Notícias
Hans Niemann abre processo de difamação de 100 milhões de dólares
Hans Niemann. Foto: Lennart Ootes/Saint Louis Chess Club.

Hans Niemann abre processo de difamação de 100 milhões de dólares

PeterDoggers
| 7 | Enxadristas

O GM Hans Niemann entrou com processos de difamação contra o GM Magnus Carlsen, o GM Hikaru Nakamura, o Chess.com, o grupo Play Magnus e o IM Danny Rensch, exigindo pelo menos US$100 milhões em danos. Este processo é o episódio mais recente do escândalo de trapaça no xadrez que também se tornou popular na mídia desde o início de setembro.

Niemann, de 19 anos, entrou com seu processo federal (disponível aqui em PDF) na quinta-feira, 20 de outubro, no Tribunal Distrital de Eastern Missouri e disponibilizou o documento completo de 44 páginas em um tweet:

Meu processo fala por si.

Contra todos os acusados, Niemann está alegando calúnia, difamação, boicote ilegal de grupo sob a Lei Sherman Antitruste, interferência ilícita em contratos e expectativas de negócios e conspiração civil. Niemann está exigindo uma indenização de US$100 milhões de cada uma das partes processadas.

Niemann afirma que Carlsen, Nakamura, Chess.com, o grupo Play Magnus e Rensch "o difamaram vergonhosamente, conspirando ilegalmente para colocá-lo na lista negra da profissão à qual ele dedicou sua vida", e que toda a situação causou "danos devastadores".

No processo, Niemann afirma que "não consegue mais encontrar emprego como professor de xadrez em escolas conceituadas". Ele também revela que um match programado com o jovem grande mestre alemão, Vincent Keymer, foi cancelado e que as negociações com os organizadores do torneio Tata Steel Chess foram repentinamente interrompidas.

Em um comunicado, o torneio Wijk aan Zee escreveu ao Chess.com:

"Ao longo do ano, ocorrem várias conversas formais e informais entre os organizadores e os jogadores, que são iniciadas de ambos os lados. Ninguém tem certeza da participação no torneio."

Em resposta a perguntas de vários meios de comunicação, o Chess.com divulgou a seguinte declaração por meio de seus advogados:

Declaração de Nima Mohebbi e Jamie Wine de Latham & Watkins, LLP

Estamos entristecidos pela decisão de Hans Niemann de tomar medidas legais contra o Chess.com. Acreditamos que sua denúncia prejudica o jogo de xadrez e seus devotos jogadores e fãs ao redor do mundo.

O Chess.com se orgulha de sua reputação dentro da comunidade do xadrez e além, e sempre defenderá o jogo, os jogadores e sua missão de crescer e proteger o xadrez online.

Após a Sinquefield Cup, Hans confessou publicamente ter trapaceado online e os eventos que se seguiram são consequência de suas próprias ações. Conforme declarado em um relatório publicado em outubro de 2022, o Chess.com já havia mantido discussões privadas com Hans sobre sua trapaça e foi forçado a esclarecer sua posição somente depois que ele falou sobre isso publicamente.

Não há mérito nas alegações de Hans, e o Chess.com espera esclarecer as coisas em nome de sua equipe e de todos os jogadores honestos.

Advogados e não-advogados já realizaram uma análise online detalhada do processo de Niemann. A análise popular mais robusta foi postada em um extenso tópico no Twitter por Akiva Cohen, advogado da Kamerman, Uncyk, Soniker & Klein em Nova York, que destaca os vários desafios que Niemann enfrentará, incluindo questões de jurisdição e a necessidade de provar a malícia real do ato.

Mais de PeterDoggers
Astana será sede do match Ding-Nepo do Campeonato Mundial de Xadrez da FIDE

Astana será sede do match Ding-Nepo do Campeonato Mundial de Xadrez da FIDE

Árbitra iraniana de xadrez entra em conflito com a FIDE sobre trajes pró-direitos humanos

Árbitra iraniana de xadrez entra em conflito com a FIDE sobre trajes pró-direitos humanos