Os Melhores Jogadores de Xadrez do Mundo

GM Sergey Karjakin

Nome completo
Sergey Karjakin
Nascido em
Jan 12, 1990 (idade 31)‎
Local de nascimento
Simferopol, República Socialista Soviética da Ucrânia, União Soviética
Federação
Rússia

Rating

Biografia

Sergey Karjakin é um jogador de xadrez de elite que se tornou o GM mais jovem de todos os tempos aos 12 anos e sete meses de idade. Mais notavelmente, ele levou Magnus Carlsen - normalmente considerado um dos dois maiores jogadores de xadrez de todos os tempos (junto com Garry Kasparov) - para o desempate no Campeonato Mundial de Xadrez de 2016. Karjakin quase ganhou o título de maior prestígio no xadrez, façanha que ele já conquistou no rápido (2012) e no blitz (2016).

Reconhecido por seu brilhante jogo defensivo, o "Ministro da Defesa" da Rússia é presença habitual nos principais torneios de xadrez. Ele faz parte de um seleto grupo de jogadores capazes de destronar Carlsen como o melhor jogador de xadrez do mundo.

Juventude e Início de Carreira no Xadrez (1995 a 2009)

Karjakin tem a imagem de prodígio por excelência e por sua precocidade, podendo até ser visto como o mais talentoso da história.

Aos cinco anos, Karjakin aprendeu a jogar xadrez. Treinado pelo grande mestre ucraniano Vladislav Borovikov, Karjakin chocou o mundo do xadrez com seu progresso. Ele se tornou o jogador mais jovem a ganhar um título de IM na época (11 anos, 11 meses), recorde que já foi quebrado depois (GM Praggnanandhaa agora detém o recorde aos 10 anos e 10 meses de idade). Karjakin também se tornou o mais jovem grande mestre do mundo aos 12 anos e sete meses de idade - um recorde que ainda permanece.

Sergey Karjakin at age 11
Sergey Karjakin aos 11 anos. Foto: cortesia do cineasta Alexander Turpin.

Karjakin teve um bom desempenho em torneios desde tenra idade. Por exemplo, ele ganhou o Campeonato Europeu de Xadrez da Juventude Sub-10 em 1999 e o Campeonato Mundial de Xadrez da Juventude em Sub-12 em 2001. Quando tinha 11 anos, Karjakin foi o segundo oficial de Ruslan Ponomariov durante seu match no campeonato mundial com Vassily Ivanchuk em 2002 (o segundo no xadrez funciona como assistente dos melhores jogadores, ajudando-os a pesquisar os oponentes e a preparar repertórios de abertura).

Karjakin venceu Alexandra Kosteniuk em 2003 durante um match de seis partidas, com um placar de quatro a dois. Em 2004, Karjakin venceu o então atual campeão mundial, Vladimir Kramnik, em uma partida de blitz. No mesmo ano, Karjakin ganhou o ouro por equipe e o ouro individual na 36ª Olimpíada da Ucrânia. Além disso, ele foi o único jogador a vencer um computador no Campeonato por Equipes “Man vs Machine” em 2004 (Ponomariov e Veselin Topalov também participaram do evento).

Karjakin apareceu pela primeira vez na lista das 100 melhores do mundo em 2005, aos 15 anos de idade, com um rating de 2635. Aos 18 anos de idade, ele quebrou a barreira dos 2700 de rating, sinônimo da distinção simbólica de "Super GM". Karjakin venceu seu primeiro torneio principal em Wijk aan Zee, em 2009, à frente de Levon Aronian, Teimour Radjabov e Sergei Movesian, que ocuparam o segundo lugar, seguidos por Magnus Carlsen e Leinier Domínguez Pérez na terceira colocação.

Um Jogador de Nível Superior (2009 a 2016)

Depois de vencer em Wijk aan Zee, com apenas 19 anos, Karjakin entrou em um novo período de sua carreira no xadrez quando jovem. Ele teve várias performances impressionantes em torneios que antecederam seu encontro com Magnus Carlsen em 2016.

Em 2010, Karjakin terminou em segundo após um desempate com Levon Aronian (primeiro) e Shakhriyar Mamedyarov (terceiro) no Tal Memorial. O torneio incluiu muitos dos melhores jogadores do mundo;  por exemplo, as vitórias de Karjakin foram contra Vladimir Kramnik e Boris Gelfand, que terminaram em sétimo e oitavo, respectivamente, de dez jogadores que participaram. Outra performance digna de nota naquele ano foi na 39ª Olimpíada, quando Karjakin jogou pela sua nova equipe, a Rússia. Ele levou uma medalha individual por ter feito 8 em 10 no tabuleiro 4, com um rating perfomance de 2859.

No Campeonato Mundial de Xadrez Rápido em 2012, Karjakin ganhou o ouro, à frente do segundo colocado Carlsen e do terceiro lugar Veselin Topalov, com uma pontuação de 15/18. Um mês depois, Karjakin empatou com Fabiano Caruana em primeiro lugar no torneio anual de Dortmund Sparkassen Chess-Meeting, mas terminou em segundo no desempate.

Em 2013, Karjakin participou do que ele chamou de o melhor torneio de sua carreira. Ele venceu o torneio Norway Chess 2013 com uma pontuação de 6 em 9, superando Carlsen e Hikaru Nakamura por 1/2 ponto. Peter Svidler, Levon Aronian e Viswanathan Anand, que terminaram com 5 pontos, mostram o calibre do torneio (Karjakin estava abaixo dos cinco jogadores na classificação inicial). É interessante notar que um torneio de blitz decidiu a ordem do emparceiramento para o torneio principal; Karjakin venceu esse blitz também, derrotando Carlsen, Anand e Nakamura por 1/2 ponto. No ano seguinte, Karjakin repetiu o feito ao vencer o Norway Chess 2014, mais uma vez derrotando Carlsen.

Sergey Karjakin vs Veselin Topalov
Sergey Karjakin vs Veselin Topalov

Em 2015, Karjakin venceu a Copa do Mundo de 2015 depois de perder duas partidas para Svidler na final. Esse desempenho o classificou para o Torneio de Candidatos e o direito de desafiar o Campeão Mundial Magnus Carlsen.

Destaques Recentes (2016 a 2018)

No Torneio de Candidatos de 2016, em Moscou, Karjakin terminou à frente de Fabiano Caruana e Viswanathan Anand para vencer o evento. Isso possibilitou o encontro entre Karjakin e Magnus Carlsen no Campeonato Mundial de Xadrez de 2016.

Esse Campeonato ocorreu na cidade de Nova York, do meio até o final de novembro, e o formato era de 12 partidas clássicas e partidas de desempate (mais um Armageddon), se necessário. Karjakin levou o campeão do mundo até o desempate, já que cada jogador teve uma vitória e cinco empates durante a parte clássica do match. No entanto, nas partidas rápidas do desempate, houve dois empates e, em seguida, Carlsen venceu Karjakin em duas partidas subseqüentes, o que lhe permitiu manter o título.

Karjakin se vingou um mês depois. No final de dezembro, Karjakin venceu Carlsen nos desempates para ser campeão do Campeonato Mundial de Blitz de 2016. Esses dois jogadores (16.5/21) terminaram dois pontos à frente de Daniil Dubov, Hikaru Nakamura e Alexander Grischuk.

Sergey Karjakin won the 2016 World Blitz Championship
Sergey Karjakin venceu o Campeonato Mundial de Blitz de 2016

No Torneio de Candidatos de 2018, Karjakin terminou em terceiro após empates. Ele empatou com Shakhriyar Mamedyarov atrás de Fabiano Caruana, que, como Karjakin, levou Carlsen ao desempate no Campeonato Mundial de Xadrez de 2018, mas sem sucesso.

Presente e Futuro

Sergey Karjakin defeated Viswanathan Anand
Sergey Karjakin derrotou Viswanathan Anand. Foto: cortesia do Shamkir Chess.

Karjakin é regular nos torneios de elite. Por exemplo, no Gashimov Memorial em abril de 2019, ele se saiu bem, empatando com Ding Liren pelo segundo lugar, atrás de Magnus Carlsen. No momento desta publicação, Karjakin está participando da série Grand Prix, que serve como classificação para o Campeonato Mundial de Xadrez 2020.

Ele terá outra chance de destronar Carlsen? Isso ainda precisa ser visto, mas Karjakin é claramente um dos pilares dos torneios de elite e um dos melhores jogadores do mundo. Ele demonstrou que pode competir e até derrotar (repetidamente) o campeão mundial, considerado um dos maiores jogadores da história do xadrez. Talvez Karjakin possa dar spoiler do potencial legado de Carlsen como o melhor de todos os tempos.

Seja qual for o caso, Karjakin já construiu um legado no xadrez. O prodígio do xadrez é o GM mais jovem da história por uma ampla margem (12 anos, 7 meses e 0 dias versus 13 anos, 10 meses e 13 dias de Bu Xiangzhi). Esse gênio da precocidade fará 30 anos em janeiro de 2020, então ele ainda tem bons anos pela frente para surpreender o cenário internacional.

Melhor Partida


Aberturas Mais Jogadas

Partidas