AlphaZero: Os Seus Ilustres Predecessores
Garry Kasparov (esquerda) em Londres, onde o AlphaZero está sediado. | Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

AlphaZero: Os Seus Ilustres Predecessores

O livro de Garry Kasparov My Great Predecessors é um dos melhores de sempre sobre xadrez.

Se eu tivesse de levar um só livro comigo para a proverbial ilha deserta, este seria a minha escolha. Bem, de facto eu iria levar todos os cinco volumes do livro. A narrativa neste livro é tanto divertida como instrutiva, de modo que tu aprendes sobre a história do nosso jogo e ao mesmo tempo melhoras seriamente a tua compreensão geral do xadrez.

Kasparov mostra como todo o grande jogador de xadrez trouxe algo de singular para promover o desenvolvimento da teoria de xadrez. No entanto, a seguinte declaração do primeiro volume é muito questionável:

É possível que o meu confronto com Kramnik (Londres 2000) seja o último que produz alterações sérias à nossa compreensão do jogo [...]

Eu suponho que de alguma forma não devo ter entendido bem o que Kasparov queria aqui dizer porque a ideia do desenvolvimento geral do xadrez parar em algum ponto soa muito errada. Além do mais, o mundo inteiro do xadrez presenciou recentemente uma importante revelação xadrezista graças a uma entidade misteriosa chamada AlphaZero.

null

A menos que tenhas vivido debaixo duma pedra no último mês, tu certamente que ouviste falar sobre o espantoso resultado do confronto de 100-partidas entre AlphaZero e um dos melhores programas de xadrez do mundo Stockfish. Na verdade, até se tivesses vivido debaixo duma pedra, mesmo assim terias ouvido porque as notícias sobre este sensacional evento estão por todo o lado!

Há muita discussão sobre a desigualdade em hardware, um controlo de tempo questionável, e uma versão de Stockfish quase obsoleta. Eu não posso dizer nada sobre estes assuntos de tecnologia porque eu não sou um perito nestes.

No entanto, a forma como o AlphaZero jogou xadrez é verdadeiramente fenomenal.

Num dos meus artigos recentes eu escrevi sobre um indivíduo que queria aprender xadrez suficiente num mês para vencer Magnus Carlsen. O AlphaZero conseguiu realizar esse objetivo em somente quatro horas!

Não possuía livros de aberturas, base de dados de finais ou qualquer outra assistência de xadrez. Uma vez que AlphaZero aprendeu tudo por si mesmo, este obviamente não tem predecessores que o ajudassem a avançar as suas habilidades xadrezistas. Ainda assim, nós precisamos de toda a ajuda dos melhores jogadores na história de modo a compreender a profundidade de jogo de AlphaZero!

Ao jogar através das partidas de AlphaZero, tu não podes deixar de notar que este gosta realmente de sacrificar material, tal como os nossos campeões do mundo humanos!

É verdadeiramente espantoso que o computador tenha encontrado por si mesmo estas linhas de abertura extremamente complicadas, sem qualquer assistência! Agora vejamos a sua obra prima posicional. Adivinha o lance das Brancas na seguinte posição:

À primeira vista parece que as Brancas estão meramente a criar uma fraqueza na sua ala de dama. Mas este forte lance de facto tem duas ideias. Primeiro, as Brancas querem recuperar o peão uma vez que capturá-lo imediatamente não era bom. Consegues ver porquê?

Mas na realidade a ideia das Brancas é muito mais profunda do que recuperar simplesmente o peão. O peão-b4 restringe severamente o movimento das peças das Pretas na ala de dama. Mais tarde este peão foi para b5 e o bispo de casa-clara das Pretas ficou praticamente morto até ao fim da partida. Esta ideia foi jogada há mais de 100 anos atrás na seguinte famosa partida:

AlphaZero descobriu um conceito verdadeiramente notável na seguinte posição. Consegues achá-lo?

Sim, as Brancas perdem deliberadamente o seu direito de fazer roque, porque na posição com um centro muito estável e as peças constrangidas do oponente, é impossível às Pretas de criar quaisquer ameaças significativas contra o rei branco. Entretanto, as Brancas começam um avanço decisivo na ala de rei. Se o conceito parece familiar, então tu conheces os teus clássicos de xadrez.

Esta foi exatamente a forma como Alekhine bateu Capablanca na sua última partida de torneio. Nessa as Brancas decidiram desistir do direito de fazer roque. Repara também que o nó no centro e na ala de dama é muito semelhante à da partida AlphaZero-Stockfish:

Agora nós podemos melhor compreender a profundidade do conceito posicional de AlphaZero, e está na altura de vermos o seu final sacrifício de peça posicional:

Desejo que um dia Garry Kasparov decida escrever um livro sobre os seus grandes sucessores. Aposto que ele irá devotar um capítulo ao AlphaZero!


Gostarias de receber mais conteúdo de xadrez em Português? Segue estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez
Mais de GM Gserper
Como Descobrir Uma Novidade de Abertura

Como Descobrir Uma Novidade de Abertura

Como Enganar o Teu Oponente

Como Enganar o Teu Oponente