A Maravilhosamente Inútil Peça de Xadrez

A Maravilhosamente Inútil Peça de Xadrez

Gserper
GM Gserper
03/09/2017, 00:00 |
40 | Estratégia

Casas fortes e fracas são uma das fundações da estratégia de xadrez. A definição duma casa fraca é muito simples: é qualquer casa que não pode ser defendida por um peão. Normalmente tal casa fraca no campo do teu inimigo é o local ideal onde colocar as nossas peças.

Portanto as casas fracas do teu oponente são na realidade as casas fortes para as nossas peças!

Na maioria dos casos é o cavalo que beneficia mais de ser colocado em tal casa forte. Aposto que te consegues lembra imediatamente de dúzias de tais exemplos das tuas próprias partidas.

Maxime Vachier-Lagrave, o vencedor recente da Sinquefield Cup, produziu um exemplo clássico dum tal cavalo.

null

Foto: Maria Emelianova.

As Pretas estavam praticamente condenadas logo a partir da abertura! Portanto, o moral da história é simples -- coloca as tuas peças em tais casas fortes e esmaga os teus oponentes, certo? Bom, não necessariamente.

Olha para a seguinte partida:

O fantástico cavalo em d4 esteve nessa casa a maior parte da partida até às Pretas abandonarem. O comentário do GM Bent Larsen é muito instrutivo. Ele disse que só queria fazer uma pergunta simples: O que estava o cavalo a fazer em d4 durante a partida inteira? 

Nós podemos ver uma história semelhante com bispos. Quem não se lembra do famoso Be3 de Lasker que cortou a posição do seu oponente em duas metades?

Agora compara-o com o bispo em d4 na próxima partida. Sim, o bispo pode ser afastado de lá por e2-e3, mas então vai para a casa c3 igualmente forte. No entanto o resultado é muito decepcionante para as Pretas:

A propósito, o futuro campeão do mundo Boris Spassky caiu vítima deste mesmo equívoco. Ele gastou bastante tempo movendo o seu bispo de g2 para uma casa c6 muito forte. Como resultado, o seu belo bispo em c6 ficou completamente fora de jogo e o rei tornou-se subprotegido:

No seu último encontro vs. o campeão do mundo, o GM Russo Karjakin tinha de forma semelhante um "forte" cavalo em c3. Infelizmente para ele, enquanto a sua inteira ala de rei estava a desmoronar-se, este  maravilhosos cavalo ficou simplesmente ali impotente até ao fim da partida.

Tenho a certeza que já resolveste o mistério de porque é que por vezes peças que estão bem colocadas podem ser uma deficiência em vez duma vantagem. Compara só o Cd5 e o Cd4 das primeiras duas partidas deste artigo. Enquanto o Cd5 de MVL na primeira partida esteve sempre a trabalhar incansavelmente durante a partida inteira, o Cd4 de Donner na segunda partida foi completamente ineficaz. 

O mesmo pode ser dito sobre cada "maravilhosamente inútil" peça que nós vimos neste artigo. 

Portanto, da próxima vez que fores colocar uma das tuas peças num suposta casa forte, pergunta a ti mesmo: "O que é que ela vai fazer ali? Como é que irá beneficiar o meu plano estratégico principal?"


Gostarias de receber mais conteúdo de xadrez em Português? Segue estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez
Mais de GM Gserper
Qual é o Pior Lance de Xadrez?

Qual é o Pior Lance de Xadrez?

Quem é o Jogador de Xadrez Mais Influente de Sempre?

Quem é o Jogador de Xadrez Mais Influente de Sempre?