Mamedyarov Ultrapassa 2800, E Apanha Ding Em Moscou

Mamedyarov Ultrapassa 2800, E Apanha Ding Em Moscou

Com mais uma vitória, Shakhriyar Mamedyarov não só apanhou Ding Liren para chegar ao primeiro lugar no FIDE Grand Prix em Moscou; o jogador do Azerbaijão também se tornou no 13º da história a quebrar a barreira de 2800 no rating em tempo real.

Shakhriyar Mamedyarov, agora 2801.1 no rating em tempo real! | Foto: Maria Emelianova.

O progresso recente de Mamedyarov tem sido muito impressionante. Desde 21 de Abril, o jogador número um do Azerbaijão ganhou 29,1 pontos de Elo: nove no Gashimov Memorial, 13,9 no Campeonato Russo por Equipes (onde ele pontuou 4/4) e 6,2 até agora em Moscou. Durante este período ele perdeu uma só partida, para Radek Wojtaszek na rodada oito em Shamkir.

A pontuação em tempo real de Mamedyarov é maravilhosa, mas é mais provável que ele vá estar focado na situação do torneio, e na sua classificação geral no Grand Prix. Ainda assim, os seus maiores fãs estão provavelmente a pensar que se ele continuar desta maneira, mesmo a diferença de 11,1 pontos para o número dois do mundo Wesley So não é completamente impossível de superar.

null

Deve ser dito que hoje Mamedyarov foi ajudado de certo modo pelo seu oponente. Salem Saleh está em boa forma em Moscou, e durante a maior parte da partida esteve par a par com a visão tática do seu oponente.

Nesta partida fascinante, as Brancas ainda estiveram muito próximas de um empate no final de damas mas depois de seis horas de jogo, mais de uma vez Salem não conseguiu encontrar uma defesa mais tenaz.

null

Salem a tentar entender o que se passa com o final de damas. | Foto: Maria Emelianova.

null

Ambos vencedor e derrotado estavam hoje se divertindo em suas autópsias digitais. | Foto: Maria Emelianova.

A partida do dia foi a de Paco Vallejo vs Teimour Radjabov, com uma Siciliana Rossolimo com roques em lados opostos onde Vallejo pareceu apostar tudo. Como sugere Dejan Bojkov, talvez o GM Espanhol estivesse farto dos 12 empates consecutivos que ele obteve até agora nestas séries do Grand Prix?

Bem, o que tivemos foi uma partida doida.

"Foi uma das partidas mais complicadas que eu joguei recentemente," disse Radjabov.

null

null

Radjabov, se preparando para promover para um cavalo: "Uma das partidas mais complicadas que eu joguei recentemente." | Foto: Maria Emelianova.

Alexander Grischuk jogou o seu quarto empate mas desta vez foi uma partida a sério. Ele teve Maxime Vachier-Lagrave nas cordas, mas desperdiçou a vitória no lance 40, como ele próprio declarou.

"Eu fiquei em melhor situação rapidamente e então pensei estar vencendo. O meu lance 40 foi um grande erro. Se eu tivesse jogado 40.d6 em vez de 40.Te8+ eu acredito que as Brancas deviam ter vencido. Eu gastei meia hora com o meu lance 41 e mesmo assim não consegui encontrar grandes oportunidades," disse Grischuk. 

"Por alguma razão eu não percebi logo o problema que tinha," disse MVL. "Eu pensei que estava bem e de repente percebi que as peças dele estavam em casas boas. Já não havia muito que eu pudesse fazer." 

O GM Francês pensou que Grischuk teve hoje mais do que uma oportunidade para vencer: "Consegui escapar não sei como mas tem de ser um milagre."

null

"Por que é que eu não empurrei aquele peão...?" | Foto: Maria Emelianova.

Grischuk, que ainda está adoentado, encontrou uma razão para estar satisfeito: "Digamos que a partida só por si é provavelmente decepcionante mas dado que ontem eu praticamente nem conseguia respirar, conseguir hoje sobreviver, e jogar dela com ela com um dos melhores jogadores do mundo é já bastante otimista para mim."

Pelo segundo dia consecutivo, Michael Adams criticou bastante o seu próprio jogo. O grande mestre Inglês escolheu um Najdorf de 6.g3 com Ian Nepomniachtchi, que era uma linha de referência para ambos os jogadores. O GM Russo tinha sofrido nesta variante contra Anish Giri em Wijk aan Zee anteriormente este ano. "Eu tinha de preparar alguma coisa," disse ele.

Para Adams o problema principal foi de que ele não conseguiu encontrar um bom plano no início do meio-jogo. "Com este 24.h4, 25.Bf3 e 26.Bg2 eu estava perdendo completamente o fio à meada da partida," disse ele. "Eu devo jogar Cb2 em algum momento. Eu tenho mesmo de jogar um pouco melhor nas partidas restantes. Só isso."

null

Adams concede a sua partida vs Nepomniachtchi. | Foto: Maria Emelianova.

Nepomniachtchi, que faz uma caminhada de 40 minutos da sua casa para o local todos os dias, ainda não empatou uma partida. "Partida sim partida não tenho nojo do meu jogo. Amanhã é importante eu não perder de Brancas. Quando você perde duas vezes seguidas de Brancas, é de ficar de pé atrás."

Hikaru Nakamura jogou o seu quarto empate do torneio contra Hou Yifan. O jogador Americano tentou o Ataque de Rei Índio, que também fazia parte do repertório de Bobby Fischer quando este era um jovem.

Não é típico desta abertura, mas de alguma forma a maior parte do jogo decorreu na ala da dama desta vez, e Hou pareceu estar a jogar com precisão e estar a fazer tudo certo durante a partida.

null

Nakamura pareceu estar bastante decepcionado com o seu quarto empate consecutivo. | Foto: Maria Emelianova.

Jon Ludvig Hammer tem mostrado um excelente xadrez até ao momento em Moscou. Hoje tinha um bom jogo contra Anish Giri, e talvez estivesse até a vencer.

"Eu acho que tinha uma enorme vantagem," disse ele. "Anish me disse que ele pensou sempre que o final seria um empate. Já me disse que sou um otimista no xadrez e em particular sobre as minhas chances, e embora eu pensasse estar vencendo não conseguia explicar bem o porquê. Achei que é muito difícil de defender, mas Anish o defendeu. Bem jogado da parte dele."

null

Outro empate, mas um com que Hammer se pode sentir satisfeito. | Foto: Maria Emelianova.

Guri: "Eu elevei o risco para um nível diferente quando decidi procurar o que aconteceria depois de 19...Dg6. Eu acredito que hoje arrisquei a minha sorte um pouquinho a mais, mas ainda assim talvez não a tenho arriscado o suficiente."

null

Giri e Hammer analisando algumas das linhas da sua partida. | Foto: Maria Emelianova.

E assim, depois de quatro rodadas de jogo, nós podemos afirmar que o doente chamado Grand Prix recuperou finalmente da febre de empates. E, interessantemente, das 11 partidas decisivas jogadas até agora, nove foram vencidas pelas Pretas! Se você tem alguma teoria sobre a razão disto, por favor compartilhe nos comentários.

2017 Moscow Grand Prix | Classificações Depois da Rodada 4

Rk. SNo Fed Title Nome Rtg Pts. rtg+/-
1 4 GM Ding Liren 2773 3 6,6
5 GM Mamedyarov Shakhriyar 2772 3 6,2
3 6 GM Svidler Peter 2755 2,5 2,7
13 GM Radjabov Teimour 2710 2,5 7,5
5 1 GM Vachier-Lagrave Maxime 2795 2 -4,2
2 GM Nakamura Hikaru 2786 2 -4,8
3 GM Giri Anish 2785 2 -4,5
7 GM Nepomniachtchi Ian 2751 2 -4,9
8 GM Grischuk Alexander 2750 2 -2,4
12 GM Gelfand Boris 2724 2 2,1
15 GM Tomashevsky Evgeny 2696 2 3,2
16 GM Hou Yifan 2652 2 6,7
17 GM Salem A.R. Saleh 2633 2 6,8
18 GM Hammer Jon Ludvig 2621 2 7,1
15 9 GM Harikrishna P. 2750 1,5 -7,5
14 GM Vallejo Pons Francisco 2710 1,5 -2,5
17 10 GM Adams Michael 2747 1 -8,4
11 GM Inarkiev Ernesto 2727 1 -9,7

Os pares de amanhã são Mamedyarov-Ding, Svidler-Radjabov, MVL-Salem, Giri-Nakamura, Nepomniachtchi-Gelfand, Hou Yifan-Grischuk, Tomashevsky-Hammer, Harikrishna-Adams, e Vallejo-Inarkiev.

O torneio, de formato Suíço de 9-rodadas com um fundo de prêmios de 130.000 euros (142.000 dólares), decorre até 21 de Maio, com um dia de repouso em 17 de Maio. Depois de Moscou irão haver mais dois torneios Grand Prix: em Julho em Geneva, e em Novembro em Palma de Maiorca. Os dois primeiros classificados estão automaticamente qualificados para o Torneio dos Candidatos em 2018.

Partidas de TWIC.


Reportagens anteriores:


Gostarias de receber mais conteúdo de xadrez em Português? Segue estes canais!

null  /chesscom.pt null  /chesscom_pt null  /chesscomPT null  /chesscom_xadrez
Mais de PeterDoggers
Com Só 3 Vitórias em Tabuleiros a Rússia Lidera Equipas Europeias

Com Só 3 Vitórias em Tabuleiros a Rússia Lidera Equipas Europeias

Kramnik Sobre a Carta Coringa dos Candidatos: 'Muito Provavelmente a Minha Última Chance'

Kramnik Sobre a Carta Coringa dos Candidatos: 'Muito Provavelmente a Minha Última Chance'