Notícias
Notícias
Magnus Carlsen garante o título de campeão do Speed ​​Chess em 2023
Carlsen expressa total alegria poucos segundos depois de empatar a última partida.

Magnus Carlsen garante o título de campeão do Speed ​​Chess em 2023

AnthonyLevin
| 0 | Cobertura de Evento de Xadrez

O GM Magnus Carlsen conquistou seu terceiro título após derrotar o GM Hikaru Nakamura por 13,5 a 12,5 na final do Speed ​​Chess Championship 2023 apresentado pela Coinbase.

O match teve muitas fases. Carlsen começou bem, assumindo uma vantagem de dois pontos. Mas o sempre engenhoso Nakamura deu a volta por cima e ficou três pontos à frente no placar no segmento de 3+1. Depois de trocar de camisa, o campeão mundial conseguiu igualar o placar pouco antes do início da seção de bullet.

Quando parecia que Carlsen estava começando a se afastar na segunda metade do segmento bullet, Nakamura obteve uma vitória que o manteria na disputa. Embora estivesse prestes a vencer a última partida e empatar o placar, o americano permitiu um inesquecível duplo sacrifício de torre que selou o match.

Os fãs não precisarão esperar muito para ver um novo confronto entre eles. Os dois “monstros da velocidade” se enfrentarão novamente no primeiro dia do Champions Chess Tour AI Cup 2023, que começa na segunda-feira às 13:00 de Brasília/17:00 de Lisboa.

Como assistir?
Você pode assistir o Speed Chess Championship 2023, apresentado pela Coinbase, em Chess.com/TV. Você também pode as nossas transmissões em nossos canais na Twitch e no Youtube. As partidas do evento podem ser vistas em nossa página de eventos.

Nakamura 12.5-13.5 Carlsen | Final


Esta foi a quarta final entre os dois no SCC. Carlsen liderava o confronto direto por 2 a 1, mas Nakamura venceu a primeira vez em 2022. Aquele match também foi decidido na última partida de bullet, onde Carlsen esteve muito perto de forçar a prorrogação. Nakamura comemorou a vitória com duas damas a menos, quando o cronômetro do match chegou ao fim.

Antes da disputa deste ano, Carlsen liderava o confronto direto entre eles no Chess.com tanto no blitz como no bullet. Ele era claramente o favorito estatístico, mas vimos a realidade assumir a sua própria forma repetidas vezes.

O SmarterChess estava de acordo, mostrando uma ligeira preferência pelas chances de Carlsen. Embora estimasse que as chances que ambos tinham nas seções 5+1 e 1+1 eram iguais, ele previu que a vantagem de Carlsen estaria no segundo segmento (3+1). Curiosamente, esse foi o único segmento que ele não venceu.

"Isso é o melhor que há. Match do Speed Chess entre Hikaru e eu, seja blitz, ou rápido, ou mesmo bullet, é o melhor show possível", disse Carlsen após a emocionante final do ano passado. E este ano só melhorou.

Abaixo, você pode conferir o vídeo com o resumo de Nakamura:

5+1: Nakamura 4-5 Carlsen

A primeira metade deste segmento foi a calmaria antes da tempestade. Nas primeiras cinco partidas, Carlsen conseguiu uma vitória, e as outras quatro partidas terminaram empatadas. Já as últimas quatro terminaram com resultado decisivo.

Carlsen conquistou o primeiro ponto completo na segunda partida. Era uma Variante Berlinesa da Ruy Lopez, que assumiu a forma da Defesa Benoni. O número um do mundo venceu graças ao sacrifício 27.e5! seguido por 28.f5, encerrando a partida com um belo golpe, 32.Txe7!, ganhando uma peça.

As três partidas seguintes terminaram empatadas. Mas depois disso, as partidas foram todas decisivas.

Carlsen assumiu uma vantagem de dois pontos depois de encontrar um recurso interessante durante o apuro de tempo mútuo: 51.d6!. Mas Nakamura também provou a sua resiliência, recuperando-se na partida seguinte,  vencendo um final teórico de torre e bispo vs. torre.

Carlsen venceu a próxima depois de lançar a bala de canhão 21.Bxh6! seguido por um ataque vencedor.

A última partida foi tensa e explosiva. Embora ambos os jogadores estivessem ganho em determinados momentos, a tendência psicológica definitivamente favoreceu Nakamura na maior parte do tempo. No apuro de tempo, o grande mestre americano acabou vencendo.

3+1: Nakamura 5-4 Carlsen 

Antes deste ano, Carlsen nunca tinha perdido no segmento 3+1 contra Nakamura no SCC. O pentacampeão deste evento começou bem, vencendo quatro das primeiras cinco partidas. Na metade do segmento, Carlsen trocou de camisa e, ao retornar, igualou o placar.

Nakamura desenvolveu um ataque fenomenal na primeira partida, concluindo com o brilhante sacrifício de dama no último lance, 24...Dxg3!!. Esta teria sido a nossa Partida do Dia se não fosse a última partida do match.

Nakamura venceu a partida seguinte com um ataque igualmente esmagador. De repente, ele liderava o match pela primeira vez.

Após o empate, o americano venceu mais duas partidas. Ambas eram finais defensáveis ​​nos quais Carlsen, quase sem tempo, entrou em colapso. A primeira foi um final de torres, e a segunda apresentou um sacrifício de peça de Nakamura por dois peões passados ​​e conectados.

"Este foi o final mais inacreditável até agora", disse Naroditsky sobre a segunda partida. Nakamura comemorou enquanto Carlsen permanecia sentado em sua cadeira tentando entender o que havia dado errado.

"Carlsen" e "perder finais empatados" nunca são ditos na mesma frase, a menos que a última parte se refira ao seu oponente.

Carlsen voltou do intervalo com uma camisa nova, a mesma que usou na terça-feira quando derrotou So. A estratégia pareceu funcionar, já que ele venceu duas partidas seguidas. Depois um empate. E, por fim, veio a última partida do segmento, onde Carlsen venceu com seu estilo característico e conseguiu empatar o placar. Suas reações no clipe a seguir são imperdíveis:

Quando questionado na entrevista se a troca de camisa o ajudou, Carlsen respondeu: "O resultado fala por si".

O placar estava 9 a 9. Faltava meia hora. O palco estava montado para o drama e os jogadores deram um show.

1+1: Nakamura 3.5-4.5 Carlsen

A única outra final do SCC onde o placar estava empatado no final do segmento 3+1 foi Nakamura vs. So, em 2018. Nakamura venceu aquele match no segmento de bullet. Nesta final, Carlsen começou mal, mas depois pisou no acelerador.

A primeira partida foi certamente aterrorizante para os fãs de Carlsen, já que o norueguês alucinou e deu a dama de presente ao adversário.

"Senti que desde o ano passado e no Bullet Chess Championship deste ano que posso superar um déficit razoável no placar. Então eu sabia que era uma questão de saber se meu cérebro poderia começar a funcionar", diria o norueguês mais tarde.

E, com certeza, funcionou. Carlsen venceu três das quatro partidas seguintes. Primeiro, foi um final de bispos de mesma cor; depois, um final de peças pesadas; e, finalmente, ele venceria com suas duas torres na sétima:

Carlsen agora liderava por dois pontos. Mas Nakamura conseguiu uma vitória importante depois que Carlsen jogou o perdedor 26...Cxb2??. Nakamura concluiu a partida com duas damas e um ataque de mate.

Faltavam três minutos para o final do match e Nakamura estava perdendo por um ponto. Uma vitória a mais e o americano poderia forçar a prorrogação.

Naquela fatídica última partida, Nakamura esteve muito perto de fazer isso de novo. Depois de capturar o peão com 20...Bxa2!, Hikaru ganhou material e assumiu o controle da partida. Depois de 32...a4! ficou claro que as Negras tinham um ataque forte. Após 36...Df1, era evidente que Nakamura estava com uma posição ganha.

Mas então veio o deslize. 37...Ta1??, permitiu um final deslumbrante que nunca esqueceremos. Carlsen disse mais tarde: "Obviamente pensei que estava perdido. Mas então dei um xeque. E foi só depois de dar xeque que percebi que tinha, no mínimo, um perpétuo."

O GM Rafael Leitão analisou a nossa Partida do Dia.

Carlsen é um jogador difícil de agradar—se ele for juiz e júri. Sempre aspira por mais. "Meu objetivo para esta temporada, e também para as duas últimas temporadas, tem sido muito claro: estabelecer, sem dúvida, a hierarquia quando se trata do xadrez rápido. E, para ser honesto, falhei miseravelmente nisso." disse Carlsen, citando suas derrotas para o GM Maxime Vachier-Lagrave e Nakamura nas temporadas anteriores—e até ganhando por apenas um ponto desta vez.

O vencedor disse que “não estava nada satisfeito” com o seu desempenho neste match. Embora não seja tão ruim vencer!

Quando questionado sobre quais jovens prestar atenção nas futuras edições do SCC, Magnus respondeu rapidamente: "A resposta é óbvia", referindo-se ao GM Alireza Firouzja. Ele também mencionou os GMs Nihal Sarin, Praggnanandhaa Rameshbabu e Nodirbek Abdusattorov. E acrescentou que Firouzja "falta pouco", enquanto os outros  estão "longe".

Nakamura também participou da entrevista. Depois de elogiar o duplo sacrifício de torre com que Carlsen salvou a partida, Nakamura esclareceu que sua rivalidade com Carlsen está, talvez, em sua fase inicial: "Honestamente, não era uma rivalidade até a pandemia. Magnus ganhou praticamente todos os matches que jogamos."

Ele acrescentou: "Considerando tudo, estou muito feliz com o fato de ter sido um match muito equilibrado."

Graças aos seus cinco títulos consecutivos do SCC, o reinado de Nakamura (desde 6 de dezembro de 2018) durou 1.751 dias! Carlsen, em seus confrontos nas finais do SCC, agora lidera por 3 a 1.

Carlsen ganhou $22.788,46 pela vitória e Nakamura ganhou $7.211,54 por porcentagem de partidas ganhas.

Se você ficou animado com esse confronto entre eles, não precisa esperar muito pelo próximo! Fique ligado na AI Cup na segunda-feira; eles se enfrentam novamente na primeira rodada do CCT.

Chaveamento da Final



Todas as partidas | Nakamura vs. Carlsen | Final

O evento principal do Speed Chess Championship 2023 apresentado pela Coinbase aconteceu de 4 a 22 de setembro. É a competição de xadrez blitz e bullet online mais forte do mundo, com 16 jogadores—12 convidados e quatro classificados—competindo por uma parte do prêmio de $150.000, juntamente com um dos títulos mais prestigiados do xadrez online.

Mais de NM AnthonyLevin
Carlsen vence o Chessable Masters 2024

Carlsen vence o Chessable Masters 2024

Jovens brilham: Keymer vence a Divisão II, Sarana conquista a Divisão III

Jovens brilham: Keymer vence a Divisão II, Sarana conquista a Divisão III