Notícias
Carlsen e So são os últimos jogadores restantes
Carlsen foi o primeiro jogador a se classificar para o Match do Título. Foto: Thomas Tischio/Chess.com.

Carlsen e So são os últimos jogadores restantes

NM_Vanessa
| 0 | Cobertura de Evento de Xadrez

Os GMs Magnus Carlsen e Wesley So são os últimos jogadores remanescentes na Final do Champions Chess Tour 2023. Eles se enfrentarão no Match do Título para disputar o prêmio de $200.000.

Carlsen eliminou seu nêmesis do Campeonato Mundial de 2018, o GM Fabiano Caruana, no armagedom após apenas dois sets. Enquanto isso, o match So vs. GM Nodirbek Abdusattorov foi até o limite, indo para a prorrogação no terceiro set.

O Match pelo Título começa na sexta-feira, 15 de dezembro, a partir das 14:00 de Brasília / 17:00 de Lisboa.


Semelhante ao tênis, três sets nas Semifinais decidem o vencedor. Cada set é composto por quatro partidas e um possível desempate no armagedom; se o placar estiver empatado após dois sets, como aconteceu em So vs. Abdusattorov, o terceiro definirá o desempate. Para obter informações completas sobre o formato, leia mais aqui.

Carlsen 3-2 Caruana: Uma última luta acirrada

Com uma vitória já garantida no dia anterior, Carlsen tinha a oportunidade de encerrar as Semifinais ganhando mais um set, enquanto Caruana começou o dia lutando pela sobrevivência.

Na primeira partida, Caruana não teve dificuldades em resistir às tentativas de Carlsen de obter vantagem na querida Ruy Lopez dos jogadores. Depois, Carlsen comentou: "Não fiquei muito satisfeito com a forma como conduzi. Acho que a forma como joguei foi um pouco suave demais."

Com a oportunidade de jogar de Brancas, Caruana construiu um ataque perigoso ao rei ao infiltrar suas peças nas vulneráveis casas claras de Carlsen. No entanto, no momento crítico, Caruana deixou passar a linha que ganha. Você consegue encontrar o golpe fatal que ele não percebeu?

Brancas jogam.

Dada a oportunidade, Carlsen criou sua mágica habitual, escapando para o final e fazendo com que Caruana lutasse pelo empate.

Após sua reviravolta milagrosa na segunda partida, Carlsen começou a próxima com um novo ímpeto em seu jogo, pressionando desde a abertura e vencendo com seu clássico aperto no final.

Caruana agora se viu em uma posição de "vitória obrigatória", não apenas para o set, mas para ter a chance de continuar no evento como um todo. A corrida de Caruana no CCT terminaria aqui, ou ele conseguiria vencer sob demanda contra o jogador com melhor rating da história?

O número dois do mundo aceitou o desafio. Confira as análises do GM Robert Hess sobre como Caruana igualou o placar ao orquestrar um ataque ao rei desprotegido de Carlsen.

Armagedon: Não importa o que aconteça, Carlsen consegue criar chances de vitória

À medida que os jogadores chegavam ao armagedom, tudo parecia estar a favor de Caruana. Primeiro, ele venceu a oferta de lances: garantindo a vantagem do empate com as peças negras ao superar a oferta de Carlsen por dois segundos, com 9:58 contra 10:00.

Em seguida, Carlsen surpreendentemente optou pela Variante Aberta na Ruy Lopez, uma linha que Caruana conhece muito bem, permitindo que ele igualasse a posição enquanto jogava rapidamente. Então, Carlsen ofereceu a troca de damas—uma escolha aparentemente contra-intuitiva quando se está lutando pela vitória.

No entanto, mais uma vez, Carlsen mostrou que consegue criar oportunidades de vitória em qualquer posição. Poucos lances após a troca de damas, as peças de Carlsen estavam mergulhando na posição inimiga, mirando nos peões adversários e apoiando seu recém-criado peão passado na coluna e.

No final deste confronto difícil, Carlsen refletiu:

Caruana é realmente forte. Não parecia que eu estava muito superior. Eu estava principalmente me segurando. Para ser justo, ele poderia facilmente ter vencido este match. Não há dúvida sobre isso, com as chances que ele teve... Ele é extremamente forte, não é fácil derrotá-lo.

Para ser justo, ele poderia facilmente ter vencido este match.

—Magnus Carlsen

Caruana vs. Carlsen. Foto: Thomas Tischio/Chess.com.

Caruana leva para casa $50.000 por chegar às Semifinais, mais $6.000 pelos matches que venceu nas fases anteriores.

Abdusattorov 1,5-2,5 So: So Contra-Ataca

Após a recuperação de Abdusattorov e a vitória no set ontem, So precisava de uma sequência de vitórias para manter o match em andamento. Talvez inspirado pelo primeiro gol de Carlsen no CCT, So escolheu 1.b3!? para começar a primeira partida, evitando a teoria da linha principal e evocando o que Carlsen chama de "xadrez anti-jogador-jovem".

A escolha de abertura de So pareceu desestabilizar Abdusattorov, que gastou grande parte de seu tempo tentando definir sua configuração de abertura. O grande mestre americano logo obteve uma posição dos sonhos com seu bispo de casas escuras fianquetado mirando o tabuleiro aberto em direção ao rei inimigo. Em seguida, ele começou a avançar seu peão de h pelo tabuleiro como uma bola de demolição indo em direção a ala do rei negro.

Quando a dama de So se juntou ao bispo na diagonal longa, ameaças de mate letais começaram a surgir. Como descreveu o comentarista GM David Howell: "A fera despertou."

Na segunda partida, So roubou dois peões para desafiar o blefe tático de Abdusattorov. No processo, So sacrificou sua dama, mas saiu na frente com dois peões passados conectados e imparáveis.

A sequência de 2 a 0 de So colocou Abdusattorov em uma posição de vitória obrigatória. No entanto, chegar a uma situação que exige uma recuperação tornou-se algo comum para o grande mestre de 19 anos. Enquanto So lutava para chegar ao terceiro set, Abdusattorov lutava pela sobrevivência neste, os jogadores proporcionaram um duelo explosivo com um lance incrível após o outro.

Abdusattorov assumiu a posição com as peças negras ao sacrificar um peão com xeque. Com as costas contra a parede, So respondeu com uma série de lances defensivos notáveis. Abdusattorov abriu o centro para perseguir o rei adversário que ainda não havia feito o roque e até ganhou a dama do oponente. No entanto, So contra-atacou e criou um peão passado intocável.

A combinação de criatividade e luta é a nossa Partida do Dia, analisada pelo GM Rafael Leitão abaixo.

No final, Abdusattorov superou as adversidades e saiu vitorioso no final do apuro de tempo.

Na última partida do set, So conquistou um vasto espaço na ala do rei e transformou isso em um ataque feroz.

Com a posição de Abdusattorov à beira do colapso, So ofereceu um empate para garantir o terceiro set.

A virada: So 2-1 Abdusattorov

A primeira partida foi uma batalha de preparação de abertura e técnica em finais, onde os esforços dos jogadores estavam igualmente equilibrados. Abdusattorov tinha uma novidade de abertura pronta no lance 21, mas mesmo assim So obteve uma vantagem que ele poderia pressionar no final.

A segunda partida foi a mais equilibrada de todas, levando o match para o armagedom. Agora, apenas uma partida separava os jogadores do Match pelo Título... ou da eliminação.

Ambos os jogadores fizeram ofertas audaciosas para poder jogar de Negras. Abdusattorov escolheu 9:19, enquanto So escolheu 9:27 e incluiu um desenho de um gato como seu amuleto da sorte e arma secreta.

Agora "precisando ganhar", So conduziu a partida para as águas dinâmicas de um meio-jogo com peão isolado da dama. Abdusattorov ganhou atividade, mas manuseou mal seu jogo no centro, gastando muito tempo no processo. So manteve a calma e aproveitou cada oportunidade, eliminando os peões fracos de seu oponente e anulando todas as tentativas de contra-ataque.

Abdusattorov aceitou a derrota de forma resignada: "Estou desapontado. Joguei muito mal hoje. Parabéns ao Wesley, ele jogou muito bem. Às vezes acontece. Eu tive todas as chances de vencer este match. Hoje não foi o meu dia. Eu só preciso voltar mais forte."

Hoje não foi o meu dia. Eu só preciso voltar mais forte.

—Nodirbek Abdusattorov

O grande mestre uzbeque ganhou $50.000 por ter chegado nas Semifinais e mais $6.000 pelas vitórias nos matches anteriores.

O jovem uzbeque teve uma performance fenomenal no CCT. Foto: Thomas Tischio/Chess.com.

So citou sua habilidade nas redes sociais como um ingrediente essencial para a vitória: "Percebi hoje que não twittei antes do match de ontem e acabou muito mal. Então pensei, sabe de uma coisa, vou mencionar o Anish novamente, ver se funciona."

De forma apropriada, os dois primeiros colocados do round-robin, So e Carlsen, se enfrentarão no Match pelo Título. So expressou sua esperança para as partidas: "Magnus, se você estiver ouvindo, pegue leve comigo amanhã."

O Campeão Global do Chess.com de 2022 enfrentará o número um do mundo na decisão do CCT. Foto: Thomas Tischio/Chess.com.
Como assistir?
Você pode rever a Final do Champions Chess Tour 2023 em Chess.com/TV. Você também pode acompanhar a nossa transmissão em nossos canais na Twitch e no YouTube. As partidas do evento podem ser vistas em nossa página de eventos.

A Final do Champions Chess Tour de 2023 (Final do CCT) é o evento de encerramento do Champions Chess Tour, o evento mais importante do Chess.com até o momento. Os jogadores se encontram em Toronto, Canadá, para um emocionante último confronto pelo título. As disputas acontecem a partir de 9 de dezembro, às 14:00 de Brasília/17:00 de Lisboa, e contam com uma premiação total de $500.000.


Artigos relacionados:

NM_Vanessa
NM Vanessa West

Vanessa West is a National Master, a chess teacher, and a writer for Chess.com. In 2017, they won the Chess Journalist of the Year award.

You can follow them on X: Vanessa__West

Mais de NM NM_Vanessa
Recuperação dos irmãos: Praggnanandhaa supera Vidit e Vaishali encontra seu ritmo

Recuperação dos irmãos: Praggnanandhaa supera Vidit e Vaishali encontra seu ritmo

Vidit encerra a sequência invicta de 47 partidas de Nakamura

Vidit encerra a sequência invicta de 47 partidas de Nakamura