Batumi Chess Club NONA Vence 3º Título ECC

Batumi Chess Club NONA Vence 3º Título ECC

O Batumi Chess Club NONA venceu a Taça Europeia de Clubes no Sábado, em Göynük/Antalya na Turquia. Como prometido, o Chess.com publica um relatório separado do torneio de senhoras, mais uma vez escrito pela IM Jovanka Houska.

O campeonato Europeu de clubes de xadrez (ECC) tem de ser um dos mais fascinantes eventos por equipas do calendário xadrezista. Embora seja relativamente curto com somente sete rodadas, é a fusão entre algumas das melhores jogadoras mundiais a jogar para honorários grandes, equipas nacionais em treino sério todos misturados com jogadoras amadoras a divertirem-se que dá ao evento aquele brilho. Não é uma surpresa de ver que algumas das equipas voltam para mais.

Portanto, foi no dia 8 de Outubro que a 22ª Taça Europeia de Clubes de senhoras deu o pontapé de saída em paralelo com a 33ª (aberta) Taça Europeia de Clubes, no 'resort' absolutamente magnificente em Antalya, na Turquia. A jogar neste paraíso idílico estiveram 12 equipas, cada composta de quatro tabuleiros mais um de reserva, de oito países diferentes todos a competir para vencer o muito cobiçado título (e talvez o primeiro prémio de 3.000 euros!).

null

A vista de um dos quartos revela que o local era um pequeno paraíso. | Foto: David Llada/ECC.

As doze equipas em ordem de semeadura eram o Batumi Chess Club NONA (Georgia), UGRA Chess Club (Rússia) SHSM Legacy Square Capital (Rússia), Odlar Yurdu (Azerbaijão), Bossa Nova (Belorússia), Cs Studentesc Medicina Timisoara (Roménia), Anatolia (Turquia), Mulhouse Philidor (França), Marmara (Turquia), Beer Sheva Chess Club (Israel), Aegean (Turquia) e Mediterranean (Turquia).

Embora tenha havido uma diminuição no numero de países sendo representados, as coisas certamente que parecem excelentes para o xadrez feminino na Turquia à medida que quatro clubes da Anatolia, Marmara, Aegan e Mediterranean contaram para um terço do alinhamento!

Os patrocinadores do 2016 ECC champions Cerce d’Echecs de Monte Carlo gostam de alternar entre enviar uma equipa de classe mundial para o ECC e de organizar um evento de senhoras no Mónaco. Este ano, o Mónaco irá receber o European Rapid and Blitz Championship no fim de Outubro de 2017.

Objetivos das Equipas

No papel, o claro favorito era o poderoso Batumi chess club NONA da Georgia, uma equipa que tem o nome do seu patrocinador, o prefeito de Batumi e o Batumi "Nona Gaprindashvili" clube de xadrez. Após ter vencido o título nas suas primeiras duas tentativas em 2014 e 2015, a equipa Georgiana veio para Antalya determinada em retomar o seu título pela terceira vez. Com um rating médio de 2495 e quatro grande mestres no seu alinhamento incluindo a jogadora de rating mais elevado do evento, Harika Dronavalli, esta era uma equipa com um objetivo dourado.

Bo. Fed Title Batumi Chess Club NONA Rtg Pts. Games
1 GM Dzagnidze, Nana 2520 5.0 7
2 GM Harika, Dronavalli 2528 3.0 6
3 IM Batsiashvili, Nino 2472 4.5 6
4 GM Khotenashvili, Bela 2459 4.0 6
5 IM Melia, Salome 2412 1.0 3

O segundo e terceiro cabeças-de-série eram os clubes Russos do UGRA e SHSM Legacy Square Capital, ambos participantes regulares do ECC. Nenhuma destas equipas tinha feito quaisquer novas adições aos seus alinhamentos de anos prévios, preferindo ficar com a experiência e o espírito de equipa existentes.

nullO UGRA chess club em ação. Marina Nechaeva (na vanguarda) com 5,5/6 e um rating de desempenho atordoante de 2657. | Foto: ECC.

Bo. Fed Title UGRA Chess Club Rtg Pts. Games
1 GM Ushenina Anna 2445 2.0 6
2 WGM Pogonina Natalija 2466 4.5 6
3 WGM Girya Olga 2505 3.0 5
4 IM Nechaeva Marina 2431 5.5 6
5 WGM Kovanova Baira 2371 3.0 5
Bo. Fed Title SHSM Legacy Square Rtg Pts. Games
1 IM Kashlinskaya Alina 2455 3.0 7
2 IM Kovalevskaya Ekaterina 2411 4.0 7
3 FM Voit Daria 2387 4.5 7
4 IM Savina Anastasia 2350 4.5 7

A quarta cabeça-de-série com um rating médio de desempenho de 2348 era Odlar Yurdu do Azerbaijão, com o mesmo nome da universidade em Baku. O clube estava a jogar com quatro membros da equipa nacional Azeri. Odlar Yurdu, que também tinha uma equipa forte na  secção aberta, não foi a única equipa a usar o ECC como um campo de treino. O clube "local" Anatolia era em essência a equipa nacional Turca por outro nome.

Outras equipas a seguir eram a quinta cabeça-de-série Bossa Nova da Belorússia, que tinham reforçado a sua equipa ao recrutar a Ucraniana GM Natalia Zhukova, e a equipa Romena Cs Studentesc Medicina Timisoara que ganharam o seu lugar na ECC ao terminar em segundo na Superliga Romena.

Todas as partidas foram jogadas no controle de tempo padrão da FIDE com o habitual sem ofertas de empate antes do lance 30 em efeito. Para além dos quatro prémios maiores (€3000, €2,500, €1,500 e €1,000) haviam o prémio de tabuleiro de €500 para os melhores desempenhos e sete rodadas de normas de título.

De acordo com o plano...?

Como é o caso na maioria dos torneios de formato-Suíço, na primeira rodada as coisas decorreram regularmente a favor das equipas mais fortes embora Batumi c.c. NONA tenha por pouco evitado a derrota para a equipa local/equipa nacional Turca Anatolia. Com uma vitória de confronto valendo dois pontos e um empate contando somente um, isso quis dizer que as principais cabeças-de-série saltaram todas para a frente para dois pontos.

nullA vice-campeã Francesa WFM Cecile Haussernot derrotou a IM Olga Gira na maior surpresa do torneio. | Foto: Gurkan Ergun/ECC.

Enquanto não houveram surpresas por equipa, houve de facto uma enorme surpresa quando a vice-campeã Francesa a WFM Cecile Haussernot a jogar pelos debutantes Franceses Mulhouse Philidor derrotou a IM Olga Girya. 

null

O cabelo mais fixe! A IM Elisabeth Paehtz a jogar pelos Cs Studentesc Medicina Timisoara. | Foto: Gurkan Ergun/ECC.

Não de acordo com o plano!

Jogar um formato Suíço com só 12 equipas e sete rodadas significa invariavelmente que alguns dos confrontos críticos ocorrem muito cedo no torneio. Após a suavidade da rodada um, a ação disparou toda na rodada dois culminado com um resultado muito surpreendente: a derrota do Batumi chess club NONA às mãos do Odlar Yurdu num confronto muito, muito tumultuoso. A GM (eleita) Nino Batsiashvili conseguiu ainda assim salvar a reputação da equipa Georgiana no notável encontro seguinte:

A UGRA foram limitadas a um empate contra a sua contra-parte Russa SHSM Legacy Square Capital, um resultado muito normal para ambas as equipas mas não um resultado propício para as suas chances de ouro. Estes resultados deixaram só duas equipas, Odlar Yurdu e Bossa Nova (que derrotou Studentesc Medicina Timisoara), como líderes iniciais.

nullUlviyya Fataliyeva a jogar pelo Odlar Yurdu ganhou o prémio de tabuleiro no tabuleiro 2. | Foto: Anastasia Karlovich/ECC.

A rodada três viu Bossa Nova a continuar os seus sucessos ao derrotar o co-líder Odlar Yurdu. 2,5-1,5, ficou para Ulviyya Fataliyeva, pontuar a única vitória de Odlar.

Noutros lugares, o derramar de pontos continuou. A Legacy Square Capital foi de novo limitada a um empate desta vez pelo Studentesc MedicinaTimisoara. Num dos confrontos mais críticos a Batumi NONA recuperou da sua derrota chocante da rodada dois para bater o segundo cabeça-de-série UGRA.

nullA GM Nana Dzagnidze forneceu muitas das vitórias chave para a sua equipa Batumi NONA. | Foto: David Llada/ECC.

Durante algum tempo pareceu que as coisas não estavam a decorrer muito bem para os favoritos Georgianos de novo depois da IM Marina Necheava ter derrotado a GM Bela Khotenashvili numa partida perfeita. Nino Batisashvili nivelou o confronto ao derrotar a IM Olga Girya, e então tudo o que restava era ver se a GM Dzagnidze conseguiria ou não espremer qualquer coisa neste final instrumental versus a antiga campeã do mundo de senhoras Anna Ushenina.

Um passo subtil na direcção errada. Os princípios gerais de final todos nos ensinam que nos precisamos de jogar avança o rei guerreiro tanto quanto possível. No entanto na posição e

As equipas continuaram a golpear na rodada quatro, e o líder inicial Bossa Nova que tinha vencido de forma bastante clara na rodada três teve uma paragem súbita às mãos da Legacy Square Capital. Por altura da rodada quatro a tabela dos líderes estava bastante atravancada entre Legacy Square Capital, Batumi NONA, Odlar Yurdu e Bossa Nova agora todas com 6 pontos em 8.

"Nós viemos para lutar!"

Disse a mais recente grande mestre de senhoras Batsiashvili, e aquele espírito lutador foi certamente o sentimento das rodadas finais. Enquanto a rodada cinco viu dois líderes emergir do pandemónio, Batumi NONA e Odlar Yurdu ambas derrotando as suas rivais Bossa Nova e Legacy Square Capital 2,5-1,5 respetivamente. Foi só na rodada seis que um líder claro finalmente emergiu após Batumi NONA derrotar a Legacy Square Capital com uma pontuação bastante convincente de 3-1.

A verdadeira tragédia da rodada seis ocorreu no confronto UGRA-Odlar Yurdu, UGRA chess tinha vindo a seguir os líderes por um ponto e tinham a esperança de recuperar algum do terreno perdido. Infelizmente nós podemos identificar o exato momento em que os sonhos dourados do UGRA se evaporaram para o éter.

Bossa Nova é definido no dicionário como sendo "um estilo de musica Brasileira derivada do Samba, mas com mais ênfase na melodia."

nullO primeiro tabuleiro da Bossa Nova a GM Natalia Zhukova teve uma estreia muito impressionante com 5/7. | Foto: David Llada/ECC.

A quinta cabeça-de-série Bossa Nova (Zhukova, Badelka, Zaiatz e Stetsko) jogou certamente melodicamente quando elas esmagaram os heróis locais Anatolia 3-1. Olha para a vitória de tipo 'zen' da nova recruta GM Zhukova sobre a IM Ekaterina Atalik.

Após seis rodadas a tabela de líderes (pontos acima de 12) estava da seguinte maneira:

Rk. SNo Fed Team + = - TB1 TB2 TB3
1 1 Batumi Chess Club NONA 5 0 1 10 92,5 15,5
2 4 Odlar Yurdu 4 1 1 9 83 14,5
3 2 UGRA Chess Club 3 2 1 8 80,5 14
4 5 Bossa Nova 4 0 2 8 79 14,5

Muito como na maioria do evento, ninguém podia ter previsto o final emocionante. Enquanto Odlar Yurdu, Bossa Nova e UGRA estavam todas emparceiradas contra equipas significativamente menores em termos de rating e venceram de forma bastante confortável, o mesmo não pode ser dito da Batumi NONA que estavam a defrontar os subestimados Studentesc Medicina Timisoara.

No início, as coisas pareciam boas com Batumi obtendo posições muito promissoras em todos os tabuleiros. No entanto as coisas tiveram uma viragem desastrosa quando Batsiashvili cometeu subitamente uma asneira e perdeu a sua torre contra a IM Cosma, enquanto Khotenashvili endireitou o navio com uma vitória e Dzagnidze empatou contra a IM Elisabeth Paehtz.

nullA GM Harika Dronavalli pode ter empatado todas as suas partidas para a Batumi NONA mas o seu empate na rodada final fez com que ela fosse a heroína do dia. | Foto: David Llada/  ECC.

Todos os olhos se viraram então para ver se a jogadora de rating mais elevado do torneio a GM Harika Dronavalli conseguiria ou não salvar uma posição muito difícil contra a WGM Mihaela Sandu?  

Infelizmente não teria que ser para a energética equipa do Azerbaijão, cuja séria preparação prévia deu bons resultados em termos de sorte e oportunidades, em particular parabéns para Ulviyya Fataliyeva de 21 anos, cujo desempenho de 2522 lhe obteve um prémio de tabuleiro no tabuleiro dois.

2017 Taça Europeia de Clubes para senhoras | Classificações Finais

Rk. SNo Fed Team + = - TB1 TB2 TB3
1 1 Batumi Chess Club NONA 5 1 1 11 126,5 17,5
2 4 Odlar Yurdu 5 1 1 11 117,5 17
3 5 Bossa Nova 5 0 2 10 116 18,5
4 2 UGRA Chess Club 4 2 1 10 107,5 18
5 3 SHSM Legacy Square Capital 3 2 2 8 114,5 16
6 6 Cs Studentesc Medicina Timisoara 3 2 2 8 93,5 18
7 7 Anatolia 4 0 3 8 79 16,5
8 9 Marmara 3 0 4 6 56 13
9 10 Beer Sheva Chess Club 2 1 4 5 47,5 12,5
10 8 Mulhouse Philidor 2 1 4 5 34 10
11 11 Aegean 1 0 6 2 27 8,5
12 12 Mediterranean 0 0 7 0 15,5 2,5

Partidas de TWIC.


Relatórios relacionados:


Gostarias de receber mais conteúdo de xadrez em Português? Segue estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez