URGENTE: Radjabov se Retira do Candidatos, Vachier-Lagrave Será o Substituto
Radjabov (esquerda) e Vachier-Lagrave. Fotos: Maria Emelianova/Chess.com.

URGENTE: Radjabov se Retira do Candidatos, Vachier-Lagrave Será o Substituto

PeterDoggers
PeterDoggers
|
0 | Cobertura de Evento de Xadrez

O GM Maxime Vachier-Lagrave, finalmente jogará o Torneio de Candidatos da FIDE, depois que o GM Teimour Radjabov cancelou sua participação. A notícia foi publicada no site da FIDE durante a madrugada. 

Em comunicado ao Chess.com, o empresário de Vachier-Lagrave, Laurent Verat, disse:

“É claro que Maxime está muito feliz por poder - finalmente - jogar o Torneio de Candidatos que esteve tão perto de jogar em outras ocasiões. Eu sei que ele teria preferido se classificar da maneira "normal", mas é assim mesmo. E, com certeza, ele está aceitando agora da mesma maneira que já havia aceitado ficar de fora do Candidatos. Desde Gibraltar, ele só jogou uma partida da Bundesliga, embora tenha desfrutado de alguns dias de férias.

"Não falei com ele sobre a decisão de Radjabov de se retirar, mas o fato é que ele deve se concentrar em sua preparação no xadrez, enquanto ainda há muitas questões pendentes. Viagem, vistos, coronavírus, equipe, tudo tem que ser resolvido o mais rápido possível, pois a situação geral é bastante complicada. O que posso dizer é que ele deve chegar logo em Ecaterimburgo..."

Radjabov, que se classificou para o Candidatos ao vencer a Copa do Mundo da FIDE em 2019, citou "razões pessoais" para sua retirada, de acordo com a FIDE.

No entanto, na sua conta no Instagram, o grande mestre do Azerbaijão negou isso:

"Caros compatriotas, fãs de xadrez, toda a comunidade enxadrística, colegas e amigos. Não é verdade, não tenho motivos pessoais para me retirar do torneio. Em breve, enviarei a declaração e as cartas enviadas à FIDE, bem como suas respostas."

A declaração de Radjabov foi publicada no AzeriSport.com:

"De 15 de março a 5 de abril de 2020, eu deveria participar do Torneio de Candidatos na Rússia, na cidade de Ecaterimburgo. Como você sabe, atualmente há um aumento na epidemia do coronavírus em todo o mundo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou a mais alta epidemia - vermelho. Muitas competições e eventos significativos no mundo foram cancelados ou adiados para uma data posterior, com base no desenvolvimento da situação.

"A Federação Internacional de Xadrez implementou várias medidas preventivas, mas não todas. Foi declarado que os jogadores chineses, seus treinadores e acompanhantes ficarão em quarentena por 14 dias na Rússia. Um dos jogadores chineses [Ding Liren], seus treinadores e delegação estão de fato em quarentena, mas o segundo participante da China [Wang Hao] não ficará em quarentena e chegará ao início do torneio de um país onde a epidemia do coronavírus está crescendo todos os dias [Japão].

"Além disso, não há explicação da FIDE sobre como o torneio ocorrerá no caso de qualquer participante ou treinador ou acompanhante, jornalista, entrevistador ou árbitro apresentar sinais de resfriado ou gripe, ou, Deus não queira, for detectado o coronavírus. Os participantes serão colocados em quarentena? Quanto tempo e quais etapas são necessárias para analisar e determinar a presença ou ausência exata do vírus?

"O Torneio de Candidatos é uma maratona de xadrez, composta por 14 rodadas ao longo de 22 dias. Como o torneio se desenvolverá nas condições da epidemia global, que medidas serão tomadas em caso de detecção do vírus e que medidas serão tomadas em relação à um participante doente, ninguém explica. Devido à complexidade de todos esses pontos, virei-me para a FIDE com uma proposta de adiar o torneio para uma data posterior. Foi recusada esta minha oferta. Em conexão com o exposto, considerei que tais condições podem afetar muito o nível de concentração e disposição necessários para uma competição tão importante como o Torneio de Candidatos e um possível risco à saúde. Como resultado, fui substituído por outro participante."

Teimour Radjabov
Teimour Radjabov. Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

O diretor geral da FIDE, Emil Sutovsky, deu uma explicação do ponto de vista da FIDE, esclarecendo as palavras "motivos pessoais", em declarações feitas ao Championat.com.

"Nos últimos dias, estivemos em contato com o Teimour. Ele está preocupado com a disseminação do coronavírus. Tomamos várias medidas em relação à situação: estamos minimizando o contato entre os jogadores e os espectadores, criaremos todas as condições adequadas no salão de jogos e também a recomendação de não apertar as mãos antes da partida.

“Você precisa entender que este torneio não é enorme - são apenas oito jogadores. Cancelaremos ou adiaremos os grandes eventos. Este torneio foi autorizado não apenas pela FIDE, mas também pelo Ministério da Saúde da Rússia. Estamos em contato diário com os profissionais de saúde.

“Teimour acredita que o problema do vírus não foi resolvido adequadamente e que a FIDE não pode estar pronta para todos os cenários possíveis, o que é lógico do ponto de vista dele. No entanto, não vemos nenhuma crítica nesta situação, pois o torneio terá equipe médica.

“Usamos a expressão "motivos pessoais", embora pudesse ter sido mais exato descrevê-la como uma "decisão pessoal", precisamente para evitar que nos acusem de descrever a decisão de Radjabov como exagerada. Você pode discutir a relevância da decisão de Radjabov, mas não foi ditada pelas instruções das autoridades. Sabemos que há muita incerteza em relação a esse assunto e é por isso que tomamos uma série de medidas preventivas.

“Obviamente, a decisão é com o jogador. Entendemos que a situação é incomum. Em qualquer outra situação, se um jogador se retirasse do torneio apenas 10 dias antes, seriam aplicadas sanções contra ele. Agora isso está fora de questão.”

Diretor geral da FIDE, Emil Sutovsky. Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

Em um novo post no Instagram, Radjabov menciona que a FIDE deu a ele um prazo até 6 de março às 0h (horário de Moscou) para tomar uma decisão.

De acordo com os regulamentos da FIDE (em PDF aqui), o primeiro substituto é Vachier-Lagrave. O procedimento está descrito nos artigos 2.2 e 2.1.E:

2. 2. Se forem necessárias substituições, inclusive por desistência ou recusa em participar, o procedimento previsto no artigo 2.1.E é aplicado.

2.1.E Um lugar é reservado para o jogador com a maior média de rating FIDE. Para decidir o qualificado, é usada a média do ELO das doze (12) listas de rating clássico da FIDE de fevereiro de 2019 a janeiro de 2020. (...)."

Depois de Ding Liren e Anish Giri (que já estão classificados), o MVL tem o rating médio mais alto durante o período mencionado de 12 meses e, portanto, ele é o primeiro jogador elegível. Segundo a FIDE, o GM francês já foi informado e está pronto para participar do torneio e "seus planos de viagem estão sendo feitos no momento deste anúncio".

Wang Hao, que planeja viajar do Japão para a Rússia em 13 de março, disse ao Chess.com que acha que a FIDE deveria adiar o torneio:

"Acredito que todos os grandes eventos (e não apenas no xadrez) devem ser adiados por enquanto. Por exemplo, a FIDE está assumindo um grande risco de manter o Mundial de Sênior agora. Embora não haja muitos casos na República Tcheca, o surto do vírus na Europa parece imparável. Esses idosos podem facilmente ser infectados a caminho de Praga e infectar uns aos outros."

Wang Hao
Wang Hao. Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

"Os problemas do Torneio de Candidatos seriam provavelmente mais simples, mas definitivamente não são fáceis de resolver. Se alguns jogadores chegarem a Moscou e alguém em seu voo tiver sido infectado ou tiver febre, suponho que o jogador simplesmente ficaria em quarentena por 14 dias e perderia o torneio.

"E eu não sei o que acontecerá se algum jogador tossir ou tiver febre durante o torneio. Essa é uma grande questão, porque não é fácil testar o vírus e os resultados também podem estar errados. Além disso, é possível que ele simplesmente tenha pegado um resfriado ou gripe, mas se esse caso acontecer, o que devemos fazer? De qualquer forma, não acho que exista uma boa solução.

"Acabei de ver as notícias sobre a retirada de Radjabov. Acho que é uma decisão decente, provavelmente ele só quer ficar em casa para evitar todos os riscos possíveis. Ninguém pode culpá-lo por esse motivo"

Chegou a hora do @FIDE_chess emitir uma declaração tranquilizadora para nos dizer que tudo ficará bem. #candidates2020 #coronavirus (Anish Giri)

Compartilharemos com você as medidas preventivas que serão tomadas. Não se pode comparar um torneio para 8 jogadores com um torneio aberto com centenas de participantes. 🙂 (FIDE)

Mais de PeterDoggers
China Vence a Online Nations Cup da FIDE e Chess.com

China Vence a Online Nations Cup da FIDE e Chess.com

China e EUA Irão Disputar a Superfinal da Online Nations Cup da FIDE e Chess.com

China e EUA Irão Disputar a Superfinal da Online Nations Cup da FIDE e Chess.com