Notícias
Saint Louis Chess Club exclui Niemann por 'comportamento inadequado'
Hans Niemann durante o Campeonato Mundial Rápido e Blitz de 2023. Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

Saint Louis Chess Club exclui Niemann por 'comportamento inadequado'

TarjeiJS
| 0 | Notícias do Chess.com

O Saint Louis Chess Club baniu o GM Hans Niemann até o final de 2024, citando suposto comportamento inadequado e danos à propriedade privada. O grande mestre rejeitou as acusações como “desinformação flagrante”.

Editado em 02/02/2024: Em uma postagem cerca de duas horas depois, com um vídeo de explicação de 20 minutos, Niemann acrescentou "Lamento causar danos ao meu quarto de hotel" e "pedi desculpas incessantemente e deveria ser readmitido pelo hotel".

O influente clube de xadrez divulgou uma declaração nas redes sociais informando que o jogador de xadrez classificado como o 53º do mundo não é mais bem-vindo no clube devido a supostos danos à propriedade privada, comentários rudes e o que chamam de "atitude não cooperativa".

"Após consideração dos eventos recentes, o Saint Louis Chess Club tomou a difícil decisão de não estender um convite ao GM Hans Niemann para participar de qualquer torneio por convite organizado pelo clube em 2024", diz o comunicado.

"Esta decisão foi baseada no comportamento inadequado demonstrado pelo GM Hans Niemann, incluindo danos à propriedade privada, comentários rudes e uma atitude não cooperativa, resultando no descumprimento de obrigações contratuais."

Embora o clube não tenha fornecido detalhes específicos sobre os supostos incidentes que levaram ao banimento, enfatizou que a decisão não foi tomada levianamente.

"Esperamos que isso sirva como uma oportunidade para a reflexão e crescimento pessoal. Reavaliaremos essa decisão para eventos nos anos futuros, assumindo que progressos significativos sejam alcançados."

Niemann recorreu ao X/Twitter para responder à declaração 41 minutos depois, classificando-a como "imprecisa".

"Não recebi nenhum convite para torneios e nem sequer obtive resposta a um e-mail ou ligação por meses a fio. Fui assegurado pouco antes do Campeonato dos EUA que não estava "banido" pelo clube e receberia convites em 2024. Me garantiram que meu relacionamento com o clube estava bem e nunca fui informado de qualquer 'comportamento inadequado ou comentários rudes'", diz ele.

Niemann chama a alegação de não cumprir as obrigações contratuais de "ridícula", explicando que se recusou a conceder uma entrevista após um empate no Campeonato dos EUA.

"Isto é apenas uma desculpa que eles inventaram agora para justificar a decisão de colocar na lista negra um dos talentos mais brilhantes da América."

"Após semanas de e-mails e chamadas ignorados, eles decidiram publicar esta carta depois de eu ter tentado resolver a situação de forma privada. Parecem estar empenhados em arruinar a carreira de um dos talentos mais brilhantes da América."

Eles parecem estar empenhados em arruinar a carreira de um dos talentos mais brilhantes da América.

—Hans Niemann

Niemann diz que não permitirá que a "desinformação flagrante" continue e pretende abordar tudo mais tarde.

"Fui atacado e colocado na lista negra de absolutamente todos os lados. Não serei silenciado, e garantirei que a verdade prevaleça."

Editado em 02/02/2024: Cerca de duas horas depois, Niemann publicou uma postagem, na qual acrescentou: "Vamos deixar um detalhe absolutamente claro, não recebi nenhum convite para eventos em STL, antes de lamentavelmente causar danos ao meu quarto de hotel" e que "pedi incessantemente desculpas e deveria ser readmitido pelo hotel". Ele enfatizou: "Devemos nos concentrar em por que eles se recusam a atender minhas ligações e discutir as coisas aberta e honestamente."

O post também incluía uma explicação em vídeo de 20 minutos.

Financiado pelo bilionário Rex Sinquefield, o Saint Louis Chess Club é talvez o clube de xadrez mais influente do mundo. É sede do Campeonato de Xadrez dos EUA desde 2009, e da Sinquefield Cup, um dos supertorneios mais prestigiados do mundo, desde 2013.

O clube ganhou atenção mundial em 2022, quando o GM Magnus Carlsen abandonou a Sinquefield Cup após perder para Niemann. O campeão mundial publicou mais tarde uma declaração expressando que Niemann havia trapaceado com mais frequência e mais recentemente do que havia admitido, o que foi seguido por uma ação judicial de $100 milhões do americano contra Carlsen, Chess.com, Play Magnus Group, GM Hikaru Nakamura e IM Danny Rensch.

O processo por difamação foi arquivado em junho do ano passado. Dois meses depois, Carlsen, Niemann e Chess.com concluíram a sua disputa, com o número um do mundo dizendo que estava aberto a jogar contra Niemann novamente. Os dois se enfrentaram pela primeira vez esta semana, durante o Titled Tuesday. A partida terminou empatada.

O último evento de Niemann no Saint Louis Chess Club foi o Campeonato dos EUA em outubro de 2023. Seu próximo evento programado é o Djerba Chess Festival na Tunísia, de 17 a 25 de fevereiro.

TarjeiJS
Tarjei J. Svensen

I am a chess journalist on Chess.com, the site you are playing on. Hope you enjoy my stories. Let me know if you have any tips on what I should write about!

Mais de TarjeiJS
Magnus Carlsen dá palpites sobre o Torneio de Candidatos

Magnus Carlsen dá palpites sobre o Torneio de Candidatos

Carlsen e Buettner revelam o extravagante Grand Slam Tour de Xadrez960 em 5 continentes

Carlsen e Buettner revelam o extravagante Grand Slam Tour de Xadrez960 em 5 continentes