Carlsen, So Lideram Cedo em Paris

Carlsen, So Lideram Cedo em Paris

Magnus Carlsen and Wesley So estão empatados para o primeiro lugar depois do primeiro dia do Paris Grand Chess Tour. Eles obtiveram 5 pontos de uns possíveis seis (uma vez que as partidas rápidas contam o dobro) e estão logo em frente de Hikaru Nakamura e Veselin Topalov.

Magnus Carlsen (d.) a jogar Shakhriyar Mamedyarov na rodada dois. | Foto Maria Emelianova.

Enquanto a onda de calor continuou em Paris, o Grand Chess Tour assistiu a um primeiro dia muito agradável. Num estúdio da Canal+ ao longo do Sena, no canto sudoeste da Boulogne-Billancourt, os jogadores de xadrez produziram um xadrez maravilhoso, presenciado online pelos adeptos de xadrez e também atravês da televisão.

Porque isso é o que há de novo no tour deste ano: o primeiro torneio, em Paris, e disputado num estúdio de TV. Os programas estão sendo  produzidos para as audiências online nos idiomas Inglês, Espanhol e Francês, e esta última produção é feita pelo Canal+.

null

Garry Kasparov fez o primeiro lance em Bacrot vs MVL. | Foto Maria Emelianova.

Ao contrário do que alguns esperavam, o programa Francês não é transmitido na TV aberta. O conselho da Vivendi decidiu que Daily Motion, outra companhia de que são proprietários (além do Canal+), teria exclusividade, enquanto que o Canal+ está transmitindo cada noite um programa de uma hora no seu canal esportivo resumindo as atividades do dia.

E isso provavelmente faz sentido. Para que o xadrez cresça como um esporte de televisão, primeiro a audiência geral precisa ser introduzida ao xadrez com um programa especial, bem produzido que não deve ser muito longo. Talvez depois disso, as pessoas irão estar preparadas para o xadrez ao vivo.

Aqui está um vídeo pelo Chess.com que te dá uma ideia de como as coisas estão em Paris. Tem entrevistas com o organizador do Grand Chess Tour o IM Malcolm Pein e o comentarista do Canal+ IM Almira Skripchenko.

O xadrez começou com um paralelo ao ano passado. Wesley So, vencedor do 2016 Grand Chess Tour, se encontrou em uma posição muito ruim, mas mesmo assim conseguiu vencer. Exatamente como na sua primeira partida em Paris o ano passado contra Magnus Carlsen. Desta vez foi Fabiano Caruana quem perdeu a sua oportunidade:

A batalha grande da primeira rodada foi o embate entre os Franceses Etienne Bacrot, que conseguiu ficar apurado para Paris, e Maxime Vachier-Lagrave. Bacrot, que a certa altura era o grande-mestre mais jovem no mundo, reagiu bem inicialmente ao jogo de abertura criativo de MVL, mas depois ele não viu uma tática e a partir daí ele ficou sob pressão. O final de dama, no entanto, estava provavelmente empatado.

null

Bacrot desiste na sua partida vs Vachier-Lagrave. | Foto Maria Emelianova.

Falando de um jogo de abertura interessante, que tal o 1.d4 d5 2.c4 c6 3.cxd5 cxd5 4.Bg5 de Alexander Grischuk contra Magnus Carlsen? Esse foi o começo de um empate divertido, que assistiu muito cedo ao bispo de casa-clara do campeão do mundo completamente encarcerado em g6. Mas foi legal ver como Carlsen usou a sua torre-h7 ao longo da sétima fileira, e eventualmente conseguiu trocar o seu bispo horrível com a manobra Bg6-e8-b5, assistida pelo seu cavalo em d6.

Carlsen prosseguiu com duas vitórias. A primeira, contra Shakhriyar Mamedyarov, chegou de certo modo subitamente numa posição que não parecia mortal de todo. (Não era.)

Aceitar o seu sacrifício de peão não foi uma boa ideia, disse Carlsen, na medida em que ajudou as Pretas. No entanto, o verdadeiro erro foi 28.a4, que perde imediatamente. Carlsen: "Uma surpresa agradável."

null

Uma derrota súbita para vs Carlsen. | Foto Maria Emelianova.

A próxima vítima de Carlsen foi Maxime Vachier-Lagrave, que, no entanto, é um sério candidato de ter jogado o Lance do Dia. "Eu tinha me esquecido que isso era legal!" disse Malcolm Pein sobre o fantástico lance 18...d5. MVL continuou a jogar bem, mas então fez subitamente uma asneira que custou uma peça completa.

So também foi teve alguma sorte Francesa. Num final empatado ele decidiu continuar a jogar mais alguns lances com 47.Bd4, e foi recompensado: em breve Bacrot, que estava neste momento jogando em incrementos, se esqueceu da sua estratégia de manter tudo protegido nas casas-claras.

Especialmente desafortunado hoje foi Fabiano Caruana, que começou o seu torneio com três derrotas. Na rodada três ele perdeu contra Hikaru Nakamura, que portanto obteve a desforra da sua derrota contra Caruana na rodada final do Norway Chess. 


O Chess.com conversou com Nakamura sobre a sua partida, e também sobre a sua batalha na Noruega que tinha gerado alguma controvérsia.

Por fim, aqui está uma das mais interessantes partidas do primeiro dia. Yasser Seirawan disse sobre Maxime Vachier-Lagrave vs Alexander Grischuk: "Dava para escrever um livro sobre esta partida."

null

Uma luta fascinante entre MVL e Grischuk. | Foto Maria Emelianova.

Paris Grand Chess Tour | Rápidas, Classificações da Rodada 3

# Fed Nome Rtg Perf 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 Pts SB
1 Carlsen,Magnus 2851 3061 1 2 2 5.0 3.75
2 So,Wesley 2789 3029 1 2 2 5.0 1.25
3 Nakamura,Hikaru 2792 2901 1 1 2 4.0 1.25
4 Topalov,Veselin 2725 2869 1 1 2 4.0 0.75
5 Grischuk,Alexander 2779 2807 1 1 1 3.0 3.25
6 Mamedyarov,Shakhriyar 2784 2806 0 1 2 3.0 2.00
7 Vachier-Lagrave,Maxime 2783 2773 0 1 2 3.0 1.25
8 Karjakin,Sergey 2776 2647 1 1 0 2.0
9 Bacrot,Etienne 2688 2487 0 1 0 1.0
10 Caruana,Fabiano 2782 1969 0 0 0 0.0

Nota que para esta tabela o rating Universal Rating System do Grand Chess Tour foi utilizado.

null

Karjakin, Mamedyarov e Grischuk conversando no exterior após a rodada três. | Foto Maria Emelianova.


Relatórios anteriores:


Gostaria de receber mais conteúdo de xadrez em Português? Siga estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez
Mais de PeterDoggers
Com Só 3 Vitórias em Tabuleiros a Rússia Lidera Equipas Europeias

Com Só 3 Vitórias em Tabuleiros a Rússia Lidera Equipas Europeias

Kramnik Sobre a Carta Coringa dos Candidatos: 'Muito Provavelmente a Minha Última Chance'

Kramnik Sobre a Carta Coringa dos Candidatos: 'Muito Provavelmente a Minha Última Chance'