Aronian, Ding Na Final, Candidatos À Medida que Damas Batem Torres

Aronian, Ding Na Final, Candidatos À Medida que Damas Batem Torres

Levon Aronian e Ding Liren qualificaram-se para ambas a final da Taça do Mundo da FIDE e o Torneio dos Candidatos de 2018. Ding bateu Wesley So nas partidas de 10+10 enquanto Aronian eliminou Maxime Vachier-Lagrave ao vencer a partida de Armageddon. Em ambos os confrontos  o final básico de dama vs torre decidiu.

Aronian e MVL tiveram de ir até a partida de Armageddon. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Após um dia de tibreak super tenso as maiores recompensas são conhecidas. Os dois vencedores, Aronian e Ding, asseguraram os seus bilhetes para o Torneio dos Candidatos, e irão jogar uma final da Taça do Mundo para o primeiro prémio de $120.000. Primeiro haverá um dia de repouso, e então a final começa no Sábado.

Os dois vencidos, So e Vachier-Lagrave, deixam Tbilisi tendo ganho $50.000 cada. So ainda tem uma hipótese de alcançar os 'Candidatos' por rating; ele compete com Caruana e Kramnik para isso durante os próximos dois meses. MVL ainda tem uma chance de se qualificar através do Grand Prix; para ele são boas noticias que Ding não participará nesse torneio.

2017 Taça do Mundo | Resultados Semi-Finais

Fed Player Fed Player Classical Rapid Blitz Arm. Score
Aronian (2802) Vachier-Lagrave (2804) ½-½, ½-½ 0-1, 1-0, 
½-½, ½-½
½-½,½-½ 1-0 5-4
So (2792) Ding Liren (2771) ½-½, ½-½ ½-½, ½-½,
0-1,½-½
2½-3½

O drama. A alegria. Os vencedores. Os vencidos. Xadrez clássico vs xadrez rápido. Nervos vs habilidade. Dama vs torre.

O filme Só Pode Haver Um vem a mente de cada vez que um torneio de nocaute alcança a sua fase decisiva. Cada um dos quatro jogadores eram definitivamente capazes de vencer esta Taça do Mundo, mas só dois terão essa hipótese. Não pode ser mais cruel do que isso no xadrez.

null

So deixando o recinto de jogo pela última vez com a sua mãe adoptiva Lotis Key. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Adeptos de xadrez de todos os níveis estavam na ponta dos seus assentos enquanto assistiam ao desenrolar dos dois confrontos. Nomes famosos no Twitter fizeram parte da sentimento repartido de excitação pura. Como espectador levou algum tempo para sacudir a tensão; imagina se fosses um dos jogadores.

Mas primeiro, Ding Liren vs Wesley So. As duas partidas de clássicas, onde ambos os jogadores tiveram as suas chances, prometiam um batalha emocionante. A sua primeira partida de rápidas foi mais do mesmo, com Ding ganhando uma vantagem vitoriosa (como em: realmente a vencer, com as Brancas incapazes de se mover) mas não a conseguindo vencer:

null

Uma partida que só é possível esquecer se, ao fim do dia, tu ainda permaneces no torneio. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Após um empate de nove-lances na segunda partida de rápidas, Ding alcançou mais uma vez uma posição vitoriosa de Pretas na primeira partida de 10+10. Desta vez ele conseguiu finalmente fechá-la, mas o seu nervosismo era bastante visível.

Fora do habitual, ele tinha dificuldade em se sentar imóvel. Mas ele jogou o D vs T perfeitamente:

Numa situação de vitória obrigatória So jogou a Benoni, mas uma sortida prematura de dama conduziu a um final onde não havia maneira de criar qualquer tipo de oportunidades. Ding estava em controle total, segurou o empate e tornou-se no primeiro grande mestre Chinês a se qualificar para o Torneio dos Candidatos. Um dia histórico para o xadrez Chinês.

null

So "cede" para um empate, e deixa a Taça do Mundo. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

"Eu sinto-me muito feliz depois da partida de hoje," disse o vencedor. "Na primeira partida eu fui muito melhor. Eu estava a vencer a certa altura. (...) Com cerca de quatro minutos no relógio eu não encontrei uma vitória limpa e eu estraguei a vantagem. Ele fez-me [sentir] muito frustrado."

Ding explicou que o empate rápido que se seguiu foi muito bem vindo para ele de modo a obter um descanso, preparar-se e livrar-se das emoções negativas—sugerindo que So devia ter continuado a jogar a partida.

Ele disse também que vencer  o confronto do ano passado em Xangai o ajudou a "ganhar confiança contra ele" uma vez que "ele é um jogador muito forte e muito sólido. Ele é muito difícil de bater."

null

Ding bateu um jogador que é na verdade muito difícil de bater. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

O comentário de Ding sobre o nível de atenção na China só lhe pode ganhar mais fãs. "O meu treinador disse-me para ignorar a cobertura na China, mas eu não posso simplesmente fazer isso porque por vezes motiva-me a jogar bem!"

Isso deixou só mais um tabuleiro, onde Levon Aronian e Maxime Vachier-Lagrave ainda estavam iguais depois das partidas de 10+10. Primeiro, os dois tinham trocado vitórias nas partidas de 25-minutos, com Vachier-Lagrave a começar de forma impressionante:

null

Um início de tiebreak fantástico não foi hoje suficiente para MVL. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

O Francês pode ter-se arrependido da sua escolha de abertura na segunda partida de rápidas, mas deve ser dito que ele não tem um repertório muito extenso contra 1.d4. Aronian jogou 3.f3 contra a sua Grünfeld, e teoricamente falando uma configuração da Benoni é uma escolha razoável nesta. Mas... uma Benoni quando tu só precisas dum empate?

O sacrifício de peça de Aronian foi uma novidade, e funcionou perfeitamente:

null

Aronian coloca a sua dama em h5, decide a partida e iguala a pontuação. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

As suas partidas de 10+10 foram dois empates razoavelmente equilibrados, e por essa altura Ding e So tinham terminado. Por um momento árbitros de países diferentes que estão oficialmente em guerra, Ashot Vardepetyan (Arménia) e Faik Gasanov (Azerbaijão), jogaram uma partida de blitz amigável no seu tabuleiro, para matar algum tempo. Entre os espectadores estiveram Aronian e MVL!

Eles passaram à fase seguinte, que eram partidas de 5 minutos e incrementos de 3 segundos. Aronian esteve completamente a vencer na primeira delas, mas por alguma razão não conseguiu marcar o ponto, e depois foi MVL aquele a estragar um final vitorioso:

null

Que confronto jogaram hoje estes dois rapazes! | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Após outro empate numa Ruy Lopez o torneio ia finalmente ver uma partida de Armageddon. Em todas as partidas de tiebreak anteriores, isto ainda não tinha acontecido. Um grande mestre Holandês (e participante nesta Taça do Mundo) tinha estado à espera que isso acontecesse:

MVL venceu o sorteio, e ganhou a escolha de cor. Ele decidiu jogar de Pretas, o que lhe deu 4 minutos no relógio e vantagem de empate vs 5 minutos para Aronian. A partir do lance 61, os jogadores receberam três segundos por lance.

Vachier-Lagrave foi melhor, e então esteve muito perto dum empate no final de torre, mas depois Aronian encontrou uma bela combinação que eventualmente conduziu a um final de D vs T—exatamente o mesmo que em Ding vs So. Aronian soube também exatamente como o vencer.

"Eu penso que as nossas partidas clássicas não foram assim tão emocionantes mas em rápidas e blitz nós por assim dizer pagámos as nossas divídas," disse Aronian. "Eu pensei que tinha a vantagem através do confronto de rápidas mas eu não consegui converter."

Após perder a primeira, não havia realmente uma estratégia para a segunda: "Quando tu não tens nada a perder tu simplesmente arriscas." Para a partida de Armageddon, ele disse que também não existe nenhuma estratégia. "Tu tens de ter sorte. Não existem receitas, [tais como] jogar lances precisos. Não, tu só tens de jogar rápido e ter esperança que o teu oponente faça alguns erros."

Aronian estava extremamente aliviado. "Foi um dia muito dramático. Estou deleitado que tenha terminado e que eu tenha acabado como o vencedor."

null

Aronian, nos 'Candidatos' com Karjakin, Ding e mais cinco jogadores. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

O grande mestre Arménio, que também venceu a Taça do Mundo de 2005 em Khanty-Mansiysk, chamou à vitória de hoje "definitivamente uma das mais difíceis e eu diria uma das mais preciosas." Ele assinalou que esta chega 12 anos após o seu sucesso em Khanty: "Existe um círculo e o círculo tem de ser completado. Não tem nada a ver comigo, é só a maneira como a natureza funciona!"

Ele cumprimentou o seu adversário: "Ele é um jogador de blitz muito bom. Penso que eu provei que também não sou assim tão mau!"

Sobre a final, Aronian disse: "Eu alcancei o objetivo do torneio, e então existe um bónus, que também não seria mau de recolher!"

null

(Clica para uma versão maior.) 

Partidas de TWIC.

A Taça do Mundo tem lugar de 3-27 de Setembro em Tbilisi, Georgia. Cada rodada consiste de duas partidas de clássicas (quatro na final), e possivelmente um tiebreak de rápidas e blitz ao terceiro dia. O fundo total de prémios é de $1,6 milhões com um primeiro prémio de $120.000. Para além disso, os primeiros dois classificados ficarão apurados para o Torneio dos Candidatos de 2018.

O Chess.com transmite as partidas no Chess.com/Live. Em adição, podes ver o comentário em direto no Chess.com/TV oferecido pelos Chessbrahs, que inclui alguns dos melhores comentadores no planeta: GM Eric Hansen, GM Robin van Kamen, GM Yasser Seirawan e o IM Aman Hambleton.


Relatórios anteriores:


Gostarias de receber mais conteúdo de xadrez em Português? Segue estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez
Mais de PeterDoggers
Carlsen Vence Campeonato Mundial de Xadrez 2018 em Playoff

Carlsen Vence Campeonato Mundial de Xadrez 2018 em Playoff

Mundial de Xadrez Partida 11: Boa Preparação Dá a Caruana Um Empate Fácil em Petroff

Mundial de Xadrez Partida 11: Boa Preparação Dá a Caruana Um Empate Fácil em Petroff