Xadrez: Além do peão, as demais peças.

Xadrez: Além do peão, as demais peças.

Ulquir
Ulquir
Mar 29, 2013, 5:36 PM |
1

Além do peão, o qual (devido à grande singularidade) foi tema do primeiro blog, uma partida de xadrez conta ainda com outros 5 tipos diferentes de peças, igualmente distribuídas para ambos os lados, são elas: o rei, a rainha, o bispo, o cavalo e a torre. A principal diferença entre as peças, o detalhe que as caracteriza, é a forma como cada peça pode se mover.

Em um tabuleiro, pode-se visualizar três linhas retas distintas: colunas, filas (também conhecidas como linhas) e diagonais. Dessa forma, a possibilidade de movimento de uma determinada peça se pauta nas linhas retas que ela pode vir a usar, sendo que quanto maior a possibilidade de movimento de uma peça, mais dinâmica e forte será a mesma.

http://4.bp.blogspot.com/_xx3hB25Q12Q/S1kr7L3YrMI/AAAAAAAABbA/mMeE1gHpYi4/s320/Tabuleiro+-+Linhas+-+Colunas+-+Diagonais.jpg

O rei: É a principal peça do jogo, que deve ser constantemente protegida e visada pelos jogadores. O rei pode se mover por todas as linhas, mas apenas para as casas vizinhas, de tal maneira que sempre andará uma única casa por vez. Não possui um valor material pré-determinado como as demais peças, pois a iminência inescapável (xeque-mate) de sua perda é o suficiente para caracterizar o fim do jogo. Umas vez que o sentido do jogo é proteger o rei, há uma regra absoluta quanto ao seu movimento: O jogador não pode colocar seu próprio rei em xeque - é uma jogada ilegal e como tal é proibida de ser feita.

A rainha: Considerada, materialmente, a peça mais forte do jogo, cujo valor simbólico se iguala a 9 pontos, a rainha pode se mover por todas as linhas retas e por quantas casas quiser. A posição inicial da rainha será sempre na coluna d, na casa de mesma cor das peças que representa - rainha branca na casa branca em d1 e rainha preta na casa preta em d8.

O bispo: De valor material igual a 3, os bispos podem se mover apenas pelas linhas retas diagonais. Dessa forma, o bispos ficam limitados a serem movidos sempre pelas casas de mesma cor de sua casa inicial. Os bispos são mais efetivos se estiverem no ínicio de diagonais abertas, onde poderão cobrir uma amplitude maior de casas e ficarem seguros. Um bispo branco posicionado em g2, por exemplo, sem peças brancas interrompendo a grande diagonal branca, é um bispo com grande capacidade estratégica.

O cavalo: O cavalo não se move pelas linhas retas convencionais apresentadas; seu movimento é feito na forma de um L (sendo que o corpo desse L sempre possui 3 casas de comprimento), e podendo saltar pelas demais peças. Ao cavalo, tal como ao bispo, é creditado o valor material de três pontos. A amplitude máxima de movimento do cavalo é de 8 casas, e possui uma efetividade maior quando posicionado no centro do tabuleiro.

A Torre: Materialmente mais forte que o cavalo e o bispo, a torre vale 5 pontos e pode se mover por duas linhas retas, colunas e filas, e por quantas casas quiser.