Ilyumzhinov Perde Ainda Mais Poder Como Presidente da FIDE

Ilyumzhinov Perde Ainda Mais Poder Como Presidente da FIDE

Kiran Ilyumzhinov ainda é o Presidente da FIDE, mas todos os poderes importantes estão nas mãos do Presidente Deputado Geórgicos Makropoulos. A reunião extraordinária de ontem do Conselho Presidencial em Atenas, descrita como "tranquila" pelos presentes, confirmou ainda mais a posição enfraquecida de Ilyumzhinov.

Kiran Ilyumzhinov ontem em Atenas. | Foto Maria Emelianova.

Espalhados pela magnífica esplanada do restaurante no sétimo andar, gozando uma deslumbrante vista do Templo do Olímpico Zeus e da Acrópole, os oficiais da FIDE estavam a tomar o pequeno almoço cedo na Segunda-feira de manhã no Hotel Royal Olímpico de 5-estrelas, em Atenas. A atmosfera agradável não mudaria durante a sua reunião nessa manhã.

Kiran Ilyumzhinov foi o último a chegar à sala de reuniões no quarto andar. Eram quinze depois das 9. Acompanhado do seu assistente Berik Balgabaev, o Presidente da FIDE estava a sorrir para toda a gente, mas pareceu cansado. Ele tinha aterrado duas horas antes no aeroporto de Atenas, depois de de um vôo noturno a partir do Turcomenistão.

Quase todo o inteiro Conselho Presidencial esteve presente para esta reunião extraordinária do Conselho Presidencial, que teve lugar somente duas semanas depois da prévia reunião, também em Atenas. O maior aliado de Ilyumzhinov, o Presidente da Federação Russa de Xadrez Andrey Filatov, esteve ausente mais uma vez.

O único tópico para a reunião (embora distribuída por outros sub-tópicos na agenda): a posição de Ilyumzhinov ele próprio. Ele tinha-se demitido como Presidente da FIDE, pelo menos é isso que os oficiais da FIDE reclamam. Nos meios de comunicação e em cartas abertas Ilyumzhinov tinha negado isso.

Pedido de carta

A intenção de Ilyumzhinov de se demitir foi mais séria do que pareceu, de acordo com o Presidente Deputado da FIDE Makropoulos. Ele disse ao Chess.com que o Presidente tinha não só declarado verbalmente que se iria demitir, mas que ele também tinha pedido uma carta do Secretariado da FIDE para assinar. "Mas depois ele mudou de ideias," disse Makropoulos.

"Isso não é completamente verdade," disse Ilyumzhinov ao Chess.com. "Primeiro de tudo houve uma conversa privada, e Makropoulos não estava presente, outras pessoas o informaram. E tudo o que eu disse foi debaixo de um grande estresse emocional.

 "Eu disse: 'Se eu estou a fazer alguma coisa errada para a FIDE eu irei demitir-me.' E eu pedi por essa carta de modo a que pudesse pensar sobre o assunto. Mas foi muito emocional. Alguns membros do Conselho disseram até que eu não devia tomar uma tal decisão nesse estado. Mas alguém quer que eu me vá embora, e por isso decidiram usá-lo."

Ainda assim, o excêntrico líder do xadrez manifestou as palavras "Eu demito-me" o mês passado, supostamente três vezes. Isso ocorreu depois do debate sobre Agon, a companhia que organiza eventos no ciclo do Campeonato do mundo. Aparentemente, o atraso no pagamento das dívidas desta companhia tem-se tornado mais sério.

Agon atrasada em pagar

Não só tem Agon ainda por pagar a parte da FIDE do fundo de prémios do Campeonato de Rápidas e Blitz em Berlim, de 2015 ($80,000 dólares), mas também a quantia de €500,000 dos direitos autorais da FIDE pendentes, como prescrito no contrato de 2012 que foi celebrado entre a FIDE e Agon. Esta devia ter sido paga até ao fim de 2016. 

A situação com a Agon levou a um intenso debate, e resultou nesta agitação toda das últimas duas semanas. Quer um golpe dentro da FIDE estivesse a ter lugar ou não, a posição de Ilyumzhinov como Presidente da FIDE pareceu estar severamente debilitada.

null

Ilyumzhinov com o seu assistente Berik Balgabaev. | Foto Maria Emelianova.

A reunião de ontem foi conduzida à porta fechada. Balgabaev e até Polina Tsedenova, a digna de confiança administradora executiva, tiveram de esperar fora. No entanto, uns minutos depois da reunião ter começado a porta abriu-se de novo súbitamente, e Tsedenova foi pedida a entrar. Ilyumzhinov tinha pedido que ela traduzisse para ele—algo que ele não faz habitualmente. O seu Inglês deve ser suficiente.

Pode ter sido uma táctica para ganhar tempo, ou Ilyumzhinov estava sériamente preocupado que fosse mal entendido. No fim de contas, ele e os outros membros do conselho tinham interpretações muito diferentes sobre o que tinha acontecido, e ele culpou um erro de tradução pela confusão sobre se ele se tinha demitido do cargo ou não.

A reunião durou um pouco menos de três horas, e concluíu confortávelmente antes da hora do almoço. O resultado não foi a surpresa que alguns confidentes tinham antecipado.

Logo depois a palavra "status quo" foi utilizada, e a reunião foi descrita como "produtiva' e "tranquila," mas os membros do conselho abstiveram-se de fazer comentários adicionais. "Primeiro um comunicado de imprensa, depois comentários," disse o Diretor Executivo da FIDE Nigel Freeman, e ele juntou-se os membros do conselho para o almoço.

Este teve lugar no restaurante "Smile," próximo do hotel e do escritório da FIDE em Atenas. É um local onde o Presidente Deputado da FIDE Geórgicos Makropoulos pode ser visto frequentemente, e que é chamado por alguns como "o verdadeiro escritório da FIDE."

Às 16:15 o comunicado de imprensa foi publicado.

null

Comunicado de imprensa

A FIDE começa por referir que "o Conselho confirmou unanimemente a legalidade da reunião." Isto devido ao facto de que segundo os estatutos da FIDE ser o Presidente da FIDE que inicia uma reunião extraordinária do Conselho Presidencial, e Ilyumzhinov tinha de facto protestado contra este numa das suas cartas abertas.

O ponto seguinte menciona que o Conselho, de novo por unanimidade, reconfirmou que a decisão de Ilyumzhinov em Dezembro de 2015 "de desistir de quaisquer assuntos legais, financeiros e de operações negociais da FIDE é para que ele se possa concentrar em esclarecer a situação com o Departamento do Tesouro dos EUA."  

Desde que aquela decisão foi tomada, esteve sempre pouco claro quais eram os poderes que  Ilyumzhinov ainda tinha, e quais não tinha. Ontem o conselho decidiu que todos os poderes como descritos no Capítulo 9 dos Estatutos da FIDE estão completamente delegados para o Presidente Deputado da FIDE.

Para resumir, Makropoulos pode agora representar a FIDE oficialmente, só ele pode assinar pela FIDE (embora contratos ainda estejam sujeitos a aprovação prévia ou ratificação subsequente pelo Conselho Presidencial), e ele preside às reuniões da Assembleia Geral, do Conselho Executivo e do Conselho Presidencial.

"Eu já estava fazendo isto, técnicamente, mas agora está completamente esclarecido," disse Makropoulos ao Chess.com.

Na sua última carta aberta, datada de 6 de Abril, Ilyumzhinov tinha declarado que ele estava a "revogar" a sua decisão de 6 de Dezembro de 2015, mas ontem ele desistiu desta batalha legal. Há, de facto, muito pouco de sobra para ele fazer na FIDE. Makropoulos: "De acordo com os Estatutos, não há."

Como se isto não fosse suficiente, Ilyumzhinov teve depois de explicar as suas declarações emocionais da reunião anterior, e também de pedir desculpa pelas declarações que ele fez desde a última reunião. "Ele voltou para a Russia e começou a dizer coisas que não eram verdade," disse Makropoulos.

Depois disso foi concordado por unanimidade "que nenhumas declarações seriam feitas em nome da FIDE, ou pretendendo representar a FIDE, a menos que tais declarações sejam feitas com a aprovação prévia do Secretariado da FIDE."

null

Ilyumzhinov verificando o seu telefone depois da reunião. | Foto Maria Emelianova.

Depois de ter chegado em último, e de ter de se comportar humildemente na reunião, Ilyumzhinov foi o primeiro a deixar Atenas de novo. Quando o comunicado de imprensa foi feito, ele já estava de novo no ar, a caminho de Moscovo (com uma paragem em Larnaca, Cyprus).

Depois de aterrar em Moscovo, Ilyumzhinov disse ao Chess.com que ele não teve a oportunidade de ver uma cópia do comunicado de imprensa antes deste ter sido publicado. Apesar de não concordar com tudo, ele decidiu não contestar. 

"Mesmo tendo razões para esperar que me pedissem desculpa, eu decidi sacrificar a minha auto-estima para o bem do xadrez, e não entrar em discussões nesta última reunião. Eu não quero criar mais problemas. É melhor não dividir a FIDE ainda mais. Eu disse-lhes: o que quer que vocês decidam, publiquem-no e eu aceitarei. Eu confio em vocês."

Ilyumzhinov sublinhou que ele está a agir para o bem do xadrez. "No comunicado de imprensa existe uma observação no fim de que todas as decisões são para a união do mundo do xadrez. Isso deveria ter ficado no princípio." 

Não será mais presidente depois de 2018?

Até às novas eleições em 2018, Ilyumzhinov é um Presidente da FIDE sem práticamente qualquer poder. Para além disso, se as sanções dos EUA contra ele ainda estiverem ativas, será difícil para ele de concorrer para outro termo. De facto, ontem os membros do Conselho Presidencial repetiram o que foi dito em Setembro de 2016, em Baku: isso não será possível.

"É óbvio que nós temos sérios problemas devido às sanções. Muitos dos patrocinadores do oeste estão céticos de lidar com a FIDE," disse Makropoulos. "E eu não creio que as sanções possam ser removidas."

Ilyumzhinov não pareceu muito afetado por perder ainda mais autoridade: "Eu gastei tanto dinheiro e tempo com o xadrez, mas eu nunca tomei decisões importantes por mim próprio, e eu nunca interferi com a tarefa de grupos de trabalho. Makropoulos teve sempre essa autoridade. Eu nunca me interessei por isso. Eu não sou verdadeiramente um presidente, eu sou um mecenas."

Enquanto Ilyumzhinov estava a voar de volta para a Rússia, Makropoulos estava a ter um tradicional jantar Grego com membros do conselho num restaurante próximo do hotel. Ele reconheceu que a batalha política na FIDE envolve muito a Rússia.

null

Geórgicos Makropoulos na reunião de Atenas há duas semanas atrás. | Foto FIDE.

"Eu acredito que os outros oficias russos devem parar de fazer este pequeno jogo. Eu compreendo que a FIDE é muito importante para a Rússia. Mas eles devem também entender que ninguém do nosso grupo, que tem apoiado Kirsan todos estes anos, irá sacrificar a FIDE somente para manter as boas relações com alguns dos oficiais. Eles devem compreender que está na altura de mudança."


Relatórios anteriores:

Mais de PeterDoggers
GM Solozhenkin Suspenso Por Fazer Acusações de Fraude; Colegas GM Protestam

GM Solozhenkin Suspenso Por Fazer Acusações de Fraude; Colegas GM Protestam

Caruana Vence o Grenke Chess Classic

Caruana Vence o Grenke Chess Classic