x
Xadrez - Joga e Aprende

Chess.com

GRATUITO - no Google Play

GRÁTIS - na Loja do Windows Phone

VER
FIDE Declara a Demissão de Ilyumzhinov's, o Presidente Desmente

FIDE Declara a Demissão de Ilyumzhinov's, o Presidente Desmente

Kiran Ilyumzhinov nega que ele se irá demitir como Presidente da FIDE. Hoje o FIDE website
trouxe estas extraordinárias notícias, que foram confirmadas ao Chess.com pelo Director Executivo da FIDE, Nigel Freeman. No entanto, Berik Balgabaev, o assistente de Ilyumzhinov, chamou-lhes de "notícias falsas."

Foto: David Llada.

"No final da reunião do Conselho Presidencial em Atenas, Kiran [Ilyumzhinov] declarou que se tinha demitido. Uma reunião extraordinária do CP foi pedida para discutir o assunto," disse Freeman ao Chess.com.
Não pode ser exposto mais claramente, mas se é ou não verdade permanece a questão.
Hoje a FIDE website comunica da demissão de Ilyumzhinov's:

No final da reunião do Conselho em Atenas, Grécia em 26 de Março de 2017, o Sr. Kirsan Ilyumzhinov anunciou a sua demissão da posição de Presidente da FIDE. O Conselho Presidencial foi formalmente informado deste declaração e uma reunião extraordinária foi convocada para Abril.

A reunião extraordinária do Conselho Presidencial é suposto ter lugar em Abril, também em Atenas, disse Freeman ao Chess.com, mas datas específicas ainda não foram decididas.

O FIDE website hoje declara que Kiran Ilyumzhinov vai deixar o seu cargo.


"Notícias falsas," disse Balgabaev num email hoje ao Chess.com. Num telefonema ele declarou que: "Não é verdade. Ele disse somente que se fôr necessário que ele se demita, ele irá fazê-lo. Mas ele ainda não assinou nada."
Perguntado porque é que estas notícias apareceram no site da Federação Mundial de Xadrez, ele respondeu; "A FIDE é uma organização grande."
Balgabaev não pôde dar mais detalhes, mas anunciou que Ilyumzhinov iria fazer uma declaração hoje mais tarde.
O Chess.com contactou outros oficiais da FIDE, mas ninguém mostra vontade de oferecer mais informação sobre o que exatamente aconteceu. "A informação oficial está no site oficial," disse ao Chess.com a responsável das relações sociais Anastasia Karlovich. "Eu não posso fazer quaisquer outros comentários."
Nos meios de comunicação Russos lyumzhinov negou ter-se demitido, e culpa "os Americanos." No website da Federação Russa de Xadrez Ilyumzhinov disse que planeia continuar o seu trabalho como Presidente da FIDE. Ele deu uma breve entrevista com o Chess-News afirmando o mesmo.


Atualização: O Chess.com recebeu estas duas declarações de Ilyumzhinov, endereçadas à FIDE.

null

Para Nigel Freeman, Ilyumzhinov escreveu:


Estimado Nigel,


Eu reparei que a informação sobre a minha alegada demissão publicada no website da FIDE é falsa.
Portanto, como Presidente da FIDE eu insisto na publicação da carta anexada.

A carta atual está endereçada ao Conselho Presidencial da FIDE e a "Todas as Federações Nacionais de Xadrez." Ilyumzhinov escreveu:


Estimados amigos do xadrez,


nos meios de comunicação social houveram algumas mensagens sobre a minha alegada demissão da posição de Presidente da FIDE [Sic.] Neste respeito, eu gostaria de declarar o seguinte: Eu não submeti quaisquer pedidos oficiais para a minha demissão e não tenho a intenção de o fazer. Nenhum dos rumores e especulações circulantes sobre este assunto são verdade.
Gens una sumos! Nós somos uma família!

null

Ilyumzhinov na World Rapid & Britz em Doha, em Dezembro de 2016.


A presidência de Ilyumzhinov's tem estado sobre pressão desde que sanções foram impostas ao Presidente da FIDE em Novembro de 2015. O Departamento do Tesouro dos EUA incluíram Ilyumzhinov na sua lista daqueles que fazem parte de "oferecer apoio ao governo da Síria, incluindo por facilitar compras Sírias de petróleo da ISIL."
Pouco depois, Ilyumzhinov demitiu-se temporariamente como Presidente, mas o seu estatuto permanece pouco claro. Ele já não tem estado envolvido em assuntos legais, financeiros e de negócios, mas em eventos oficiais da FIDE ele ainda estava a actuar como o Presidente.
No Congresso da FIDE em Baku, em Setembro de 2016, as federações membro decidiram que a situação não era suficientemente séria para pedir a demissão do Presidente. No entanto, foi concordado que se as coisas não melhorassem, ele não poderia concorrer para outro termo em 2018. 
Ilyumzhinov tem sido o Presidente da Federação Mundial de Xadrez desde 1995. O seu reinado tem sido controverso desde o início, com os meios de comunicação social continuamente referindo-se à sua afirmação de se ter encontrado com extraterrestres. Segundo os críticos, jogar xadrez com ditadores Muammar Gaddafi e Bachar Assad arruinou a reputação do desporto ainda mais.

Correção: Uma versão anterior desta história indicou que Ilyumzhinov iria anunciar a sua demissão na próxima reunião extraordinária do CP. No entanto, segundo o Sr Freeman, Ilyumzhinov disse "eu demito-me" na reunião do Conselho da Presidência que concluiu esta semana em Atenas.

Online Agora