partida da 10ª rodada contra Duda, mas eu tenho uma melhora e acredito que a posição das Negras é boa.

A variante bullet contra a Petroff

Como já se sabe, Firouzja jogou centenas de partidas ultrabullet após sua derrota para Nakamura na 10ª rodada. No dia seguinte, ele teve que enfrentar o líder do torneio, Nepomniachtchi, e sua sólida e bem preparada Defesa Petroff.

O que fazer se você passou uma noite sem dormir e não se preparou profundamente? Você joga uma linha secundária que mantém as peças no tabuleiro e leva a posições desconhecidas. Não sei se o lance 5.c4 já tem nome, mas vou chamá-lo de “Variante Bullet”. Espero que ninguém fique bravo comigo.

Alireza Firouzja played hyperbullet to prepare for his game against Ian Nepomniachtchi
Depois de muitas partidas ultrabullet, Firouzja estava contando com uma linha secundária da Petroff para igualar a posição. Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

Como você deve saber, a partida terminou em tragédia para Firouzja, mas a linha escolhida é tão ruim assim? E se tentarmos melhorar o jogo das Brancas e dar à Petroff uma punição bem merecida? Isso é um pouco otimista, mas acho que a variante pode ser tentada novamente.

Espero que você, caro leitor, possa usar pelo menos uma dessas ideias em alguma das suas partidas, seja em um torneio ou em uma partida de blitz online. Boa sorte!