Anand Começa Com Derrota na Rodada 2 da Taça do Mundo

Anand Começa Com Derrota na Rodada 2 da Taça do Mundo

A rodada dois da Taça do Mundo da FIDE em Tbilisi começou com uma derrota chocante para Vishy Anand. O cinco vezes campeão do mundo "exerceu uma brilhante excessiva pressão" numa posição boa contra Anton Kovalyov do Canadá, e precisa de vencer a sua segunda partida para permanecer no torneio.

Anand trocando planilhas pouco depois de capitular a sua partida. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Num recinto meio vazio, de onde 64 cadeiras, 32 tabuleiros e 1.024 peças tinham sido removidas, a metade vitoriosa da primeira rodada entrou para uma rodada nova. Factos curiosos: todos os Russos que não jogaram contra um compatriota conseguiram qualificar-se (18 em 20). E dois confrontos da rodada-dois foram os mesmos de há dois anos atrás: Giri-Motylev, e Harikrishna-Sethuraman.

Muitos jogadores pareceram cautelosos neste quarto dia da Taça do Mundo. Só sete das 32 partidas terminaram decisivamente.

2017 Taça do Mundo | Rodada 2 Dia 1 Resultados

Fed Player Fed Player Classical Rapid Blitz Score
Dreev (2648) Carlsen (2827) 0-1
Bacrot (2728) Bu (2714) ½-½
Svidler (2756) Erdos (2619) ½-½
Onischuk (2682) Wojtaszek (2739) ½-½
Vachier-Lagrave (2804) Grachev (2654) 1-0
Tari (2588) Lenderman (2565) ½-½
Cori (2648) Grischuk (2788) ½-½
Navara (2720) Cheparinov (2695) 1-0
Kramnik (2803) Demchenko (2650) 1-0
Duda (2698) Ivanchuk (2727) ½-½
Motylev (2668) Giri (2777) ½-½
Harikrishna (2741) Sethuraman (2617) ½-½
Hou Yifan 2670) Aronian (2802) ½-½
Matlakov (2728) Andreikin (2708) ½-½
Karjakin (2780) Dubov 2666) ½-½
Artemiev (2692) Radjabov (2742) ½-½
So (2792) Bluebaum (2633) ½-½
Tomashevsky (2710) Vallejo (2717) ½-½
Adhiban (2670) Nepomniachtchi (2741) ½-½
Yu Yangyi 2750) Jobava (2702) ½-½
Bruzon (2651) Nakamura (2781) ½-½
Fedoseev (2731) Inarkiev (2694) 1-0
Anand (2794) Kovalyov (2649) 0-1
Rodshtein (2695) Adams (2738) ½-½
Lenic (2646) Caruana (2799) ½-½
Vitiugov (2728) Najer (2694) ½-½
Wei Yi (2748) Rapport (2675) ½-½
Sevian (2610) Li Chao (2745) ½-½
Mamedyarov (2797) Kuzubov (2688) ½-½
Wang Hao (2701) Gelfand (2737) ½-½
Kravtsiv (2670) Ding Liren (2771) ½-½
Le (2739) Vidit (2702 0-1

"Se tivesse funcionado teria sido a partida do ano." Kovalyov admitiu que o sacrifício do seu oponente foi bastante bonito, mas havia um problema. Não deu resultado. 

Anand tinha configurado fortemente a partida, começando com uma novidade na Najdorf 6.h3 que tinha um plano bem delineado por detrás. Ele deve ter passado bastante tempo na sua preparação.

A posição de Anand era prometedora ("uma posição onde as Pretas estão a lutar pela sobrevivência sem um indício de derrota envolvido para as Brancas" — Dejan Bojkov) mas ele recebeu só dois peões por uma peça, e ao fazer alguns lances únicos Kovalyov escapou as ameaças e então consolidou.

null

Anand exerceu demasiada pressão e não conseguiu que o seu sacrifício desse resultado. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

"Eu achei que não devia estar perdido naquela posição," disse Kovalyov, que está a fazer o seu Mestrado no Texas e até estuda durante a Taça do Mundo. Anand pode ser eliminado por alguém que nem é de momento um jogador profissional.

Dejan Bojkov's Game of the Day

null"Aliado de Geração" Vassily Ivanchuk olhando para a posição de Anand. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Magnus Carlsen causou uma impressão excelente na sua partida de pretas com Aleksey Dreev, um dos jogadores mais experientes em campo. Numa Ragozin Carlsen obteve um peão passado protegido em b3 mas pareceu estar a perdê-lo pouco depois na medida que o forte centro das Brancas afastariam o bispo preto que o protegia.

No entanto, Carlsen achou uma maneira de manter o peão (ao jogar o Lance do Dia de Bojkov!), embora ele ainda não pensasse que o final estivesse decidido. "Mas por alguma razão ele foi-se abaixo muito rapidamente," disse Carlsen.

null

O árbitro recebendo uma cópia da planilha de Carlsen. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Outro campeão do mundo pareceu em boa forma neste dia (e claramente melhor do que na sua última partida). Vladimir Kramnik suplantou bem o seu compatriota Anton Demchenko. Começando dum duplo fianchetto ele alcançou uma versão boa duma g3-Índia de Rei onde as Brancas já tinham ganho algum espaço na ala de dama. A partir daí foi uma partida muito forte por Kramnik.

null

Uma partida muito forte por Kramnik vs Demchenko. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Podes ter reparado que Dejan Bojkov está a oferecer uma Partida e um Lance do Dia nestes relatórios. Se houver uma, ele envia também a Asneira do Dia e para esta rodada esta aconteceu na partida David Navara vs Ivan Cheparinov. A partida pode ter parecido como um brilhantismo, mas na realidade Navara não estava satisfeito com o seu desempenho e chamou-a de "uma partida esquisita."

null

Cheparinov cometeu uma asneira em dificuldades de tempo naquela que foi uma partida esquisita. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Vladimir Fedoseev começou com uma derrota na sua primeira partida e esteve pior na segunda, mas conseguiu ainda avançar para a segunda rodada. Nesta ele começou muito melhor, e derrotou Ernesto Inarkiev noutro confronto todo-Russo. Foi um interessante Dragão da Siciliana onde as Brancas começaram com lances clássicos tais como Be2 e Cb3, mas então procederam a atacar com g4 e h4.

null

Bem jogado por Fedoseev no Dragão da Siciliana. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Maxime Vachier-Lagrave teve de trabalhar um pouco pelo seu ponto, mas no fim ele venceu convincentemente também. A Siciliana de Nimzowitsch de Boris Grachev foi atraente, mas talvez não para MVL, que começou a pensar a partir do lance três e jogou um raro 5.e6!? depois de pensar por 7,5-minutos.

A abertura foi bastante turva e Grachev devia ter definitivamente ter jogado 9...Cde5. Em vez disso ele decidiu sacrificar dois peões, mas recebeu compensação, talvez, por um. Vachier-Lagrave esteve à altura da tarefa técnica e venceu agradavelmente no fim.

null

Surpreender MVL com a Siciliana de Nimzowitsch não foi suficiente para Boris Grachev conseguir salvar a partida. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Ao fim do dia mais uma partida decisiva seguiu-se. Vidit Santosh Gujrathi derrotou Le Quang Liem com as peças pretas a partir dum meio-jogo de Ragozin sem damas. A estrutura de peões fazia lembrar uma Grünfeld, e neste caso as Brancas não foram capaz de proteger o seu centro sem perder um peão na ala de dama. Eventualmente Vidit decidiu a partida num final de torre, em que ele alcançou a posição de Lucena ao lance 70.


null

Vidit olha com confiança para o seu final de torre com Le. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Um dos empates mais curtos foi Hou Yifan vs Levon Aronian, onde é bastante possível que o jogador Arménio estivesse ainda na sua preparação do fim (e talvez também Hou). Houve uma possibilidade interessante das Brancas evitarem a repetição, onde o computador cospe alguns lances extraordinários que levam a uma posição em que as Pretas têm uma torre e bispo por uma dama. Esta pode estar também empatada.

E o empate entre Baskaran Adhiban e Ian Nepomniachtchi também não deve deixar de ser mencionado. Tal como em Janeiro em Wijk aan Zee eles jogaram uma interessante Najdorf 6.Bg5 mas desta vez houve teoria por muito tempo. Mas não foi menos espetacular!

null

Adhiban, tomou parte noutra penetrante Najdorf com Nepomniachtchi. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

null

Lenderman e Tari empataram antes deste último precisar de gastar todas as suas reservas. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

null

Bu Xiangzhi oferecendo um empate a Etienne Bacrot (que foi aceite). | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

null

Ivanchuk alcançou um empate muito fácil vs Duda. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

nullNa sua primeira partida em Tbilisi Alexander Onischuk empatou com Radek Wojtaszek. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

null

A Francesa predileta de Matthias Bluebaum salvou o dia vs So. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

null

Grischuk numa das suas famosas dificuldades de tempo, empatando com Cori. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova. 

Partidas de TWIC.

A Copa do Mundo tem lugar de 3-27 de Setembro em Tbilisi, Georgia. Cada rodada consiste de duas partidas de clássicas (quatro na final), e possivelmente um tiebreak de rápidas e blitz ao terceiro dia. O fundo total de prémios é de $1,6 milhões com um primeiro prémio de $120.000. Para além disso, os primeiros dois classificados ficarão apurados para o Torneio dos Candidatos de 2018.

O Chess.com transmite as partidas no Chess.com/Live. Em adição, podes ver o comentário em direto no Chess.com/TV oferecido pelos Chessbrahs, que inclui alguns dos melhores comentadores no planeta: GM Eric Hansen, GM Robin van Kamen, GM Yasser Seirawan e o IM Aman Hambleton.


Relatórios anteriores:


Gostarias de receber mais conteúdo de xadrez em Português? Segue estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez
Mais de PeterDoggers
Caruana Vence o Norway Chess

Caruana Vence o Norway Chess

Ju Wenjun Vence Campeonato Mundial de Senhoras

Ju Wenjun Vence Campeonato Mundial de Senhoras