Notícias
Notícias
'Alexandra Kosteniuk vai jogar pela Suíça'
GM Kosteniuk jogando na Cairns Cup. Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

'Alexandra Kosteniuk vai jogar pela Suíça'

PeterDoggers
| 2 | Enxadristas

No site da Federação Suíça de Xadrez foi publicada a notícia de que a GM Alexandra Kosteniuk planeja representar a Suíça em futuros eventos de xadrez. A transferência de federação deve começar em 1º de janeiro de 2024. No entanto, a própria Kosteniuk recusou-se a confirmar a notícia ao Chess.com ou a comentar o assunto.

Desde que a guerra estourou na Ucrânia, Kosteniuk, como muitos outros grandes mestres russos, parou de jogar por seu país natal em eventos internacionais e passou a jogar sob a bandeira da FIDE. Mas, aparentemente, agora ela decidiu representar a Suíça, onde já joga o campeonato nacional por equipes.

Atualmente, como a décima jogadora no ranking mundial feminino da FIDE, Kosteniuk possui passaporte russo e suíço, por ter sido casada com um cidadão suíço por mais de uma década. Desde 2015, ela é casada com o grande mestre russo Pavel Tregubov, com quem vive na França.

De acordo com Peter Erismann, responsável pelo esporte de alto nível na Federação Suíça de Xadrez, levará mais um ano até que Kosteniuk possa jogar pela Suíça: "Se ela mudasse de federação agora, a Federação Suíça de Xadrez teria que pagar à Federação Russa de Xadrez uma taxa de transferência de $10.000. [Na verdade são 10.000 euros - PD]. Após um período de espera de dois anos, no entanto, a mudança de federação é gratuita."

Este período de espera de dois anos começa a partir da última vez que Kosteniuk representou a Rússia em um evento oficial da FIDE, o que ocorreu no Campeonato Mundial de Rápido e Blitz em dezembro de 2021. Pelo menos é o que diz o parágrafo 4.2 do Regulamento de Transferências e Regras de Elegibilidade para Jogadores (abaixo), embora ainda não se saiba se possuir um passaporte será considerado o mesmo que residência.

4.2 Quando a última data de representação for inferior a 5 anos antes da data de transferência, a data de elegibilidade é definida 2 anos após o início da residência na nova federação sem pagamento da Taxa de Transferência e da Taxa de Compensação.

Kosteniuk seria de longe a jogadora mais forte da equipe feminina suíça. Atualmente, as quatro melhores jogadoras do país são: WGM Ghazal Hakimifard (2279), WIM Lena Georgescu (2262), WGM Monika Mueller-Seps (2237) e WIM Gundula Heinatz (2162).

Com um rating de 2519, Kosteniuk seria atualmente a sexta melhor jogadora do quadro geral da Suíça, por isso não se pode descartar que ela também entre para a equipe absoluta. "Mantemos a flexibilidade para colocá-la na equipe masculina, se necessário", disse Erismann, que também anunciou que Kosteniuk planeja jogar o Campeonato Suíço Individual de 2023.

Kosteniuk não é a única jogadora nova na equipe feminina suíça. Mariya Manko, de 15 anos (rating 2117), também irá entrar, e provavelmente a WIM Sofiia Hryzlova, de 18 anos (rating 2157). Ambas são da Ucrânia e recentemente fugiram para a Suíça com suas famílias.

Mais de PeterDoggers
Título honorário de Grande Mestre concedido postumamente a Sultan Khan

Título honorário de Grande Mestre concedido postumamente a Sultan Khan

Abdusattorov e Gukesh lideram o Tata Steel Chess Masters

Abdusattorov e Gukesh lideram o Tata Steel Chess Masters