Grand Prix Agonizado Continua em Geneva

Grand Prix Agonizado Continua em Geneva

Quinta-feira a terceira perna do FIDE Grand Prix começou em Geneva, na Suíça. A primeira rodada viu quatro resultados decisivos, incluindo uma vitória de pretas de Teimour Radjabov sobre Anish Giri.

O Presidente da FIDE Kiran Ilyumzhinov na primeira rodada em Geneva. | Foto: World Chess.

Infelizmente, parece que quanto mais avançamos nesta Grand Prix Series, pior esta fica. Antes de olharmos para as partidas de ontem, assuntos maiores relacionados com o GP precisam de ser abordados.

Agon, a empresa que possui os direitos de organizar eventos no ciclo do campeonato do mundo, conseguiu encontrar três patrocinadores para os seus eventos. Não obstante, como foi comunicado anteriormente, eles não puderam pagar à FIDE uma quantia de 500.000 dólares a tempo, que era devida no fim de 2016. E, pelo menos até a uma semana atrás, a FIDE ainda estava à espera da sua parte do prémio monetário do Grand Prix de Moscovo (€26,000 / $29,700).

Devido a isso, A Federação Mundial de Xadrez não pôde pagar o prémio monetário aos jogadores. Esta semana, a maioria (mas não todos) dos participantes de Moscovo receberam finalmente o seu dinheiro, um mês e meio depois do torneio.

Muitos poderiam argumentar que a Agon não está só a tratar os melhores jogadores do mundo com menos respeito do que eles merecem. Os adeptos de xadrez também sofrem.

A experiência dos fãs ao seguir o Torneio dos Candidatos, o confronto do campeonato do mundo e agora estes torneios do Grand Prix é simplesmente pior do que a de outros torneios principais. Uma razão importante é a posição da Agon para com a transmissão ao vivo das partidas. 

Ao tentar (e, até agora, falhando) limitar a transmissão ao vivo somente para o website da WorldChess, a Agon tem alienado um número de websites de xadrez bem estabelecidos. Um dos sites Russos principais, ChessPro, não tem oferecido cobertura dos eventos da Agon desde o Torneio dos Candidatos do ano passado. Chess24, que tem participado em processos legais contra a Agon, decidiu boicotar o Grand Prix de Moscovo completamente e também não ofereceu cobertura da primeira rodada de ontem do GP de Geneva.

A partir do Torneio dos Candidatos em 2016, os adeptos de xadrez tiveram de pagar para assistir às partidas no ciclo do campeonato do mundo num website duma qualidade que está simplesmente abaixo daquilo que se pode esperar hoje em dia. Os problemas vão desde diagramas que não funcionam devidamente, funcionalidades básicas que não existem, a 'bugs' que estão presentes ainda agora.

Se isso é devido a problemas financeiros ou não, a Agon parece ter diminuído o seu orçamento para estes torneios GP. O primeiro, em Fevereiro em Sharjah, teve três comentadores. O torneio em Moscovo, em Maio, teve só um. O Geneva GP também tem só um comentador, e este nem sequer está no local.

Falando de um estúdio em Moscovo, o GM Alexander Morozevich fez o comentário na rodada um. (Após a rodada cinco o GM Evgeny Miroshnichenko irá assumir o comentário.) É um nome grande, mas ainda assim o programa em direto teve só cerca de 150 espectadores simultâneos atravês do dia—que só teve acesso a uma câmera com uma vista global da sala de jogos, o dia inteiro.

Contudo, parece que apesar das suas declarações, as coisas estão difíceis para a Agon neste momento, mas ainda mais difíceis para aqueles que estão interessados em seguir estes torneios.

Independentemente destas circunstâncias, o Chess.com continua investido em oferecer a melhor cobertura de xadrez à comunidade de xadrez global. Os torneios mundiais mais importantes merecem ser levados aos fãs, e os melhores jogadores de xadrez do mundo merecem a nossa atenção. Com estes ideais em mente, nós continuaremos a relatar sobre os eventos de xadrez principais independentemente das dificuldades e obstáculos potenciais que tenhamos de enfrentar, ou qualquer supostos problemas que existam com Agon.

2017 FIDE Grand Prix | Classificações Depois de Dois Torneios

Rk. Fed Name Sharjah Moscow Total
1 Shakhriyar Mamedyarov 140 140 280
2 Ding Liren 70 170 240
3 Alexander Grischuk 140 71,4 211,4
4 Maxime Vachier-Lagrave 140 71,4 211,4
5 Hikaru Nakamura 70 71,4 141,4
6 Hou Yifan 7 71,4 78,4
7 Michael Adams 70 3 73
8 Ian Nepomniachtchi 70 3 73
9 Anish Giri 71,4 71,4
10 Peter Svidler 71,4 71,4
11 Teimour Radjabov 71,4 71,4
12 Dmitry Jakovenko 70 70
13 Francisco Vallejo Pons 25 7 32
14 Richard Rapport 25 25
15 Pavel Eljanov 25 25
16 Li Chao 25 25
17 Evgeny Tomashevsky 3 20 23
18 Pentala Harikrishna 20 20
19 Boris Gelfand 20 20
20 Jon Ludvig Hammer 3 7 10
21 Levon Aronian 7 7
22 Saleh Salem 3 3 6
23 Alexander Riazantsev 1 1
24 Ernesto Inarkiev 1 1

Shakhriyar Mamedyarov (32, Azerbaijão) lidera as classificações do GP no início do terceiro torneio, em Geneva, onde ele também joga. Ding Liren (24, China) está em segundo lugar mas irá jogar o seu terceiro torneio em Novembro em Palma de Maiorca. Os dois primeiro classificados do Grand Prix em Geral qualificam-se para o torneio dos Candidatos de 2018.

null

Shakhriyar Mamedyarov lidera o Grand Prix após dois torneios. | Foto: World Chess.

Geneva Grand Prix | Resultados Rodada 1

Bo. No. Fed Name Rtg Pt. Result Pt. Fed Name Rtg No.
1 1 Aronian 2809 0 ½ - ½ 0 Li Chao 2735 10
2 11 Gelfand 2728 0 ½ - ½ 0 Mamedyarov 2800 2
3 3 Giri 2775 0 0 - 1 0 Radjabov 2724 12
4 13 Inarkiev 2707 0 ½ - ½ 0 Grischuk 2761 4
5 5 Svidler 2749 0 ½ - ½ 0 Jakovenko 2703 14
6 15 Rapport 2694 0 ½ - ½ 0 Nepomniachtchi 2742 6
7 7 Eljanov 2739 0 1 - 0 0 Hou Yifan 2666 16
8 17 Riazantsev 2654 0 0 - 1 0 Harikrishna 2737 8
9 9 Adams 2736 0 1 - 0 0 Salem 2638 18

Comecemos com Geneva, onde Michael Adams (45, Inglaterra) derrotou Salem Saleh (24, Emirados Árabes Unidos) com as peças brancas como ele tinha feito também no Sharjah Grand Prix—mas essa foi uma partida melhor.

"Eu penso que tinha na verdade uma abertura agradável mas depois eu tive de jogar mais diretamente, fui forçado a jogar f4. Eu acho que ele ficou com uma boa posição," disse Adams. O Inglês ganhou um peão, mas "estraguei de novo as coisas'" usando as palavras de Adams. "Foi uma partida um pouco esquisita."

O Oficial de Imprensa da FIDE Goran Urosevic entrevista o GM Michael Adams após a partida.

Teimour Radjabov (30, Azerbaijão) bateu Anish Giri (23, Holanda) com as peças pretas. "Eu fiquei satisfeito de ter jogado uma partida bonita," disse o vencedor. 

Radjabov pensou que Giri criou os problemas para ele próprio. "Ele gastou bastante tempo na abertura e depois ofereceu um empate ao lance 19, mas eu tinha uma tal vantagem de tempo que pensei, os meus lances são bastante simples, eu tenho mais de uma hora no relógio, porque é que eu não jogaria esta posição?"

O jogador do Azerbaijão estava satisfeito com as suas capacidades táticas. "Eu sentia-me fresco em geral. Mas ele hoje provavelmente que se sentiu com falta de energia. Os seus cálculos não foram muito convincentes." Radjabov mencionou também que Giri acabou de jogar o Grand Chess Tour de Leuven, e que Mikhail Botvinnik não teria aprovado o calendário de Giri!

A WGM Anna Burtasova entrevista o GM Teimour Radjabov após a partida.

Hou Yifan (23, China) jogou bastante bem nos primeiros dois torneios do Grand Prix. Veremos se ela conseguirá manter este nível; desta vez ela sofreu uma derrota na primeira rodada.

Pavel Eljanov (34, Ucrânia) disse que não tinha a certeza de como tinha jogado a abertura. Foi a primeira vez com as brancas; ele só tinha experiência da Giuoco Piano do lado das pretas.

"Em dificuldades de tempo ela não jogou da melhor maneira e parece que o final de peões está perdido para as Pretas," disse Eljanov.

A

A WGM Anna Burtasova entrevista o GM Pavel Eljanov após a partida.

O quarto e último vencedor do dia foi Pentala Harikrishna (31, Índia), que venceu contra Alexander Riazantsev (31, Rússia). "Hari," como a maioria das pessoas o chama, desgastou o seu oponente numa partida de manobras longas.

null

Usando óculos novos, Harikrishna começou com uma vitória. | Foto: World Chess.

Todas as outras partidas acabaram em empates, com Levon Aronian (34, Armênia) vs Li Chao (28, China) sendo o mais interessante deles. Li disse que não fazia ideia nenhuma do que se passava, mas sentiu que estava a jogar bem. Na posição final é de facto necessário um computador para saber de certeza o que se passa, e mesmo assim é difícil de compreender!

Geneva Grand Prix | Classificações Rodada 1 

# Fed Name Rtg Perf Pts
1-4 Pavel Eljanov 2739 3466 1.0/1
1-4 Pentala Harikrishna 2737 3454 1.0/1
1-4 Michael Adams 2736 3438 1.0/1
1-4 Teimour Radjabov 2724 3575 1.0/1
5-14 Levon Aronian 2809 2735 0.5/1
5-14 Shakhriyar Mamedyarov 2800 2728 0.5/1
5-14 Alexander Grischuk 2761 2707 0.5/1
5-14 Peter Svidler 2749 2703 0.5/1
5-14 Ian Nepomniachtchi 2742 2694 0.5/1
5-14 Li Chao 2735 2809 0.5/1
5-14 Boris Gelfand 2728 2800 0.5/1
5-14 Ernesto Inarkiev 2707 2761 0.5/1
5-14 Dmitry Jakovenko 2703 2749 0.5/1
5-14 Richard Rapport 2694 2742 0.5/1
15-18 Anish Giri 2775 1924 0.0/1
15-18 Hou Yifan 2666 1939 0.0/1
15-18 Alexander Riazantsev 2654 1937 0.0/1
15-18 Salem Saleh 2638 1936 0.0/1

Emparceiramentos para a rodada dois: Radjabov-Eljanov, Harikrishna-Adams, Jakovenko-Aronian, Mamedyarov-Inarkiev, Grischuk-Rapport, Li Chao-Svidler, Nepomniachtchi-Gelfand, Salem Saleh-Giri, e Hou Yifan-Riazantsev.

O Geneva Grand Prix tem lugar de 6-15 de Julho no Hotel Le Richmond em Geneva. O fundo de prémios é de 130,000 / $148,520. O controle de tempo é de 100 minutos para os primeiros 40 lances, 50 minutos para os 20 lances seguintes e depois 15 minutos para o resto da partida mais uns adicionais 30 segundos por lance a começar em lance 1.


Correção: Uma versão anterior declarou erradamente que propostas de empate não são permitidas neste torneio.


Gostarias de receber mais conteúdo de xadrez em Português? Segue estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez
Mais de PeterDoggers
GM Solozhenkin Suspenso Por Fazer Acusações de Fraude; Colegas GM Protestam

GM Solozhenkin Suspenso Por Fazer Acusações de Fraude; Colegas GM Protestam

Caruana Vence o Grenke Chess Classic

Caruana Vence o Grenke Chess Classic