Notícias
Notícias
Após críticas, organizador de torneio volta atrás em decisão contra ucranianos
O organizador do Teplice Open na República Tcheca admitiu que foi um erro não permitir os ucranianos. Foto: Site oficial

Após críticas, organizador de torneio volta atrás em decisão contra ucranianos

TarjeiJS
| 0 | Notícias do Chess.com

Depois de se recusar a aceitar inscrições de adultos ucranianos, Pavel Kirs, o organizador de um dos maiores torneios abertos da República Tcheca, foi forçado a voltar atrás após enfrentar fortes críticas e intervenção da FIDE.

Em entrevista ao site de xadrez NSS esta semana, Kirs disse: "A situação política atual não favorece o xadrez, e o torneio está privado de grandes mestres da Ucrânia. Mesmo que eles tenham se inscrito, não podemos aceitá-los por motivos sérios, embora relutantemente."

Após o Mestre Internacional Tadeas Kriebel pedir esclarecimento no Facebook, Kirs respondeu:

"Minha opinião pessoal é que os homens ucranianos em idade militar devem lutar com uma arma na mão no campo de batalha por seu país e não em paz com peças de madeira em um tabuleiro de xadrez por dinheiro."

Ele acrescentou:

"Na situação atual, eles não devem deixar seu país e devem estar preparados para um possível desdobramento e mobilização. Muitos dos melhores jogadores da Ucrânia já fugiram do país devastado pela guerra com suas famílias, enquanto os atletas que ainda estão lá podem obter permissão do ministério para disputar grandes torneios no exterior."

Em outra entrevista ao Czechia, Kirs esclareceu: "Eu não deveria ter dito que não podemos aceitar grandes mestres ucranianos, mas deveria ter dito que não podemos aceitar jogadores—homens na idade militar de 18 a 60 anos."

Um menor ucraniano está inscrito para jogar o Teplice Open, mas nenhum adulto ou grande mestre. O Chess.com está ciente de pelo menos dois grandes mestres que tiveram a inscrição negada.

As declarações geraram uma onda de reações depois que Kriebel as compartilhou no Twitter.

Cara FIDE, um dos maiores torneios tchecos, Teplice Open, apoiado pelo projeto Open Aid, tem recusado inscrições de jogadores ucranianos (por exemplo, Korobov). Isso não parece certo, não é?

A recusa em aceitar jogadores ucranianos acabou levando a uma reação da FIDE. O CEO, Emil Sutovsky, disse à Reuters que o organizador havia sido alertado.

"A situação do Teplice está resolvida. O organizador mudou de atitude ao receber um aviso da FIDE. Deixamos muito claro que os ucranianos não podem ser discriminados (contra)—e eles serão convidados", disse Sutovsky.

Kirs confirmou ao Chess.com que retirou seus comentários.

"É um mal-entendido e minha culpa. Eu disse errado. Jogadores de xadrez da Ucrânia são bem-vindos. Falta uma semana para o torneio. Eles podem se inscrever. Terei prazer em aceitá-los no torneio", disse ele.

O Teplice Open acontece na cidade tcheca no dia 10 de junho e conta atualmente com 21 grandes mestres entre 236 jogadores inscritos. Recebeu financiamento da FIDE através do projeto Open Aid.

Mais de TarjeiJS
Bodhana Sivanandan se torna a terceira jogadora de xadrez de 8 anos com o rating mais alto de todos os tempos

Bodhana Sivanandan se torna a terceira jogadora de xadrez de 8 anos com o rating mais alto de todos os tempos

Aos 8 anos, Ashwath, vence Grande Mestre de Xadrez e estabelece novo recorde mundial

Aos 8 anos, Ashwath, vence Grande Mestre de Xadrez e estabelece novo recorde mundial