Artigos
Não seja preguiçoso no xadrez!

Não seja preguiçoso no xadrez!

Gserper
| 100 | Diversos

Na introdução do seu famoso livro "Grandmaster Preparation", o GM Lev Polugaevsky conta uma história que aconteceu em 17 de dezembro de 1969, quando ele e o campeão mundial GM Mikhail Botvinnik passeavam pelas ruas de Belgrado.

Mikhail Botvinnik me perguntou de repente:

"Você está escrevendo algum livro de xadrez?"

Olhei para ele surpreso e respondi resmungando que ainda era jovem, que estava jogando e me preparando muito e que ia começar a escrever em algum momento no futuro. Mas, ao terminar de dar essa longa explicação, de repente senti que minhas palavras não pareciam convincentes. Ainda assim, a resposta de Botvinnik me intrigou:

“Por que você não admite? - Você é preguiçoso! Você deveria ter vergonha de si mesmo! É dever de todo grande mestre escrever livros”, afirmou Mikhail Moiseevich, encerrando a conversa abruptamente.

Don't be lazy in chess
Botvinnik disse para Polugaevskey "Você é preguiçoso!". Foto: Harry Pot/Arquivos Nacionais Holandeses, CC.

Mas posso garantir a vocês, caros leitores, que seria difícil encontrar uma pessoa mais trabalhadora do que o falecido Polugaevsky, então chamá-lo de "preguiçoso" me parece engraçado. Essa pequena conversa apenas mostra que as pessoas tendem a racionalizar suas decisões, mesmo que estejam erradas.

Um bom exemplo disso também pode ser encontrado no excelente livro "The Road To Chess Improvement", do GM Alex Yermolinsky.

Como você pode ver, as Brancas deixaram escapar uma vitória forçada com 27. Bxf5! e isso se tornou um ponto de inflexão da partida. Lance após lance, ele foi arruinando a posição que estava ganha e o último erro encerrou a partida.

A conclusão do Yermolinsky foi a seguinte:

"A falha em calcular uma linha aparentemente arriscada (e entrar nela!) em uma posição melhor pode ser atribuída ao medo de cometer um erro grave. O problema é que o lance 'mais seguro' pode levar a um perigo ainda maior devido ao aumento de complicações futuras. Os problemas viram uma bola de neve, e a sua percepção tende a piorá-los; parece que todas as 'forças sombrias' do xadrez se unem para punir o covarde."

A falha em calcular uma linha aparentemente arriscada (e entrar nela!) em uma posição melhor pode ser atribuída ao medo de cometer um erro grave. O problema é que o lance 'mais seguro' pode levar a um perigo ainda maior devido ao aumento de complicações futuras.
— GM Alex Yermolinsky

Acho que o Yermolinsky é muito duro consigo mesmo ao se considerar um covarde. Eu o conheço há quase 40 anos e ele é tudo menos isso. Ele cresceu em um bairro onde as brigas de rua eram comuns e, por isso, Yermolinsky não é uma pessoa que se assusta facilmente.

Acho que o que realmente o decepcionou nesta partida foi sua atitude. “Por que eu deveria me preocupar em calcular essa variante?” Ele sabia que sua posição estava completamente ganha. E ele decidiu não calcular uma série de variantes longas e optou por uma sequência que parecia muito mais fácil. Então ele estava mais complacente do que com medo. Algumas pessoas chamariam de incapacidade de sair da sua zona de conforto, e aposto que Botvinnik chamaria de preguiça.

Tenho certeza de que todos os jogadores passaram por situações semelhantes. Eu compartilhei a minha neste artigo. Aqui está a partida em que tive a chance de derrotar o GM Viktor "O Terrível" Korchnoi:

Como você pode ver, em vez do correto 14.Cxe5, que basicamente ganhava a partida, ou mesmo 15. Cxe5, o que levaria a uma posição mais ou menos igualada de acordo com Korchnoi e o GM Garry Kasparov, eu joguei o lance perdedor 15.Cxd4??

Kasparov sugere em seu livro que eu simplesmente não vi o lance 15.f4! após 14. Cxe5 Dd6. Claro, do ponto de vista de Kasparov, eu era apenas um turista no xadrez, mas mesmo assim estava entre os 50 melhores do mundo na época, então o lance 15. f4 foi o primeiro que considerei.

Don't be lazy in chess
Korchnoi perguntou ao Serper por que ele não fez o lance vencedor. Foto: Stefan64, CC.

Em nossa análise post-mortem, Korchnoi me perguntou por que eu não joguei essa variante. Eu disse a ele que as Negras ganham após 15...Dc5 com uma ameaça de um mate descoberto, além do ataque ao meu cavalo em c3. E então Korchnoi me mostrou uma refutação muito simples: 16. e3! e as Negras estão com problemas.

Cara, como eu me odiei naquele momento! Aparentemente, a ameaça de mate parecia tão forte que parei de analisar a posição exatamente um lance antes das Brancas ganharem! Claro, fui vítima da mesma atitude "preguiçosa": estou ganho, por que me preocupar com todas essas complicações em que meu oponente pode até ameaçar mate em um?

Não quero que você tenha a impressão de que apenas os grandes mestres ficam "preguiçosos". Aqui está uma partida que um dos meus alunos jogou na semana passada:

Sim, ambos os jogadores cometeram muitos erros nesta partida, mas o mais instrutivo aconteceu após 30 lances. Quão difícil foi calcular que depois de uma captura de torre com 31. Dxe8 o lance aparentemente perigoso das Negras 31...Cf4 não leva a lugar nenhum após o simples 32. Cg3? Nesse momento, o Jogador A tinha cerca de 40 minutos, mas gastou menos de dois para jogar 31.Df5?

Seu pensamento era óbvio: "Já tenho uma qualidade a mais e uma posição ganha, por que me preocupar com todos os cálculos após 31. Dxe8 onde meu oponente pode ameaçar mate em um?" Parece semelhante à minha partida contra o Korchnoi, não é? Infelizmente para as Brancas, o resultado foi exatamente o mesmo. Assim como Yermolinsky observou corretamente "todas as 'forças sombrias' do xadrez se unem contra você" e, como resultado, as Brancas cometeram um erro grave e perderam a partida.

É irônico que primeiro foram as Negras que se meteram em apuros porque sua dama ficou presa e, apenas três lances depois, eram as Brancas que estavam com a dama presa!

Espero que você já tenha percebido que essa atitude preguiçosa de "por que me preocupar?" não funciona no xadrez. Se você achar um lance muito promissor, não o ignore porque você encontrou um mais simples, pois o conceito de "jogar seguro" é completamente superficial.

Mais de GM Gserper
Magnus Carlsen conhece esse final, e você?

Magnus Carlsen conhece esse final, e você?

Deverás Jogar Aberturas Como Magnus Carlsen?

Deverás Jogar Aberturas Como Magnus Carlsen?