Carlsen Lidera o Paris Grand Chess Tour Após Dia 2

Carlsen Lidera o Paris Grand Chess Tour Após Dia 2

Magnus Carlsen lidera isolado depois de dois dias de jogo no Paris Grand Chess Tour. Ele ainda está um ponto à frente de Hikaru Nakamura, depois de ambos os jogadores terem feito duas vitórias e então empatarem um com o outro na Quinta-feira.

O início da rodada cinco em Paris. | Foto: Maria Emelianova.

Dia dois em Paris começou onde o dia anterior tinha ficado: xadrez excitante, drama, e não menos do que quatro partidas decisivas na rodada cinco. Uma delas foi o embate de topo entre Magnus Carlsen e Wesley So, a.k.a. o campeão do mundo contra o detentor do título do Grand Chess Tour.

Carlsen igualou sem problemas numa Giuoco Piano, e So não conseguiu impedi-lo de obter uma vantagem de espaço semelhante a algumas linhas da Índia de Rei-g3. So decidiu tomar riscos posicionais com 23.c4 e então criou um caos táctico, mas tudo funcionou contra ele.

Pode ter parecido uma vitória fácil para Carlsen, mas de fato houve um momento em que ambos os jogadores perderam um pormenor importante. A pontuação poderia ter sido invertida...

null

Apesar de um lance deslize Carlsen ainda jogou melhor que So de forma bastante convincente. | Foto: Maria Emelianova.

Para Fabiano Caruana o pesadelo ainda não tinha acabado. Ele começou com 0/3 no primeiro dia (apesar de obter várias posições boas), e no dia seguinte foi só mais do mesmo.

Olha só para esta posição, e partilha com Caruana o seu horror.

null

Defender uma posição aparentemente sem defesa—podes contar com
Sergey Karjakin para isso. | Foto: Maria Emelianova.

Shakhriyar Mamedyarov fez o seu avanço nas classificações com uma vitória devastadora sobre Maxime Vachier-Lagrave. Após o confronto o novo membro do clube 2800 disse que ele tinha usado a preparação para o seu confronto com MVL no FIDE Grand Prix.

"Depois da abertura as Brancas tinham uma posição muito boa. É difícil de jogar para as Pretas, e mais fácil de jogar para as Brancas." E isso faz diferença em xadrez rápido.

Os adeptos tinham pouco de que se queixar na medida em que a quinta rodada viu mais quatro partidas decisivas. Este é um torneio feroz!

Magnus Carlsen venceu novamente, duma forma semelhante como na sua partida com So. Veselin Topalov estava pior após a abertura e perdeu sem uma luta, verdade? Bem não. Tambem aqui Carlsen perdeu algumas oportunidades. 

"Eu não tinha mesmo a certeza do que se passava aqui," disse Carlsen depois do lance 18...g5 de Topalov. "Eu fiquei muito satisfeito que ele tivesse jogado 19...De7 no seu próximo lance na medida em que este me permitiu consolidar a minha posição." Ele não tinha visto que 19.Tcd1 Df6 20.Bxb7! é muito bom para as Brancas. 

Carlsen disse que ele jogou 26.Bxd5 para fazer a partida mais fácil. "Não haviam possibilidades táticas para ele." No entanto, havia uma possibilidade, que não foi vista por ambos os jogadores nem pelo comentador Maurice Ashley.

null

"Talvez devesse ter dado primeiro um xeque em e1...?" | Foto: Maria Emelianova.

Talvez ignorância seja felicidade para Carlsen? "Eu acho que estou a calcular bem; estou a perder coisas mas quem não o faz em rápidas," disse ele. "Em geral está a fluir bem."

Pareceu que o líder do torneio ia aumentar a sua liderança na medida que Alexander Grischuk estava a colocar Hikaru Nakamura sob muita pressão logo desde a abertura. No entanto, Grischuk mais uma vez entrou num dos seus famosos apuros. Nesta partida isso teve um papel importante.

Grischuk desperdiçou a sua vantagem e perdeu até uma peça, mas alcançou um final de TB-T. Neste ele inicialmente mostrou uma perfeita defesa da segunda fileira mas, a jogar em incrementos, ele eventualmente perdeu mesmo assim. Nakamura: Foi um pouco ridículo o que aconteceu naquela partida. Eu tive um bocado de sorte." 

null

Resiliência e persistência mantiveram Nakamura a par e par com Carlsen. | Foto: Maria Emelianova.

O sofrimento de Caruana continuou uma vez que ele perdeu para Mamedyarov. MVL e So empataram uma Berlim Ruy Lopez (o final) com este último aparecendo de repente na salão de jogos com óculos de sol. (Ele tirou-os a certa altura quando a partida estava quase acabada.)

Etienne Bacrot perdeu completamente o fio da meada táctico num meio-jogo Hedgehog contra Sergey Karjakin. A posição das Brancas desmoronou-se surpreendentemente rápido.

A sexta rodada viu Hikaru Nakamura e Magnus Carlsen empatar uma partida Eslava sem muita excitação, e portanto Carlsen entra no terceiro dia com uma ligeira vantagem.

null

O início de outro embate entre dois reis do xadrez rápido. | Foto: Maria Emelianova.

O seu 7...Bf5 foi especulativo (de facto uma novidade), quando as Pretas permaneceram ligeiramente pior atravês a partida. "Eu penso que a minha posição é suficientemente sólida para segurar mas nem todas as pessoas a achariam divertida," disse Carlsen.

null

Será este torneio uma corrida a dois entre Nakamura and Carlsen? | Foto: Maria Emelianova.

Por vezes as coisas vão de mal a pior. Na rodada seis Caruana esteve envolvido mais uma vez numa partida desastrosa. Primeiro um quebra-cabeças: o que deviam ter as Brancas jogado aqui?

Aqui está a partida completa, com o dramático final que resultou noutra derrota para Caruana. Até agora ele pontuou meio-ponto em seis partidas.

null

Um começo horrível para Caruana. | Foto Maria Emelianova.

Os puristas de xadrez clássico irão ficar arrepiados com asneiras como esta, assim como com o lance final de Sergey Karjakin na sua partida com Alexander Grischuk:

Mas é o que é: xadrez rápido, como mais erros, mais drama e, para muitos adeptos, mais excitação. Grischuk disse hoje: "Este controle de tempo contribui muito para más partidas. Quando tu só tens alguns segundos coisas terríveis acontecem."

Depois de dois dias nós presenciámos 11 empates, seis vitórias para as Brancas e 13 vitórias para as Pretas. Vamos a ver o que o último dia de rápidas irá trazer.

Carlsen, sobre o começa do terceiro dia de rápidas: "Finalmente que estou a ter um par de partidas brancas amanhã, portanto yippee! Eu acho que estou a jogar bem mas há um par de jogadores a morderem-me os calcanhares e por isso não me posso distrair."

Paris Grand Chess Tour | Rápidas, Classificações da Rodada 6

# Fed Name Rtg Perf 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 Pts SB
1 Carlsen,Magnus 2851 3054 1 2 1 2 2 2 10.0
2 Nakamura,Hikaru 2792 2967 1 1 2 1 2 2 9.0
3 Mamedyarov,Shakhriyar 2784 2915 0 1 1 2 2 2 8.0
4 Grischuk,Alexander 2779 2844 1 0 1 1 2 2 7.0 10.25
5 So,Wesley 2789 2836 0 1 1 1 2 2 7.0 7.25
6 Vachier-Lagrave,Maxime 2783 2770 0 0 1 1 2 2 6.0
7 Karjakin,Sergey 2776 2700 1 0 0 1 2 1 5.0
8 Topalov,Veselin 2725 2657 0 0 0 1 1 1 4.0
9 Bacrot,Etienne 2688 2584 0 0 0 0 1 1 3.0
10 Caruana,Fabiano 2782 2343 0 0 0 1 0 0 1.0

Nota que para esta tabela o rating Universal Rating System do Grand Chess Tour foi utilizado.

null

O plano cabeludo: parecer como Clark Kent, jogar como Superman?

Partidas de TWIC.


Relatórios anteriores:


Gostarias de receber mais conteúdo de xadrez em Português? Segue estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez
Mais de PeterDoggers
Carlsen Termina 2º Atrás de Mamedyarov em Biel

Carlsen Termina 2º Atrás de Mamedyarov em Biel

Nepomniachtchi Esmaga Meier Para Conquistar 1º Título de Dortmund

Nepomniachtchi Esmaga Meier Para Conquistar 1º Título de Dortmund