Ding Derrota Gelfand, Vence o Grand Prix de Moscou

Ding Derrota Gelfand, Vence o Grand Prix de Moscou

Ding Liren acabou sozinho no topo das classificações do FIDE Grand Prix de Moscou. Boris Gelfand jogou um "sacrifício muito otimista" (como foi descrito por Hikaru Nakamura) que acabou sendo incorreto. Com um jogo forte Ding venceu a partida e também o torneio na medida em que o co-líder Shakhriyar Mamedyarov empatou a sua partida com Maxime Vachier-Lagrave em somente 13 minutos.

Nakamura não ficou impressionado com o sacrifício que Gelfand fez. | Foto: Maria Emelianova.

Em linha com o "enredo" geral do Grand Prix, o tabuleiro um terminou hoje num empate depois de somente 13 minutos e 26 lances. Shakhriyar Mamedyarov não viu razão para arriscar nada e foi direto ao empate vs Maxime Vachier-Lagrave.

"Hoje em dia se você quer jogar de modo seguro, mas sabendo que que o empate é sempre um bom resultado é sempre um pouco complicado," disse MVL.

null

Um bom número de jornalistas estavam presentes hoje, mas estavam focados no tabuleiro errado. | Foto: Maria Emelianova.

null

Um encontro mais breve do que a partida rápida mediana. | Foto: Maria Emelianova.

Incidentemente, o rating em tempo real de Mamedyarov atingiu um perfeito 2800,0. Quando perguntaram qual o segredo por trás dos seus sucessos recentes, de início o jogador do Azerbaijão estava relutante em responder mas depois ele disse: "Eu mudei o meu regime diário." Um Shakh menos perigoso na vida noturna em Baku, um Shakh mais perigoso no tabuleiro de xadrez? 

null

Os ratings em tempo real depois da rodada final de hoje. Agora já sabemos que o Altibox Norway Chess tournament em Stavanger, que começa em 6 de Junho, irá contar com oito dos 10 jogadores mais cotados do mundo.

Vachier-Lagrave disse sobre o seu torneio: "Eu só posso concluir que o meu jogo foi bastante pobre, especialmente na primeira parte. Não é um grande resultado, mas não é catastrófico. Se eu vencer em Maiorca tenho boas chances de me qualificar."

Com um normalmente sólido Boris Gelfand por trás das peças brancas, esperava-se que o co-líder Ding Liren empatasse também a sua partida de Pretas. No entanto, hoje o grande mestre Israelita estava inspirado e primeiro sacrificou uma peça, e depois uma troca. Se adicionar isso, a soma é uma torre completa, e Gelfand recebeu somente dois peões. Em vez do prêmio por brilhantismo, ele ganhou um dia a zero. Ding, que contrariou todas as táticas com profissionalismo, conquistou a primeiro prêmio exclusivamente.

null

Ding era só sorrisos. "É um momento glorioso para mim; eu me muito feliz. Ontem à noite fiquei um pouco ansioso, nervoso, e estava um pouco estressado sobre a partida de hoje mas eu creio que joguei muito bem."

null

Ding Liren, um vencedor muito feliz em Moscou. | Foto: Maria Emelianova.

"Eu joguei bastante melhor do que imaginei e também tive muitas posições de potencial, embora eu não as conseguisse vencer. Mas a qualidade das partidas foi muito boa."

Acontece que o Chinês teve uma arma secreta em Moscou. "A minha mãe veio comigo até aqui. Ela preparou as minhas refeições de modo a que eu tivesse mais tempo para estudar xadrez!"


Pouco tempo depois, Hikaru Nakamura e Peter Svidler concluíram no tabuleiro três. Foi um empate, depois de Nakamura ter estado um pouquinho melhor durante a maior parte da partida. "Eu não achei nada concreto; provavelmente o Peter defendeu muito bem e foi uma partida equilibrada," disse o jogador Americano.

Quando perguntaram se ele estava pensando na situação do torneio, Nakamura respondeu: "Tudo pareceu estar bem e depois por alguma razão o Boris perdeu a cabeça. Eu pensei que todas as partidas foram bastante normais, mas é claro que eu observei a partida crucial e penso que Ding jogou bem depois do Boris ter feito aquele sacrifício muito otimista."

null

Nakamura: "Tudo pareceu estar bem e depois por alguma razão o Boris perdeu a cabeça." | Foto: Maria Emelianova.

Hou Yifan tinha concluído o seu primeiro Grand Prix a menos-um, com oito empates consecutivos e uma derrota na rodada final. Ela Findou o Grand Prix de Moscou a mais-um depois de bater Ernesto Inarkiev de Pretas na rodada final.

A partida ficou interessante quando Hou decidiu oferecer duas peças menores por uma torre e um peão. Parecia estar dinamicamente equilibrada, mas subitamente a partida foi decidida por um erro grande (uma enorme asneira" - Inarkiev).

"De forma geral estou satisfeita com o meu desempenho desta vez," disse Hou. "O progresso não foi muito consistente porque houveram alguns momentos altos e baixos."

null

Progresso estável de Hou Yifan desde que ter concluído os estudos universitários no ano passado. | Foto: Maria Emelianova.

A última partida a terminar foi a de Anish Giri vs Alexander Grischuk, uma que começou com uma linha interessante da Abertura Inglesa recentemente jogada algumas vezes por Vishy Anand. "Era importante manter oportunidades de vitória," disse Grischuk. "A diferença entre empatar e vencer era maior do que a diferença entre empatar e perder."

Giri teve dificuldades em recordar a sua preparação, e descreveu o seu 10.g4 como um "lance horrível." Ele acabou em desvantagem de um peão, mas depois lutou como um leão.

null

Com um peão de desvantagem, Giri defendeu bem e manteve o seu estatuto de imbatido. | Foto: Maria Emelianova.

Moscow Grand Prix | Classificações Finais

Rk. SNo Fed Título Nome Rtg Pts. rtg+/- GP pts. Prize (€)
1 4 GM Ding Liren 2773 6 11,6 170 20,000
2 5 GM Mamedyarov Shakhriyar 2772 5,5 5,1 140 15,000
3 1 GM Vachier-Lagrave Maxime 2795 5 -4,5 71,4 9,000
2 GM Nakamura Hikaru 2786 5 -1,4 71,4 9,000
3 GM Giri Anish 2785 5 -3,4 71,4 9,000
6 GM Svidler Peter 2755 5 2,2 71,4 9,000
8 GM Grischuk Alexander 2750 5 2,7 71,4 9,000
13 GM Radjabov Teimour 2710 5 11 71,4 9,000
16 GM Hou Yifan 2652 5 14,1 71,4 9,000
10 9 GM Harikrishna P. 2750 4,5 -4,3 20 4,417
12 GM Gelfand Boris 2724 4,5 3,8 20 4,417
15 GM Tomashevsky Evgeny 2696 4,5 6,3 20 4,417
13 14 GM Vallejo Pons Francisco 2710 4 -3,2 7 3,625
18 GM Hammer Jon Ludvig 2621 4 6,6 7 3,625
15 7 GM Nepomniachtchi Ian 2751 3,5 -15,7 3 3,.000
10 GM Adams Michael 2747 3,5 -11,6 3 3,000
17 GM Salem A.R. Saleh 2633 3,5 2,3 3 3,000
18 11 GM Inarkiev Ernesto 2727 2,5 -21,6 1 2,500

null

Os três prêmios para o Grand Prix de Moscovo. | Foto: Maria Emelianova.

O torneio, de formato Suíço de 9-rodadas com um fundo de prêmios de 130.000 euros (142.000 dólares), decorre até 21 de Maio, com um dia de folga em 17 de Maio. Depois de Moscou irão haver mais dois torneios Grand Prix: em Julho em Geneva, e em Novembro em Palma de Maiorca. Os dois primeiros classificados estão automaticamente qualificados para o Torneio dos Candidatos em 2018.

Em baixo estão as classificações correntes do Grand Prix (de acordo com os nossos cálculos, e portanto não oficiais).

2017 FIDE Grand Prix | Classificações Depois de Dois Eventos

Rk. Fed Nome Sharjah Moscow Total
1 Mamedyarov Shakhriyar 140 140 280
2 Ding Liren 70 170 240
3 Grischuk Alexander 140 71,4 211,4
4 Vachier-Lagrave Maxime 140 71,4 211,4
5 Nakamura Hikaru 70 71,4 141,4
6 Hou Yifan 7 71,4 78,4
7 Adams Michael 70 3 73
8 Nepomniachtchi Ian 70 3 73
9 Giri, Anish 71,4 71,4
10 Svidler,Peter 71,4 71,4
11 Radjabov,Teimour 71,4 71,4
12 Jakovenko Dmitry 70 70
13 Vallejo Pons Francisco 25 7 32
14 Rapport Richard 25 25
15 Eljanov Pavel 25 25
16 Li Chao 25 25
17 Tomashevsky Evgeny 3 20 23
18 Harikrishna,Pentala 20 20
19 Gelfand,Boris 20 20
20 Hammer Jon Ludvig 3 7 10
21 Aronian Levon 7 7
22 Salem A.R. Saleh 3 3 6
23 Riazantsev Alexander 1 1
24 Inarkiev,Ernesto 1 1

Partidas de TWIC.


Reportagens anteriores:


Gostaria de receber mais conteúdo de xadrez em Português? Siga estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez
Mais de PeterDoggers
Com Só 3 Vitórias em Tabuleiros a Rússia Lidera Equipas Europeias

Com Só 3 Vitórias em Tabuleiros a Rússia Lidera Equipas Europeias

Kramnik Sobre a Carta Coringa dos Candidatos: 'Muito Provavelmente a Minha Última Chance'

Kramnik Sobre a Carta Coringa dos Candidatos: 'Muito Provavelmente a Minha Última Chance'