Notícias
Aos 8 anos, Ashwath, vence Grande Mestre de Xadrez e estabelece novo recorde mundial
Ashwath Kaushik, de 8 anos, tornou-se o jogador mais jovem a vencer um grande mestre em uma partida de torneio clássico. Foto: Carleton Lim

Aos 8 anos, Ashwath, vence Grande Mestre de Xadrez e estabelece novo recorde mundial

TarjeiJS
| 0 | Notícias do Chess.com

No domingo, Ashwath Kaushik, um garoto de oito anos de Singapura, quebrou o recorde ao se tornar o jogador mais jovem a derrotar um grande mestre no xadrez clássico.

Apenas um mês antes, Leonid Ivanovic, da Sérvia, destronou o GM Awonder Liang e tornou-se o primeiro jogador com menos de nove anos a derrotar um grande mestre em uma partida de torneio clássico.

No entanto, recordes são feitos para serem quebrados, e este não durou muito. No 22º Burgdorfer Stadthaus Open, na Suíça, que ocorreu nos arredores da capital Berna neste fim de semana, Ashwath, nascido na Índia e residente em Singapura, quebrou esse recorde por quase cinco meses.

O triunfo histórico ocorreu na quarta rodada contra o GM Jacek Stopa, de 37 anos, da Polônia. Ashwath já havia vencido suas três primeiras partidas e assegurou sua quarta vitória consecutiva em uma partida impressionante.

Ao refletir sobre sua conquista, Ashwath disse ao Chess.com: "Foi realmente emocionante e incrível, e eu me senti orgulhoso da minha partida e de como joguei, especialmente porque estive pior em um momento, mas consegui me recuperar disso."

A partida foi comentada pelo GM Rafael Leitão.

Com este triunfo, Ashwath, com a tenra idade de oito anos, seis meses e 11 dias, tornou-se o jogador mais jovem a derrotar um grande mestre em uma partida de torneio clássico.

Agora, ele se junta a uma prestigiada lista de jovens talentos que derrotaram um grande mestre antes dos 10 anos. Entre eles está o GM Nodirbek Abdusattorov, agora uma superestrela do xadrez que ocupa o 15º lugar no ranking mundial, que tinha nove anos e sete meses quando conquistou sua primeira vitória.

Outro jogador notável nesta lista é o mais jovem grande mestre do mundo, GM Abhimanyu Mishra, que derrotou o GM James Tarjan quando tinha nove anos e 10 meses.

Jogadores mais jovens a derrotar um GM no xadrez clássico (fevereiro de 2024)

# Ano Jogador Rating Idade Oponente Rating
1 2024 Ashwath Kaushik 1892 8 anos, 6 meses, 11 dias Jacek Stopa 2351
2 2024 Leonid Ivanovic 1865 8 anos, 11 meses, 7 dias Milko Popchev 2193
3 2012 Awonder Liang 1832 9 anos, 3 meses, 20 dias Larry Kaufman 2406
4 2011 Hetul Shah 1817 9 anos, 6 meses Nurlan Ibrayev 2407
5 2014 Nodirbek Abdusattorov 2057 9 anos, 7 meses, 27 dias Andrey Zhigalko 2600
6 2022 Aaron Mendes 1970 9 anos, 10 meses, 0 dias Razvan Preotu 2445
7 2019 Abhimanyu Mishra 2120 9 anos, 10 meses, 28 dias James Tarjan 2402
8 2023 Faustino Oro 2325 10 anos, 0 meses, 0 dias Federico Perez Ponsa 2527
9 2017 Marc' Andria Maurizzi 1841 10 anos, 1 mês, 17 dias Fabien Libiszewski 2542
10 2015 Vincent Keymer 2371 10 anos, 2 meses, 30 dias Alexandr Karpatchev 2472
11 2016 Praggnanandhaa R 2339 10 anos, 5 meses, 9 dias R. R Laxman 2435
12 2018 Bharath Subramaniyam 2196 10 anos, 7 meses, 17 dias Deepan Chakkravarthy 2531

Ashwath, que estava em 59º na lista inicial entre os 127 participantes, terminou o torneio em 12º lugar após perder sua última partida contra o IM Harry Grieve. Um impressionante rating performance de 2270 significa que ele está prestes a ganhar 84 pontos de rating na próxima lista, de acordo com o Chess-Results. O torneio foi vencido pelo GM Vitaly Kunin.

Ashwath, nascido na Índia, reside em Singapura com sua família há seis anos. Ele já havia se destacado ao conquistar três medalhas de ouro na categoria Sub-8 do Campeonato Juvenil do Leste Asiático em 2022, quando ainda tinha seis anos.

No mesmo ano, ele jogou ativamente em diferentes continentes devido à falta de eventos internacionais em Singapura. Um feito notável foi tornar-se Campeão Mundial Sub-8 de Xadrez Rápido em 2022, mesmo estando a dois anos do limite de idade. Foi também nesse momento que seu pai percebeu seu enorme talento. "Até então, não sabíamos ao certo como ele se sairia em nível global", disse Kaushik Sriram ao Chess.com.

Ashwath held Australian GM Ly Mouthun to a draw in Thailand last year. Photo: Private
Ashwath empatou com o GM australiano Moulthun Ly na Tailândia no ano passado. Foto: Álbum de família.

Ele conta que seu filho aprendeu as regras do xadrez aos quatro anos, graças ao ChessKid. "Ele aprendeu sozinho, jogando com os avós", lembra, destacando que nem ele nem sua esposa jogam xadrez.

Ele tem acompanhado o progresso de seu filho com empolgação, mas também com um pouco de surpresa. "É surreal, já que não há realmente nenhuma tradição esportiva em nossas famílias. Todo dia é uma nova descoberta, e às vezes tropeçamos em busca do caminho certo para ele."

Agora, Ashwath passa até sete horas por dia jogando xadrez e resolve milhares de problemas em seu antigo programa de xadrez. Ajuda o fato dele ter o que seu pai descreve como uma memória fotográfica.

"Ele resolve problemas longos e complexos visualmente. Recentemente, ele concluiu toda a série Grandmaster do GM Jacob Aagaard sem usar um tabuleiro."

Ashwath doing puzzles on Chess.com. Photo: Private album
Ashwath resolvendo problemas no Chess.com. Foto: Álbum de família.

Ashwath agora trabalha com alguns treinadores experientes. Um deles é o GM Kevin Goh Wei Ming, CEO da Federação de Xadrez de Singapura, que pode atestar as notáveis habilidades táticas do jovem. Ele revela que Ashwath é atualmente membro da equipe Sub-14 deles, treinada pelos GMs Thomas Luther e Andrey Kvon.

"Ele é taticamente muito afiado, principalmente devido a muita prática, e estamos tentando desenvolver sua compreensão estratégica", diz Goh.

Ele dá um exemplo deste famoso estudo do IM Yochanan Afek, que o garoto de oito anos resolveu em menos de três minutos antes de dormir. Você consegue descobrir como as Brancas ganham?

Goh acrescentou:

"Sua família é extremamente solidária e também não o pressiona excessivamente, permitindo que o garoto siga seus próprios objetivos. Estamos orgulhosos de Ashwath, mas também não estabelecemos metas para ele e o deixamos crescer no seu próprio ritmo. Ele ter quebrado este recorde mundial foi simplesmente um bônus."

Para Ashwath, o futuro parece promissor. Em uma entrevista a um jornal de Singapura no ano passado, ele disse que espera atingir a marca de 2000 de rating e obter o título de Candidato a Mestre, e, eventualmente, alcançar 2700 "jogando xadrez de ataque", como seu ídolo GM Mikhail Tal.

Quando perguntado se pretende continuar jogando de forma competitiva, ele assegurou: "Sim, até me tornar campeão mundial".

Ashwath faz parte de uma geração de prodígios que parecem estar reescrevendo as normas do jogo com resultados extraordinários que seriam quase inéditos há cinco ou dez anos. A maioria das crianças mal conhece as regras do xadrez aos oito anos, mas agora parecem capazes de competir com jogadores titulados fortes.

"8 é o novo 12", afirmou o GM Anish Giri no X/Twitter.

Em particular, a turma de 2015 parece ter uma força formidável. Além de Ivanovic, o Chess.com também cobriu resultados sensacionais da WCM Bodhana Sivanandan, que surpreendeu o mundo do xadrez com três medalhas de ouro no Campeonato Mundial Juvenil de Xadrez, e Roman Shogdzhiev, que derrotou cinco grandes mestres no Campeonato Mundial de Xadrez Rápido e Blitz.

Quem sabe em breve veremos crianças de 10 anos se tornando grandes mestres!

TarjeiJS
Tarjei J. Svensen

I am a chess journalist on Chess.com, the site you are playing on. Hope you enjoy my stories. Let me know if you have any tips on what I should write about!

Mais de TarjeiJS
Magnus Carlsen dá palpites sobre o Torneio de Candidatos

Magnus Carlsen dá palpites sobre o Torneio de Candidatos

Carlsen e Buettner revelam o extravagante Grand Slam Tour de Xadrez960 em 5 continentes

Carlsen e Buettner revelam o extravagante Grand Slam Tour de Xadrez960 em 5 continentes