Fedoseev, MVL, Rapport, So, Svidler Passam aos Quartos de Final

Fedoseev, MVL, Rapport, So, Svidler Passam aos Quartos de Final

Vladimir Fedoseev, Maxime Vachier-Lagrave, Richard, Rapport, Wesley So e Peter Svidler juntaram-se aos qualificados de ontem para alcançar a rodada cinco da Taça do Mundo da FIDE em Tbilisi.

O momento quando MVL elimina Grischuk decisivamente. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

E então só haviam oito.

Após Aronian, Ivanchuk e Ding Liren já se terem qualificado ontem, os tiebreak de Quinta-feira decidiram os outros cinco confrontos. Naquele que foi um dia relativamente curto, quatro dos confrontos foram decididos depois de duas partidas no controle de tempo normal de rápidas, e um confronto foi a partidas de 10+10, mas não mais longe.

Amanhã começam os quartos de final, e veremos estes confrontos: Svidler-MVL, Ivanchuk-Aronian, So-Fedoseev e Rapport-Ding.

2017 Taça do Mundo | Rodada 4 Resultados

Fed Player Fed Player Classical Rapid Blitz Score
Svidler (2756) Bu Xiangzhi (2714) ½-½, ½-½ 2-0 3-1
Vachier-Lagrave (2804) Grischuk (2788) ½-½, ½-½ ½-½, ½-½, 1-0, ½-½ 3½-2½
Ivanchuk (2727) Giri (2777) 1-0, ½-½ 1½-½
Dubov (2666) Aronian (2802) ½-½, 0-1 ½-1½
So (2792) Jobava (2702) ½-½, ½-½ 1-0, ½-½ 2½-1½
Rodshtein (2695) Fedoseev (2731) 0-1, 1-0 0-1, 0-1 1-3
Rapport (2675) Najer (2694) ½-½, ½-½ ½-½, 1-0 2½-1½
Wang Hao (2701) Ding Liren (2771) ½-½, 0-1 ½-1½

Geena Sosonko chegou há uns dias atrás, e hoje a lenda do xadrez de senhoras Maia Chiburdanidze também fez uma visita ao torneio.

Ele tinha derrotado o campeão do mundo, mas hoje não foi o dia de Bu Xianghi. Ele perdeu ambas as partidas de rápidas para Peter Svidler.

Na primeira partida o jogador Chinês foi lentamente suplantado de Brancas, perdeu uma troca e então permitiu um mate em um.

"A primeira foi jogada razoavelmente bem por ambos," disse Svidler, que pensou que ele podia ter vencido mais facilmente. Quando Bu teve pouco tempo no relógio, Svidler pode desequilibrá-lo ao fazer lances que o seu oponente provavelmente não tinha analisado.

null

O início dos tiebreak. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Bu tinha de vencer a segunda partida, mas o seu jogo de abertura produziu efeitos negativos, o que por vezes acontece nestas situações. A abertura decorreu 1.Cf3 f5 2.d3 d6 3.e4, o que não é estranho, e é de facto uma boa maneira de evitar a Defesa Holandesa.

Mas após 3...e5 4.Cc3 Be7 Svidler jogou 5.d4!?, o que conduziu a uma Philidor com ...f5 (que Morphy jogou, como é mencionado neste blog recente por Arne Moll) onde as Pretas têm o lance extra ...Be7! Mas isso é tudo o que há para mencionar porque em tempo nenhum Svidler estava completamente a vencer.

null

Este não foi o dia de Bu. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Esta foi a forma como o vencedor explicou a sua partida: "Ele é um jogador extremamente forte de xadrez clássico. O seu forte é jogar corretamente, sabes, colocar as peças em boas casas e fazendo isto, as básicas, muito, muito bem. Mas ele tinha de jogar para uma vitória de Pretas, ele misturou as coisas e desperdiçou um atalho táctico muito cedo. Ele desperdiçou Ce4-g5."

null

A resposta de Svidler à pergunta de se ele prefere Grischuk ou MVL como o seu próximo oponente:  "Posso mudar-me para o outro lado do quadro, por favor?" | Foto: Chess.com/Maria Emelianova. 

A esperança que os adeptos locais depositavam em Baadur Jobava evaporou-se. Nesta rodada o número um da Georgia colidiu com Wesley So, que teve alguma dificuldade nas partidas de clássicas mas hoje encontrou a sua forma. Houve um empate na segunda, mas aqui está como So venceu a primeira de forma impressionante:

"Bem, provou ser um confronto muito difícil," disse So. "Baadur mostrou estar realmente inspirado; ele quer recuperar e tinha a vantagem de jogar em casa. Ele tem muitos fãs a torcer por ele."

"Ontem eu tive uma posição muito suspeita mas estou muito satisfeito de ter conseguido salvar aquela partida. Hoje correu melhor e eu gostaria de agradecer ao senhor por me ter permitido vencer o confronto."

null

Wesley So pára o relógio para reivindicar um empate. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

null

Foi uma reivindicação correta e portanto a partida terminou aqui. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Ao Chess.com, So assinalou que esta foi a primeira vez em que ele alcançou aos quartos de final duma Taça do Mundo. Ele revelou também que tinha chegado a Tbilisi seis dias antes do torneio para se livrar dos efeitos da viagem (jetlag).

Evgeniy Najer, outro destruidor de dragões (ele eliminou Fabiano Caruana), teve as suas chances na primeira partida de rápidas, mas Richard Rapport conseguiu sair com o empate. Na sua segunda (louca!) partida, o grande mestre Húngaro estava no seu elemento. Ele conseguiu suplantar o seu oponente numa selva de possibilidades táticas, embora mesmo no fim ainda houvesse um momento em que Najer podia ter empatado.

null

Richard Rapport, o 51º do mundo, está entre os oito melhores. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Ontem Maxim Rodshtein recuperou duma derrota, e isto tende a dar-te uma vantagem psicológica no tiebreak. Mas Vladimir Fedoseev parece ser um tipo duro que não se deixa incomodar por tais considerações. Ele venceu ambas as partidas de rápidas. Na primeira ele teve alguma ajuda do seu oponente mesmo no fim.

Esta partida, por sinal, viu o terceiro incidente dum lance ilegal. Fedoseev recebeu dois minutos extra no relógio, que é a penalidade quando isso acontece a primeira vez. Um segundo lance ilegal resulta em derrota.

null

Fedoseev disse que estava nervoso, especialmente na primeira partida. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Na segunda partida, Rodshtein pareceu ter algumas chances. Bem, ele pelo menos conseguiu criar uma posição desequilibrada, mas Fedoseev foi forte também aqui. Ele descreveu a sua abertura como "como jogar tão mal quanto possível quando tu precisas de fazer um empate."

O grande mestre Russo explicou que ele tinha aprendido do dia anterior, uma vez que ele culpou isso por ter jogado para um empate. "Eu devia jogar sempre para uma vitória. Se eu mudo o meu estilo eu tenho um problema."

null

O torneio termina para Maxim Rodshtein. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

O confronto de alto perfil entre Maxime Vachier-Lagrave e Alexander Grischuk foi também o mais longo do dia. As duas partidas de rápidas terminaram em empates, e então MVL foi o primeiro a pontuar na primeira de 10+10. (Olha para aqueles peões!)

"A minha preparação decorreu bem, eu consegui finalmente exercer uma enorme pressão em Sasha," disse MVL. "Após ter conseguido trocar de duas e empurrar os meus peões no centro eu senti que isso deveria vencer."

null

So observando o confronto MVL-Grischuk. | Foto: Chess.com/Maria Emelianova.

Notavelmente, após o Aronian-Dubov de ontem, a segunda 10+10 entre Grischuk e MVL viu um final com a mesma exata distribuição de material. Desta vez foi torre vs bispo de casa-escura, com um peão-h para as Brancas e um peão-g para as Pretas.

Foi uma vitória teórica durante muito tempo, mas ao contrário de Aronian, Grischuk não conseguiu encontrar o plano vitorioso enquanto jogava nos incrementos:

Vachier-Lagrave: "Eu estava confiante que iria segurar neste final mas então eu cometi uma asneira qualquer e fiz este empate por milagre; eu obtive uma fortaleza que provavelmente não devia ter obtido."

null

O Francês foi modestamente otimista sobre o restante: "A intensidade do confronto foi como se estivéssemos a jogar o confronto final," disse MVL. "Existem três passos muito difíceis à minha frente mas se eu mantiver este nível de intensidade eu penso que eu posso ir bem."

null

(Clica para uma versão maior.)

Partidas de TWIC.

A Taça do Mundo tem lugar de 3-27 de Setembro em Tbilisi, Georgia. Cada rodada consiste de duas partidas de clássicas (quatro na final), e possivelmente um tiebreak de rápidas e blitz ao terceiro dia. O fundo total de prémios é de $1,6 milhões com um primeiro prémio de $120.000. Para além disso, os primeiros dois classificados ficarão apurados para o Torneio dos Candidatos de 2018.

O Chess.com transmite as partidas no Chess.com/Live. Em adição, podes ver o comentário em direto no Chess.com/TV oferecido pelos Chessbrahs, que inclui alguns dos melhores comentadores no planeta: GM Eric Hansen, GM Robin van Kamen, GM Yasser Seirawan e o IM Aman Hambleton.


Relatórios anteriores:


Gostarias de receber mais conteúdo de xadrez em Português? Segue estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez
Mais de PeterDoggers
Carlsen Vence Campeonato Mundial de Xadrez 2018 em Playoff

Carlsen Vence Campeonato Mundial de Xadrez 2018 em Playoff

Mundial de Xadrez Partida 11: Boa Preparação Dá a Caruana Um Empate Fácil em Petroff

Mundial de Xadrez Partida 11: Boa Preparação Dá a Caruana Um Empate Fácil em Petroff