Notícias
Notícias
Magnus Carlsen não defenderá seu título de Campeão Mundial
Magnus Carlsen durante sua entrevista no podcast. Imagem: The Magnus Effect/Unibet.

Magnus Carlsen não defenderá seu título de Campeão Mundial

PeterDoggers
| 4 | Enxadristas

O GM Magnus Carlsen não defenderá seu título de Campeão Mundial contra o GM Ian Nepomniachtchi no match do ano que vem. Carlsen anunciou sua decisão em um podcast na terça-feira, 19 de julho. De acordo com o regulamento atual, o campeão do Torneio de Candidatos da FIDE, Nepomniachtchi, agora jogará o match do Campeonato Mundial contra o vice-campeão do Candidatos, GM Ding Liren.

"Conversei com pessoas da minha equipe, com a FIDE e também com Ian. A conclusão é muito simples: não estou motivado para jogar outro match", disse Carlsen. "Não tenho muito a ganhar, não gosto muito e, embora tenha certeza de que outro match seria interessante por razões históricas, não tenho vontade de jogar, então não jogarei o match."

Carlsen confirmou assim as dúvidas que havia manifestado anteriormente em 14 de dezembro de 2021 e reiterado posteriormente: depois de jogar cinco matches do campeonato mundial, ele não sente mais prazer em disputá-los.

"Tem sido uma jornada interessante desde que decidi jogar o Candidatos em 2013, o que, para ser honesto, foi meio que por capricho. Achei que seria interessante e, desde então, o título de Campeão Mundial abriu muitas portas para mim e estou feliz com isso. Os matches em si às vezes foram interessantes, às vezes um pouco divertidos."

A estrela norueguesa deixa a porta aberta para voltar a jogar um dia, mas não é provável: "Não descarto a participação no futuro, mas também não contaria com isso".

Carlsen fez suas declarações no primeiro episódio do novo podcast "The Magnus Effect".

Durante o Torneio de Candidatos, Carlsen teve uma reunião com o presidente da FIDE, Arkady Dvorkovich, e o diretor-geral, Emil Sutovsky, que aparentemente não teve efeito suficiente para convencer Carlsen a defender seu título pela quinta vez.

Sobre esta reunião em Madrid, Carlsen disse: "Eu não tinha nenhuma exigência ou sugestão nessa reunião. Eles tinham algumas sugestões, mas o fato era que eu estava lá para dizer a eles que não defenderia o meu título no próximo match do mundial."

Dvorkovich disse ao Chess.com que respeita a decisão do campeão mundial e confirmou que, de acordo com as regras, agora haverá um match entre Nepomniachtchi e Ding.

Ding Nepomniachtchi world championship
Ding e Nepomniachtchi agora irão disputar o Campeonato Mundial. Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

Como vimos, Carlsen nunca mudou de ideia sobre o sentimento que o acompanha há algum tempo. "No final, a decisão permanece, com a qual estou bastante confortável e na qual pensei por muito tempo", revelou ele. "Eu diria que por mais de um ano, provavelmente um ano e meio. Muito antes do último match."

Nepomniachtchi ter se classificado para um segundo match contra Carlsen não ajudou, já que ele havia manifestado sua preferência por um oponente da nova geração, especificamente o GM Alireza Firouzja. "Quatro campeonatos em vez de cinco - isso não significa nada para mim. Não é nada" disse Carlsen no podcast de ontem. "Fiquei satisfeito com o que fiz. Fiquei feliz por não ter perdido o match. Mas isso é tudo".

Carlsen também repetiu mais uma vez que pretende continuar jogando, só não os matches: "Só para não haver ambiguidade aqui: não estou me aposentando do xadrez. Vou continuar sendo um jogador ativo. Estou indo hoje para a Croácia para jogar o Grand Chess Tour. De lá vou para Chennai para jogar a Olimpíada, que vai ser muito divertida e onde a equipe norueguesa está em quarto lugar. Depois Miami, que vai ser um dos destaques do ano, a FTC Crypto Cup, que vai ser demais, e logo depois a Sinquefield Cup."

"Eu tenho que lidar com uma enxurrada de sentimentos agora", disse Ding em uma primeira reação ao Chess.com. "Mas estou muito animado para jogar um match do Campeonato Mundial e lutar pela coroa no próximo ano."

Falando de Barcelona, ​​​​onde está hospedado no apartamento de um amigo, Ding revelou que teve Covid logo após o Torneio de Candidatos e, portanto, ainda não conseguiu voltar para a China. Agora totalmente recuperado, ele viajará de volta daqui duas semanas. O jogador chinês se surpreendeu com a decisão de Carlsen:

"Eu sabia que ele tinha dúvidas, mas esperava que ele jogasse. No entanto, também entendo que ser campeão mundial significa muita responsabilidade e muitas coisas para lidar".

Ding Liren Zoom call
Ding Liren em uma ligação pelo Zoom, de Barcelona, com o Chess.com.

Ding apontou que a situação é semelhante à do patinador artístico japonês, Yuzuru Hanyu, que ontem anunciou sua aposentadoria das competições, mas prometeu que continuaria a se apresentar.

O mundo do xadrez já viu momentos na história em que o campeão mundial não defendeu seu título. Em 1946, o GM Alexander Alekhine morreu ainda com a coroa. Dois anos depois foi organizado um Campeonato Mundial, que foi vencido pelo GM Mikhail Botvinnik. Em 1975, o GM Bobby Fischer não concordou com a FIDE sobre o formato do match e perdeu o título para o vencedor do Candidatos, GM Anatoly Karpov.

Em 1993, o GM Garry Kasparov deixou a FIDE e jogou um Campeonato Mundial da Professional Chess Association. Isso levou a uma divisão no mundo do xadrez que durou até 2006, quando o GM Vladimir Kramnik venceu um match de reunificação com o campeão da FIDE, GM Veselin Topalov.

"Não é uma situação ideal que o melhor jogador não defenda seu título, e criar sua própria organização também não é uma grande coisa", disse Ding, acrescentando: "É melhor para os fãs se os melhores jogadores estiverem lutando pelo Campeonato Mundial e Magnus tem sido o melhor jogador ao longo dos anos. Estamos entrando em uma nova era".

Ding, no entanto, disse que espera que Carlsen "volte um dia" e sente que participar da maior competição possível também lhe dá uma nova responsabilidade: "Tenho que melhorar meu inglês agora!"

Mais de PeterDoggers
Título honorário de Grande Mestre concedido postumamente a Sultan Khan

Título honorário de Grande Mestre concedido postumamente a Sultan Khan

Abdusattorov e Gukesh lideram o Tata Steel Chess Masters

Abdusattorov e Gukesh lideram o Tata Steel Chess Masters