'Dinossauro' Onischuk Junta-se a Akobian e So Este Domingo para a Final do Campeonato dos EUA

'Dinossauro' Onischuk Junta-se a Akobian e So Este Domingo para a Final do Campeonato dos EUA

Diz-me para parar se já ouviste esta: "Um 20 e poucos, um 30 e poucos, e um 40 e poucos lideram o Campeonato dos EUA..."

Não é a configuração de uma piada, mas é a configuração de um final imprevisível no Campeonato dos EUA de 2017, que (pode) concluir amanhã. O Campeonato de Senhoras dos EUA está igualmente apertado, embora só duas mulheres tenham provavelmente a possibilidade de subirem ao pódio.

Se não houver um líder claro ao fim do dia de amanhã, um ou ambos dos eventos irão para um playoff na Segunda-feira.

null

O GM Alex Onischuk, um dos poucos que conseguiu controlar os seus peões passados nos últimos dias. Foto: Austin Fuller para o Chess Club and Scholastic Center de Saint Louis.

O que está a causar os resultados bombásticos? Muitos dos resultados inesperados são derivados de uma comum vantagem vitoriosa.

Da próxima vez que tu ouvires falar do poder dos peões passados, não acredites a fanfarra.

Um dia depois do GM Fabiano Caruana e GM Irina Krush pontuarem coletivamente 0,5/2 com passagens lado-a-lado, na ronda 10 dos Campeonatos dos EUA de 2017 eles pontuaram outra derrota numa partida chave, e falharam de obter um ponto completo noutra.

Hoje, a WGM Tate Abrahamyan não conseguiu converter apesar dos peões parecerem ter um caminha aberto para nirvana. Os peões dela não estavam ainda unidos, mas estavam próximo de se tornarem iluminados de qualquer maneira. Foi quando a IM Nazi Paikidze conseguiu encontrar contra-jogo suficiente para não só segurar, mas também para fazer um "Akobian total" e ir de perder para vencer.

"Eu fiquei mesmo feliz," disse Paikidze ao Chess.com. "Eu estava somente a tentar mesmo muito para encontrar compensação de alguma forma." Ela conseguiu, mas Abrahamyan inadvertidamente ajudou com um lance de enfraquecimento não provocado. 

Essa inversão de fortunas provou ser vital para as suas esperanças de repetir o Campeonato de Senhoras dos EUA que ela venceu o ano passado. A WGM Sabiana Foisor, a mulher que empatou com Paikidze na pre-ronda, permaneceu a par com a campeã ao bater a antiga detentora do título IM Anna Zatonskih.

null

A WGM Sabina Foisor concentrasse ao tentar vencer o seu primeiro título à sua nona tentativa. Se o conseguir, ela vai dedicá-lo à sua mãe.

Um jogador na divisão aberta mostrou como jogar com peões passados no final: colocá-los tão separados quanto possível. Mas que outra coisa se esperaria de um veterano?  

GM Alex Onischuk teve um desses raros "finais limpos" em St. Louis. Ele foi simplesmente melhor do princípio ao fim, e a facilidade com que converteu surpreendeu-o. 

"Eu obtive uma posição maravilhosa a partir da abertura," disse ele ao Chess.com. "Eu podia ter ganho contra quase todos." Ele depois chamou o final de "paraíso."

null

Estudantes universitários a jogar no Campeonato dos EUA não é nada de novo. Mas que tal um treinador universitário empatado para a liderança à entrada da ronda final? O GM Alex Onischuk terá estudantes e família de Lubbock à Crimea seguindo-o amanhã.

De acordo com o estatístico do Campeonato dos EUA Ed Gonçalves, Onischuk pode ser o jogador mais sólido na história do torneio. Ele jogou 126 partidas na sua carreira sem ter derrotas consecutivas, o melhor na história (o GM Gata Kamsky tinha estado ligeiramente à frente mas perdeu duas seguidas no início deste campeonato).

A vitória de Onischuk hoje contra o GM Jeffery Xiang que tem tido dificuldades foi a sua terceira no mesmo número de dias e fez com que ele ficasse num empate-a-três para a liderança. Ainda com uma fatia desta estão os GM Varuzhan Akobian e GM Wesley So, que empataram ambos.

"Isto é algo que eu não poderia ter sonhado antes da partida," disse Onischuk. "Eu não tive de calcular muito. Somente executar os melhores lances."

null

Onischuk disse que ele não planeava mudar a sua rotina pre-ronda ao ir para o final de Domingo. Ninguém na sua família irá de certeza mudar também de rotina.  

Uma pessoa é quase garantida de ter uma final na Segunda-feira -- o seu pai. Como sempre, ele vai estar acordado na Crimeia para além da 1:00 da manhã a ver a final. Ele será o único a sentir-se cansado. Onischuk, de 41 anos, chamou a si próprio de "veterano" e depois de "dinossauro," mas depois assegurou ao Chess.com que ele terá a energia necessária para a partida decisiva de amanhã.

"A última ronda, tu tens sempre alguma coisa de sobra," disse ele. "A última ronda tem as suas próprias regras. Eu posso arriscar tudo. Isto é um acontecimento de uma vez na vida." Depois ele corrigiu-se a si mesmo, recordando que ele já tinha ganho o evento uma vez em 2006. Ele clarificou que é provavelmente a última da sua vida.

null

Akobian não está muito longe do seu primeiro título (jogo de palavras - not Var away ...- por cortesia do GM Ben Finegold.)

Akobian quase que passou à liderança hoje, na medida em que ele tinha um par de bispos no final, contra o GM Ray Robson. Ele podia ter mantido a volatilidade da posição com a retirada 41. Bc1, mas em vez disso decidiu forçar com uma linha que oferecia ambos os bispos para obter peões passados. Foi então que o tema comum reapareceu, e os múltiplos peões passados não foram suficientes para vencer. 

"Eu estava provavelmente bastante melhor ao sair da abertura," disse Akobian. "Este lance b4 nunca vi antes na minha vida."

"Eu reparei que ele começou a jogar bem recentemente," disse So sobre Akobian. "Bom xadrez em Gibraltar...eu penso que ele pode estar inspirado pelo facto de ter ganho a PRO Chess League antes deste torneio."

So pareceu ter um confronto favorável -- Brancas contra um homem que ele tem dominado, o GM Gata Kamsky. Uma parte da proeminência de So na cena mundial veio da sua vitória inesperada contra Kamsky na taça do Mundo de 2009, e ele tem continuado a dominar com vitórias em ambos os últimos dois campeonatos.

null

Ja estão a dar o nome de Wesley So às ruas de St. Louis streets, mas é um pouco presunçoso. O seu recorde de partidas sem derrotas está em 65, não 66. 

No entanto, o cinco-vezes campeão recuperou depois de um par de derrotas iniciais. Kamsky esteve na mó-de-cima no final de dama mas provavelmente nunca saiu da zona de empate. 

"Estava bastante igual e por fim eu não vi uma vitória para as Pretas," disse So desta partida calma.

O campeão do ano passado o GM Fabiano Caruana e o antigo campeão GM Hikaru Nakamura ambos reentraram nos eixos hoje.

null

O GM Hikaru Nakamura venceu a partida mais curta do evento com uma tática abrasadora.

Se tivesses ido ao cinema hoje para ver uma matiné, o drama de duas horas de Nakamura teria acabado antes de deixares o cinema. Para o seu oponente, o GM Yaroslav Zherebukh, este foi um filme de horror.

Chess.com falou com Nakamura; aqui está o video:

Como ouviste, o quatro-vezes campeão ainda não se considera sem chances. Quando lhe foi perguntado se ele ainda tem algumas esperanças de acabar em primeiro, Caruana inicialmente descontou a possibilidade, mas depois de ele continuar a pensar sobre isso, a hilaridade da possibilidade tornou-se agradável para ele.

"Eu nem sequer penso que seja o cenário mais irrealista," começou Caruana, e depois enumerou todas as coisas que teriam de acontecer amanhã (os três líderes todos perdem enquanto ele ganha, e Nakamura podia entrar também em contenção).

null

O GM Fabiano Caruana levantou o nevoeiro mental hoje contra o GM Alex Shabalov.

"Nos podíamos ter um enorme empate-a-cinco," disse Caruana, começando a aquecer para a ideia à medida que ele permitiu que os seus pensamentos se formassem. "Seria a maior coisa de sempre! As chances são de provavelmente um em 500 milhões, mas seria um final apropriado para um torneio imprevisível.

"A segunda metade [do torneio] foi um dos piores desempenhos de sempre."

Hoje ele manteve aberta essa infinitésima chance ao bater o Dragondorf do GM Alex Shabalov's  (Caruana: "algo que eu nunca teria previsto").

"De Pretas contra um tipo como este, qual é o sentido de jogar algo normal?" disse Shabalov ao Chess.com. "Dum ponto de vista prático, foi uma boa escolha."

Caruana disse ao Chess.com que o ponto completo de ontem foi uma experiência bastante estranha.  Ele sentiu-se "um pouco tonto" no primeiro controle de tempo, pensou que faria asneira, mas não o fez.

"Depois do problema com o tempo eu não já não senti mal mas obviamente algo estava errado." Hoje ele disse não se sentir mal.

Enquanto há três homens empatados no começo da reta final, por diferentes partes do dia houveram  pelo menos três mulheres que podiam ter reclamado a liderança única no campeonato das senhoras.

null

Ambas a WGM Sabina Foisor e IM Anna Zatonskih tinham esperanças de liderar indo para o dia final de jogo.

Depois de não ter sido muito mencionada nas primeiras nove rondas, o sacrifício de dama de  Zatonskih podia muito fácilmente tê-la colocado na frente das competidoras com 24 horas restantes. Em vez disso, ele tentou imitar o lance de So...Nxf2 mas isso acabou por ser um erro gigante.

Foisor ganhou a partida e pareceu a caminho de liderar no Domingo com um ponto completo.

Ao fim do dia, Foisor não teria esse ponto de vantagem, ou mesmo qualquer vantagem. Paikidze virou a avaliação ao criar suficiente contra-jogo, e ao tomar partido de um lance de enfraquecimento desnecessário da sua oponente.



"É o que acontece num fim do torneio," disse Paikidze do final louco.

null

A chance de um primeiro título para a WGM Tate Abrahamyan's já era pequena esta manhã, mas depois dos erros de hoje, ela está fora de contenção.

Estava Paikidze a espreitar a partida de Foisor? Não. "Eu estava em apuros na minha partida e estava a tentar sair de dificuldades."

A única outra mulher que pode matemáticamente apanhar Foisor e Paikidze é a GM Irina Krush, mas  ela empatou somente hoje e portanto cai outro ponto atras da liderança. Como as chances remotas de Caruana e Nakamura, ela vai precisar de que varias lideres esmoreçam para poder jogar mais xadrez na Segunda-feira.

null

null

Todos os três homens que lideram jogaram de Pretas amanhã. Para pelo menos uma deles, ele não acredita que um empate seja suficiente.

"É tão difícil ganhar de Pretas na ronda final," disse Onischuk. "Parece-me a mim que se eu quero vencer o Campeonato dos EUA, eu devo pelo menos tentar. Não sei como."

So pareceria estar na melhor posição. Nem Onischuk ou Akobian têm um recorde positivo contra os seus adversários, enquanto o mais rápido cabeça-de-série está 3-0 contra o GM Daniel Naroditsky.

null

Ambas as senhoras que lideram tem de confrontar adolescentes. Enquanto que pode parecer que a cor de Paikidze a faz favorita, é bom recordar que a WIM Jennifer Yu já derrotou as duas mais cotadas do torneio, Zatonskih e Krush. Paikidze? Ela é a jogadora numero três.

null

Imagens cortesia de Spectrum Studios.

Podes ver a transmissão completa da ronda final no Domingo às 11:00 hora do Pacífico, 14:00 costa leste no Chess.com/TV ou no site oficial, uschesschamps.com.

Reportagens anteriores:

Mais de FM MikeKlein
Carlsen, Caruana, Aronian Ganham Todos Títulos na Sinquefield Cup Playoff Abandonado

Carlsen, Caruana, Aronian Ganham Todos Títulos na Sinquefield Cup Playoff Abandonado

Shankland Vence Campeonato dos EUA; Senhoras Vão a Playoff

Shankland Vence Campeonato dos EUA; Senhoras Vão a Playoff