Notícias
Notícias
Praggnanandhaa e Carlsen na final; Goryachkina é a campeã do Feminino
Praggnanandhaa venceu Caruana e chegou à final da Copa do Mundo da FIDE. Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

Praggnanandhaa e Carlsen na final; Goryachkina é a campeã do Feminino

Colin_McGourty
| 0 | Cobertura de Evento de Xadrez

A estrela do xadrez indiano, GM Praggnanandhaa Rameshbabu, enfrentará o número um do mundo, GM Magnus Carlsen, na final da Copa do Mundo da FIDE 2023. O jovem de 18 anos derrotou o GM Fabiano Caruana por 3,5 a 2,5 em uma semifinal que foi decidida no desempate.

A GM Aleksandra Goryachkina se tornou a campeã da Copa do Mundo Feminina da FIDE 2023 depois de derrotar IM Nurgyul Salimova, levando para casa o prêmio de $50.000.

Como assistir a Copa do Mundo da FIDE 2023
Você pode assistir à transmissão da Copa do Mundo da FIDE 2023 na Twitch e no YouTube. Você também pode encontrar todos os detalhes dos torneios Absoluto e Feminino em nossa plataforma de eventos ao vivo.

309 jogadores se classificaram para a Copa do Mundo, mas no dia do desempate da sétima rodada tínhamos apenas duas finalistas decidindo o título do feminino, enquanto uma vaga restante estava em disputa para a final do Absoluto.

Goryachkina ganha a Copa do Mundo Feminina da FIDE 2023

Para Goryachkina, 24 anos, a final da Copa do Mundo Feminina devia parecer como um assunto pendente. Na edição de 2021, ela chegou à final em Sochi como a número um do evento. Na primeira partida, ela estava ganha contra a GM Alexandra Kosteniuk, mas acabou perdendo esta partida e o match. Em 2023, como a número dois, atrás da GM Ju Wenjun, ela teve a chance de compensar a derrota, especialmente porque desta vez ela enfrentou a 29ª do torneio.

Salimova lutou muito, mas Goryachkina manteve a calma quando precisou. Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

Para Salimova, de 20 anos, este já era o torneio dos sonhos. E, independente do resultado do último match, a jogadora búlgara já havia se classificado para o Torneio de Candidatas da FIDE 2024. Para ela, o que estava em jogo não era apenas a diferença entre o prêmio do primeiro e o segundo lugar ($50.000 e $35.000, respectivamente), mas a chance de ganhar o título de grande mestre. Normalmente, são necessárias três "normas" de grande mestre e 2500 de rating. No entanto, apesar de ter 2403, Salimova teria pulado essas etapas se tivesse vencido o torneio.

Embora Salimova tenha chegado muito perto da vitória na segunda partida clássica, ela conseguiu superar a decepção e recuperou a iniciativa na primeira partida de desempate de 25 minutos. Salimova jogou o Sistema Londres e ficou com o controle total da posição quando jogou 20.b4!.

Goryachkina não poderia capturar duas vezes em b4 sem permitir que a dama branca chegasse a d7, seguido por um xeque-mate em f7.

A situação parecia desesperadora para Goryachkina. No entanto, como ela explicaria mais tarde, com o controle de tempo rápido, ela nem teve tempo de perceber o quão ruim era sua posição. "Minha oponente me ajudou!", ela acrescentou. Salimova, por sua vez, perdeu o rumo quando as complicações surgiram repentinamente e ela estava com menos de um minuto no relógio.

A decepção de Salimova com o empate por repetição era óbvia.

Como é bem sabido no esporte, quando você perde oportunidades, seu adversário tende a aproveitá-las. Pela primeira vez no match, foi Goryachkina quem conquistou uma vantagem significativa no início da partida seguinte. Salimova sacrificou um peão para buscar compensação e pareceu piorar a situação trocando as damas.

Mas as coisas não eram tão simples. Algumas imprecisões, aliadas a uma defesa tenaz, deixaram a jogadora búlgara à beira de um milagre. A certa altura, na verdade, ela estava a apenas um lance de distância.

68...Bxe2! de Salimova teria empatado na hora, já que depois de 69.Rxe2?? d3+, as Negras até ganham.

Embora objetivamente 68...Ba6 não tenha estragado nada, a partida continuou e Goryachkina logo ficaria com dois peões passados ​​conectados. Bastou um erro, 89...Be2?, jogado com apenas sete segundos no relógio de Salimova, para as Brancas se encontrarem em uma posição completamente ganha.

Assim, Goryachkina levou o ouro e $50.000 de prêmio pelo primeiro lugar. Salimova ficou com a medalha de prata e ganhou $35.000.

Um dia antes, a GM Anna Muzychuk já havia conquistado o terceiro lugar, $25.000 e uma vaga no próximo Torneio de Candidatas.

Salimova (segunda), Goryachkina (primeira) e Muzychuk (terceira) subiram ao pódio da Copa do Mundo Feminina. Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

O chaveamento final do Feminino:

Praggnanandhaa vence Caruana e enfrenta Carlsen na Final

"Eu realmente não esperava enfrentar Magnus neste torneio, porque a única maneira de enfrentá-lo seria na final", disse Praggnanandhaa depois de eliminar o número três do mundo, Fabiano Caruana. E acrescentou: "Acho que devo à minha capacidade defensiva por ter chegado a este match. Eu fiquei perdido em cada uma das minhas partidas!"


Praggnanandhaa apontou corretamente que esteve na defensiva nas duas partidas clássicas e que ficou perdido na primeira partida do desempate. Embora Caruana tenha deixado passar um ganho no meio-jogo (31.Bxe5!), ele construiu lentamente a sua vantagem e, através de um sacrifício de torre, chegou a um final ganho. Praggnanandhaa esclareceria mais tarde que "nunca é fácil com pouco tempo" e 55.f4? deixa a vitória escapar em um único lance.

O lance mais natural na posição, 55.a6!, ganhava. Após o lance da partida, no entanto, Praggnanandhaa não daria uma segunda chance ao seu oponente novamente.

A segunda partida de 25 minutos foi relativamente tranquila. O Sistema Londres de Praggnanandhaa deu a ele uma pequena vantagem, que, no entanto, desapareceria durante o apuro de tempo.

 O olhar de Praggnanandhaa está se desenvolvendo bem..

Praggnanandhaa voltou a jogar com as peças brancas na primeira partida de 10 minutos. E, desta vez, optou pela Abertura Italiana. Embora parecesse que a fase inicial não trouxe nada de especial para as Brancas, 29...Bc5?! acabou sendo uma imprecisão que, embora pequena à primeira vista, acabaria por levar à derrota do americano. O rei em g2 logo iniciou uma marcha triunfante para b7. A posição final representa claramente a extraordinária transformação da partida.


As posições após 29...Bc5 e 63.Dg7+.

Em sua análise da Partida do Dia, o GM Rafael Leitão analisa como o jovem de 18 anos conquistou aquela vitória crucial.

Esta foi a primeira derrota de Caruana nas 17 partidas que disputou na Copa do Mundo. Mas, como consequência, o americano ficou imediatamente à beira da eliminação. Ele tinha que se recuperar e era obrigado a vencer a partida seguinte. Mais uma vez, ele escolheu a Abertura Italiana para esse fim. Porém, desta vez, por volta do lance 19, ficou claro que Praggnanandhaa havia resolvido todos os seus problemas.

Logo, as Negras tinham a vantagem. Praggnanandhaa resumiu da seguinte forma:

Achei que deveria ganhar com muita facilidade. Além disso, eu tinha muito tempo e uma posição muito boa. Mas comecei a hesitar e a jogar com mais cautela, o que nunca é uma boa ideia nestas situações. Então eu permiti muito contra jogo. Acho que nunca estive em perigo, mas poderia ter sido mais tranquilo.

Por fim, no lance 82, Caruana forçou o empate, garantindo assim, ao seu adversário de 18 anos, uma vaga na final da Copa do Mundo.

Isso significa que Praggnanandhaa, o mais jovem finalista da Copa do Mundo, já tem $80.000 garantidos, podendo ganhar $110.000 se vencer a final. Para fazer isso, ele tem que derrubar outro jogador que está na final pela primeira vez—o pentacampeão mundial e número um do mundo, Carlsen.

Praggnanandhaa pode focar nessa tarefa, já que agora ele conquistou uma das oito vagas no Torneio de Candidatos sem precisar se preocupar com a possibilidade de Carlsen mudar de ideia sobre a participação. O indiano comentou:

Estar entre os primeiros a chegar ao Candidatos é muito bom. Eu realmente queria garantir a vaga. Não queria ficar na quarta posição e tentar esperar a decisão de Magnus, mas isso é muito bom.

A orgulhosa mãe de Praggnanandhaa é sua arma secreta. Foto: Maria Emelianova/Chess.com.

Dois jogadores que ainda têm disputa neste torneio são Caruana e o GM Nijat Abasov, que lutarão pelo 3º lugar, $60.000, e uma vaga garantida no Candidatos.

Entre 2005 e 2019 a Copa do Mundo teve quatro partidas na final, mas em 2021 e agora em 2023 as finais são disputadas em apenas duas partidas clássicas. Será que Carlsen ganhará um dos últimos troféus que faltam em sua carreira, ou será que Praggnanandhaa enviará outro sinal de que sua hora chegou? Em breve descobriremos!

Todas as partidas: Desempates Rodada

A Copa do Mundo da FIDE 2023 (Absoluto e Feminina) acontece em Baku, Azerbaijão. O evento, com formato eliminatório, determinará seis vagas para o Torneio de Candidatos da FIDE 2024. A ação começa no dia 30 de julho e vai até 24 de agosto. A premiação total dos eventos é de US$2,5 milhões.


Artigos relacionados:

Mais de Colin_McGourty
Gukesh, Praggnanandhaa e Abdusattorov juntam-se ao Grand Chess Tour 2024

Gukesh, Praggnanandhaa e Abdusattorov juntam-se ao Grand Chess Tour 2024

Nepomniachtchi sobre a Dança dos Cavalos: 'Não estou orgulhoso'

Nepomniachtchi sobre a Dança dos Cavalos: 'Não estou orgulhoso'