GM Samuel Shankland

Nome completo
Samuel L. Shankland
Nascido em
Oct 1, 1991 (idade 28)‎
Local de nascimento
Berkeley, California, EUA
Federação
Estados Unidos
Perfis

Rating

Biografia

Samuel L. "Sam" Shankland nasceu em 1 de outubro de 1991 em Berkeley, Califórnia. Ele tem representado o seu país durante toda a sua carreira enxadrística, algo relativamente raro entre os grandes mestres americanos dos últimos 40 anos.

Conquistando os Títulos de MI e GM

Shankland chegou a Mestre Internacional em 2008 aos 17 anos graças a sua atuação na divisão Sub-18 do Campeonato Mundial da Juventude, com um resultado de +7 -2 =2. Naquele ano ele também estreou no Campeonato dos Estados Unidos, mas marcou apenas +2 -6 =1. Ele tem jogado o Campeonato dos Estados Unidos todos os anos desde então, exceto em 2012.

Shankland se tornou Grande Mestre três anos depois, em 2011, depois de fazer +4 -1 =5 no Torneio Internacional de Berkeley. Mais tarde, neste mesmo ano, participou da Copa do Mundo de Xadrez como o nº 111 do ranking inicial, mas isso não o impediu de vencer Peter Leko, nº 18 do ranking inicial, na primeira rodada (1½-½), mesmo ele tendo 178 pontos de rating a menos que o GM húngaro. O GM indiano Abhijeet Gupta eliminou Shankland na rodada seguinte.

Olimpíada de Xadrez de 2016

Shankland jogou no tabuleiro quatro pelos Estados Unidos na Olimpíada de Xadrez de 2016, com Fabiano Caruana, Hikaru Nakamura e Wesley So jogando nos três primeiros tabuleiros, como era de se esperar. Ray Robson jogou no quinto e último tabuleiro.

Shankland com os companheiros de equipe So, Nakamura, e Caruana na Olimpíada de 2016.

Foi uma ocasião importante para a equipe americana, que venceu a Olimpíada pela primeira vez desde 1976. A União Soviética não participou do evento de 1976, quando o GM Robert Byrne liderou uma equipe dos EUA pós-Bobby Fischer ao ouro. Em 2016, todos os melhores países que jogavam xadrez estavam lá, e a pontuação de +4 -1 =3 de Shankland ajudou os Estados Unidos a conquistar o seu objetivo.

Mas ainda não havia chegado a melhor atuação individual de Shankland em um torneio.

Campeonato dos EUA de 2018

Shankland logo depois de vencer o Campeonato dos EUA de 2018.

Durante o Campeonato dos EUA de 2018, Shankland alcançou o cobiçado grupo dos 2700 de rating pela primeira vez, entrando na lista dos 50 melhores jogadores do mundo. Shankland terminou o torneio invicto, com +6 -0 =5, e precisou de cada um dos seus resultados para superar Caruana por meio ponto (e para chegar a 2700, já que terminou em 2701). Shankland empatou com Caruana, So e Nakamura e derrotou Zviad Izoria (que ganhou sua partida com Caruana) e Robson entre suas seis vitórias. Uma vitória na última rodada contra Awonder Liang lhe garantiu o campeonato:

Outros Torneios

Em 2014, Shankland teve sua melhor atuação no Campeonato dos Estados Unidos até aquele momento, um +3 -2 =6, tendo compartilhado o quarto lugar de 12. Na verdade, esse foi seu único Campeonato dos Estados Unidos com um resultado positivo até a sua excelente vitória em 2018.

Esse campeonato de 2018 não foi o único torneio do ano que ele ganhou, já que Shankland também superou um grupo de seis adversários no Memorial Capablanca por 1½ ponto de diferença com um resultado de +5 -0 =5 num double round-robin (todos contra todos, ida e volta).

No Tata Steel Masters de 2019, Shankland terminou com um resultado de +3 -3 =7, com o qual compartilhou o sétimo lugar, mas também foi a primeira vez que jogou contra três campeões mundiais diferentes em um torneio clássico: Magnus Carlsen, Viswanathan Anand e Vladimir Kramnik.

De fato, Shankland conseguiu um resultado positivo contra esses três gigantes. Empatou com Anand na terceira rodada. Segurou empate também contra o atual campeão mundial na nona rodada, um grande feito, tendo em conta a forma quase imparável de Carlsen ao longo de 2019. E, na última rodada do torneio, Shankland conseguiu derrotar Kramnik e assim terminar o torneio com um resultado neutro, rodada essa em que a estrela russa já sabia que era a sua última partida clássica.

Presente e Futuro

O rating de Shankland alcançou seu ponto máximo (2731) em fevereiro de 2019, logo depois de sua atuação no Tata Steel, o colocando em 24º do ranking mundial.

Shankland não está participando no Grand Prix de 2019, mas terá a oportunidade de se classificar para o próximo Torneio de Candidatos através da Copa do Mundo, programada para setembro.

Shankland também é um criador regular de conteúdo para o Chess.com.

Aberturas Mais Jogadas

Partidas