Terá Anand Promovido Ilegalmente Vs Kramnik?

Terá Anand Promovido Ilegalmente Vs Kramnik?

PeterDoggers
PeterDoggers
12/07/2017, 06:04 |
0 | Diversos

Os novos Regulamentos de Xadrez da FIDE estão em efeito desde 1 de Julho de 2017. Uma coisa que é nova é que usar duas mãos para promover um peão é considerado um lance ilegal, e durante partidas de rápidas e blitz um árbitro é suposto declarar a partida perdida. Interessantemente, uma situação como essa ocorreu na partida de blitz Viswanathan Anand vs Vladimir Kramnik, em Leuven 2017.

A promoção de cavalo de Anand vs Kramnik. | Imagem: Maria Emelianova.

Talvez te recordes que o Chess.com publicou um artigo três anos atrás sobre as mudanças às regras oficiais de xadrez que entraram em vigor a partir de 1 de Julho de 2014. Nessa altura, houveram algumas mudanças importantes relacionadas com a promoção de um peão, e sobre lances ilegais.

Por exemplo, desde há três anos, empurrar um peão para a oitava fileira e depois carregar no relógio antes de colocar lá uma peça é considerado um lance ilegal (que conduz ao castigo necessário, ver abaixo). O peão é considerado como uma dama. 

Também em 2014, uma regra foi introduzida que, durante uma partida clássica, se fizeres um lance ilegal o oponente recebe dois minutos extra no relógio, e se fizeres outro tu perderás a partida.

Finalmente, desde 2014, em caso de um lance ilegal durante uma partida rápida ou de blitz, o árbitro é suposto parar o relógio e declarar a partida perdida (exceto quando não existe a possibilidade do oponente vencer a partida com qualquer série de lances legais).

Nakamura-Savchenko, Mundial de Blitz 2014—um final que teve de tudo: dois peões promovidos e um lance ilegal.

Nos novos Regulamentos de Xadrez, em efeito desde 1 de Julho de 2017, fazer um lance com duas mãos é considerado um lance ilegal. Dois novos parágrafos foram adicionados aos regulamentos:

7.7.1     Se um jogador usa duas mãos para fazer um único lance (no caso de roque, captura ou promoção), isso será considerado como um lance ilegal.

7.7.2  Para a primeira violação da regra 7.7.1, o árbitro dará dois minutos de tempo extra ao seu oponente; para a segunda violação da regra 7.7.1 pelo mesmo jogador o árbitro irá declarar a partida perdida por este jogador. No entanto, a partida está empatada se a posição é tal que o oponente não pode dar xeque-mate ao rei do jogador por qualquer série de possíveis lances legais.

7.8.1.  Se o jogador carrega no relógio sem fazer um lance, isso será considerado um lance ilegal.

7.8.2  Para a primeira violação da regra 7.8.1, o árbitro dará dois minutos de tempo extra ao seu oponente; para a segunda violação da regra 7.8.1 pelo mesmo jogador o árbitro irá declarar a partida perdida por este jogador. No entanto, a partida está empatada se a posição é tal que o oponente não pode dar xeque-mate ao rei do jogador por qualquer série de possíveis lances legais.

Tudo isto é sobre xadrez clássico. Mais uma vez, a penalidade é mais severa em rápidas e blitz:

A.4.2

Se o árbitro observa que um lance ilegal foi completado, ele irá declarar a partida perdida pelo jogador, desde que o oponente não tenha feito o seu próximo lance. Se o árbitro não intervir, o oponente tem direito a reivindicar uma vitória, desde que o oponente não tenha feito o seu próximo lance.

No entanto, a partida está empatada se a posição é tal que o oponente não pode dar xeque-mate ao rei do jogador por qualquer série de possíveis lances legais. Se o oponente não reivindica e o árbitro não intervém, o lance ilegal permanecerá e a partida continuará. Uma vez que o oponente tenha feito o seu próximo lance, um lance ilegal não pode ser corrigido a menos que isso seja concordado pelos jogadores sem intervenção do árbitro.

Interessantemente, um exemplo relevante ao mais alto nível foi visto recentemente, durante o Teu Próximo Lance Grand Chess Tour em Leuven, Bélgica. No nosso relatório a partida entre Anand e Kramnik foi incluída. Esta foi jogada em 1 de Julho e viu uma fase final engraçada, jogada a alta velocidade.

Nós enviámos também um tweet com um vídeo de alguns dos últimos lances.

O que nós não nos apercebemos durante a rodada é que Anand estava na realidade a usar duas mãos para promover o seu peão. Uma vez que esta era uma partida de blitz, estritamente falando o árbitro devia ter parado o relógio e declarado a partida vencida para Kramnik. Esta era a nova regra, em efeito desde aquele dia! (Os organizadores disseram ao Chess.com que eles estavam de facto a seguir os novos regulamentos, e que os jogadores tinham sido informados.)

Poucos árbitros no mundo teriam tido a coragem de dizer a um cinco-vezes campeão do mundo que ele perdeu esta partida devido a um lance ilegal. Em Leuven, haviam dois árbitros por cada cinco tabuleiros, e neste caso eles estavam de pé junto a este. Antes de haver tempo de aplicar a regra, os jogadores já tinham concordado com um empate.

Nessa mesma semana, nós relatamos sobre um evento em que exatamente a mesma coisa aconteceu. A cobertura do FM Mike Klein do campeonato Canadiano foi sobre um controvérsia durante a segunda partida de blitz do playoff, em que um jogador promoveu para uma torre-de-cabeça-para-baixo, que foi então considerada ser uma torre (e não uma dama) quando o árbitro interviu.

Houve um grande debate (o artigo foi agora atualizado que menciona a decisão do Comité de Apelos), mas uma coisa não foi mencionada: o jogador também usou duas mãos enquanto promovia.

null

IM Nikolay Noritsyn usa ambas as mãos enquanto promove na sua partida com o GM Bator Sambuev.

Coincidentemente, esta partida também foi jogada em 1 de Julho. Podes perguntar se um torneio que começa antes de 1 de Julho não devera usar os regulamentos antigos na duração do torneio. 

Comentando ao Chess.com sobre este caso em particular, o Árbitro Internacional e Presidente da Comissão dos Árbitros da FIDE Takis Nikolopoulos disse: "Na minha opinião um torneio deve usar os mesmos regulamentos em todas as suas rodadas. Não parece para mim ser justo que as regras e os regulamentos sejam mudados algumas rodadas antes do fim e que situações diferentes sejam criadas."

Estes são só dois exemplos que mostram quão comum é o uso de duas mãos para promover um peão, fazer roque, ou capturar. Na prática, poucos adversários irão reivindicar vitória. No entanto, uma vez que os árbitros têm agora direito de parar o relógio, é melhor que te habitues à nova regra e uses só uma mão daqui para a frente—especialmente em rápidas e blitz.


Atualização:

Um dos nossos leitores, que estava sentado na fila da frente na sala de jogo em Leven tanto em 1 como 2 de Julho, disse-nos que naquele dia após Anand-Kramnik, um dos árbitros informou todos os GM de topo sobre a ilegalidade de promover com duas mãos. Ele referiu-se a "uma partida do dia anterior" e quando um dos jogadores perguntaram a qual dos jogadores ele se referia, o árbitro respondeu diplomaticamente: "Eu não posso dizer isso." Vários dos grande mestres estavam a rir em voz alta, incluindo Anand e Kramnik. 


Gostarias de receber mais conteúdo de xadrez em Português? Segue estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez
Mais de PeterDoggers
ACABADO DE SAIR: Dvorkovich Eleito Presidente da FIDE

ACABADO DE SAIR: Dvorkovich Eleito Presidente da FIDE

Carlsen Termina 2º Atrás de Mamedyarov em Biel

Carlsen Termina 2º Atrás de Mamedyarov em Biel